Polícia

Polícia Civil paralisa atividades a partir desta segunda-feira em todo o Piauí

A Central de Flagrantes vai atender apenas a crimes de alta complexidade.

Polícia Redação Piripiri 20 de junho de 2016 08:31h

Parte dos serviços oferecidos pela Polícia Civil do Piauí estarão parados a partir de meia noite desta segunda-feira (20/06).

O Sindicato dos Policiais Civis anunciou uma paralisação por 72 horas. A categoria reivindica a equiparação salarial com delegados e escrivães prometida pelo governo do Piauí.

“Reivindicamos um tratamento isonômico. Queremos ter uma relação de 60%”, diz Constantino Junior, do Sindicado dos Policiais Civis. Por conta da paralisação, delegacias do interior e da capital vão parar, segundo ele.

A Central de Flagrantes, por exemplos, vai atender apenas a crimes de alta complexidade, obedecendo o movimento. Como o crime de latrocínio. Diz nota do Sinpolpi: “No período da paralisação, serão atendidos, na Central de Flagrantes, os crimes de roubo, latrocínio, estupro, homicídio, idoso (vítima) e criança e adolescente (vítima)”.

Ainda segundo a nota à sociedade, “esses crimes poderão ser registrados nas Delegacias Distritais e Especializadas, mas não serão objetos de investigação; nos demais crimes, não serão registrados e não terão nenhum procedimento de investigação e nem de cartório, através de oitivas”.

Com informações do SINPOLPI

O fato inusitado aconteceu na rua Marechal Floriano no centro da cidade.

Segundo apurou o Piripiri40graus, o acusado estava em uma moto modelo Broz, de cor preta e placa de Piracuruca, quando desceu nos cruzamentos das ruas Marechal Floriano com a Francisco Justino qundo resolveu baixar as calças colocando as partes íntimas para fora onde se encontrava um grupo de mulheres.

A polícia militar foi acionada e levou o suspeito para a delegacia para dar explicações para o delegado.


A Força tática, Policia Militar (TOG) prenderam hoje, dia (15) um jovem identificado como Igor Rangel Batista Feitosa, 19 anos, acusado de tráfico de drogas. O jovem estava em sua residência no conjunto habitacional, Abdias Monteiro no momento da ação policial e com ele foram encontradas 26 pedras de crack e 2 trouxas de maconha além de uma balança de precisão, rádios comunicadores e celulares e uma moto Fan preta. A polícia chegou até Igor através de denúncias anônimas. Fotos Leocadio Santos.


Polícia prende dupla acusada de praticar assalto em Piripiri

Eles são suspeitos de assaltar uma farmácia, localizada na Rodoviaria Rural

Polícia Paiva Filho 15 de junho de 2016 10:33h

Na manhã desta quarta-feira (15), a Força Tática juntamente com a Polícia Militar  comandada pela guarnição do cabo Domingos e  cabo Abmael, prenderam dois elementos acusados de praticar assaltos no comércio de Piripiri.

Ricardo Pereira da Silva, 28 anos e Joelson Souza, 18 anos, moradores do bairro Germano, foram reconhecidos pelo sistema de monitoramento de câmeras.  Ricardo já tem passagem pela polícia por assalto.dois homens suspeitos da prática de assalto a uma farmácia, localizada na Rodoviária Rural, no último final de semana. Uma das vítimas foi a drogaria Lustosa, próximo a rodoviária rural, no ùltimo final de semana. Fotos: Leocadio Santos.

Moto usada pelos acusados.


Dois elementos não identificados assaltaram a comerciante Remédios na noite desta segunda feira ( 13 ).Eles abordaram a mesma e levaram uma quantia não revelada em dinheiro O crime aconteceu por  volta das 9:30 h da noite. Segundo informações eram dois homens armados e conduziam uma moto. O local assaltado foi o supermercado Nutrimar ao lado do comercial o Pilé. Fonte: Piripiriacontece.


Polícia Militar recupera moto furtada em Piripiri

O veículo já estava na cidade de Domingos Mourão.

