Saúde

Em 10 anos, Piauí registra mais de 5 mil casos de AIDS

Piripiri está em 3º lugar em numero de casos, com 100 notificações positivas.

Saúde Redação Piripiri 01 de dezembro de 2016 10:05h

O dia 1º de dezembro é mundialmente marcado pela luta contra a AIDS. No Piauí, a Secretaria de Estado da Saúde desenvolve atividades na Maternidade Dona Evangelina Rosa, com palestra aos profissionais de saúde e pacientes abordando a transmissão vertical, uma das formas de adquirir a doença e alvo da campanha no Estado, uma vez que foram notificados 715 casos de HIV positivo.

Nos últimos dez anos, o Piauí notificou 5.024 casos de AIDS, registrando decréscimo contínuo de casos nos últimos três anos (2014 com 723, 2015 com 659 e 2016 com 536 casos). De acordo com Karina Amorim, coordenadora estadual de Doenças Sexualmente Transmissíveis, a queda é resultado das atividades de conscientização para a prevenção e também de testagem para diagnóstico precoce, no caso de gestantes.

Segundo Karina, o diagnóstico em gestantes proporciona o tratamento adequado para evitar a transmissão vertical, aquela em que a mãe portadora do HIV contamina o bebê na hora do parto. “Por isso, o início das nossas atividades será capacitando as equipes da Maternidade e também tendo uma fala com as gestantes atendidas na instituição”, disse.

Dados epidemiológicos da Secretaria de Estado da Saúde mostram que, nos últimos nove anos foram registrados 3.396 homens com AIDS no Piauí (67,60 % dos casos) e 1.628 mulheres (32,4 %).

Com relação à faixa etária mais acometida no período, foram 2.372 casos em pessoas entre 20 a 34 anos e 1.821 em pessoas entre 35 a 49 anos. Quanto à escolaridade, 1669 pessoas do Ensino fundamental(completo e incompleto) foram infectadas. Com Ensino Médio completo foram 773.

No ranking dos municípios com maiores números registrados da doença estão Teresina (2.480), Parnaíba (158), Piripiri (100) e Picos (79 casos).