Polícia Redação Piripiri 11 de junho de 2016 20:38h

A Polícia Militar, através do Policiamento Ostensivo Geral (POG), com os policiais cabos J. Oliveira, Abimael e Viana juntamente com o soldado Palhano, recuperaram uma moto modelo Pop, cor branca que foi furtada por um homem indentificado paenas por Romário e estava de posse de um indivíduo na localidade Várzea no município de Domingos Mourão.

O veículo e o receptador foram conduzidos até o Departamento de Polícia (DP), onde o delegado de plantão irá tomar as medidas judiciais cabíveis.


Fuga é abortada em Esperantina e foragido da Custódia é recapturado

Durante a ação, quatro internos foram pegos tentando pular o muro.

Polícia Redação Piripiri 02 de junho de 2016 10:31h

Agentes penitenciários e policiais militares conseguiram abortar uma tentativa de fuga na Penitenciária Regional Luís Gonzaga Rebelo, em Esperantina, a 178,4 km de Teresina, na madrugada desta quinta-feira (02/05). De acordo com a gerência da unidade, pelo menos 26 detentos das celas 07, 10 e 11, do Pavilhão C estariam envolvidos.

Durante a ação, quatro internos foram pegos fora do pavilhão tentando pular o muro da unidade. O diretor de Inteligência e Proteção Externa da Secretaria de Justiça do Piauí, tenente coronel Luís Antônio Pitombeira, ressalta a agilidade no trabalho conjunto entre policiais militares e agentes no êxito para coibir a fuga.

“Essa atuação conjunta entre agentes e policiais militares é fundamental, pois temos trabalhado para garantir que o interno permaneça na penitenciária e que, assim, possa cumprir a pena pela qual está preso. Continuamos reforçando as vistorias para minimizar ações como esta e garantir a ordem nos presídios”, explica.

Foragido da Custódia é recapturado

Na última terça-feira (31/05), o Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, em ação conjunta com o serviço de Inteligência da Secretaria de Justiça, conseguiram localizar Wesley Jackson Lima dos Santos, foragido no último dia 28 de maio, da Casa de Custódia de Teresina.

Durante a ação, a Polícia Militar, por meio da RONE (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), comandada pelo capitão Mota, operacionalizou a prisão e captura de Wesley.

Luís Pitombeira ressalta, também, a parceria da Sejus com a Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal nas ações que envolvem a busca por foragidos.

“Temos estreitado parcerias e realizado ações conjuntas com demais órgãos de segurança do Estado e da União, garantindo, deste modo, busca e captura dos foragidos do sistema”, destaca Pitombeira.

Secretaria de Segurança-PI

Detido na penitenciária de segurança máxima na cidade de Altos, o suspeito do crime de estupro coletivo ocorrido em Castelo do Piauí, Adão José da Silva Sousa, 42 anos, concedeu entrevista ao Jornal do Piauí nesta quinta-feira (26) e reafirmou que não cometeu o crime. Ele reafirma a tese de que não estava na cidade no dia. Adão também acusou o policial militar Elias Júnior de ter “encomendado” o crime aos outros três menores envolvidos, condenados pelo estupro.

O estupro de quatro mulheres adolescentes aconteceu no dia 27 de maio de 2015 em Castelo do Piauí e levou à morte uma das adolescentes. Adão é acusado pela polícia e pelo Ministério Público de ser o mentor do crime que culminou na morte de uma das quatromulheres vítimas. Atualmente, ele cumpre pena e está recluso em área de isolamento da Casa de Detenção Provisória de Altos por roubo e lesão por tiro à filha de um vereador em Castelo do Piauí, dias antes do estupro. Também responde por porte ilegal de armas e a dois processos por tráfico de drogas, mas ainda não foi julgado pelos estupros.

“As 22h eu fiz um assalto na frente da casa da vítima, que é a filha do vereador. Inclusive, esses meninos trabalhavam para esse vereador. Fiz esse assalto e dei um tiro na vítima. Os moleques (menores acusados) vinham comprar droga na minha mão e falaram para mim: ‘olha, a polícia está atrás de ti. Vem polícia de Campo Maior, de Teresina, porque tu roubou a filha do vereador’. Foi aí que eu fique sabendo que ela era filha do vereador. [...] 

Aí eu fiquei em Castelo até 18h no sábado, 18h eu vim pela linha do trem até Campo Maior. Só que passei em São Mateus, no domingo eu estava em São Mateus e tenho prova. Segunda-feira de manhã eu estava em Santo Antônio. Cheguei em Campo Maior por volta de 14h para 4h30 e fui direto para uma boate e fiquei terça, quarta, que foi o dia que aconteceu o caso das meninas, e eu estava na casa do Robert, muito louco de maconha e cachaça”, afirmou o acusado.

Adão afirmou que os outros três envolvidos no crime trabalhavam para o vereador, o qual ele havia atirado na filha e que o policial Elias Júnior pagou o valor de R$ 2 mil reais para os meninos cometerem o crime e o acusarem de estar envolvido.

“Tiraram essa história de mim foi por causa do Elias Júnior, que está sendo culpado e quis jogar para cima de mim. Aquele menor que morreu, recebeu dinheiro para colocar meu nome, recebeu R$ 2 mil para falar que era eu que estava lá”. [...] Não conheço ele, não sei quem é ele não sei porque ele mandou me colocar nesse crime, porque ele que é o verdadeiro culpado. Ele que mandou fazer esse crime com as meninas. Ele falou para os moleques que eram para eles fazerem uma coisa que nunca tinha acontecido em Castelo para ele voltar para o cargo dele em Castelo de novo”. 

A TV Cidade Verde tentou falar com o policial sobre as acusações de Adão, mas não conseguiu. Contudo, a TV informou que, por parte da polícia, já ouve apuração e investigação quanto as suspeitas apontadas por Adão, mas que nada foi encontrado contra ele.

O acusado afirmou que conversou que estava presa, que passou essas informações, mas não quis informar quem é a suposta pessoa.
Quando informando de que uma das vítimas do estupro o teria reconhecido, ele disse que ‘se ela falou, ela está mentindo. Não conheço ela, não conheço nenhuma delas, não sei nem quem é ela, ou estão sendo pagas para falar”.

O suspeito disse desconhecer o calção sujo de sangue encontrado pela polícia. Exames feitos na peça apontam que o sangue é de um dos infratores envolvidos. “O calção não era meu. Eu não estava nem com aquele calção, não sei nem como apareceu aquele calção. Não estava vestido naquele calção [...] E outra coisa, quando eu fugi de castelo eu estava de calça cumprida”, disse Adão.

Sobre os estrupros ele disse: “Um absurdo, podia ser uma Lei cadeira elétrica, porque não tem cabimento  nenhum estuprar uma mulher, estuprar umas crianças e ainda mais do jeito que fizeram, colocaram pedras na vagina. Tenho duas filhas maravilhosas. Se acontecesse isso com minhas filhas, eu ia provar os fatos reais e ia punir os verdadeiros culpados".

Adão embasa sua defesa buscando sua absolvição com base nos exames de DNA, pois em nenhum deles foi encontrado material genético do acusado nas vítimas. “É uma prova de que eu não estava lá, e que eu nunca estive e não sei porque estão falando uma coisa dessa de mim, que eu sou o líder. Que líder é esse? Isso não é um líder, é um demônio” 

No presídio, ele agora está em processo de alfabetização e diz que conheceu a palavra de Deus e se considero uma nova pessoa

Com informações do CidadeVerde.com

Caminhão da Souza Cruz é roubado na estrada entre Piripiri e Piracuruca.

Um Pálio e um Furgão foram usados no crime.

Polícia Redação Piripiri 20 de maio de 2016 09:06h

Um caminhão da empresa Souza Cruz foi roubado em Piripiri por cerca de três homens armados no final desta quinta, dia 19. Segundo informações, a abordagem aconteceu na saída do município de Piracuruca, sentido Piripiri.

O veículo usado foi um Fiat Pálio de cor prata e ainda contou com a ajuda de uma espécie de van para transportar o produto do roubo. Ainda segundo a polícia militar o bando fugiu por uma estrada vicinal e seguiram para a região da comunidade Barrocão.

Não é a primeira vez  que o carro da Souza Cruz é roubado em Piripiri. As policias estão em diligência a procura dos elementos.

Ladrões arrombaram comércio, roubaram e ainda "mijaram" no pé do balcão

Bandidos fazem a festa em Piripiri

Polícia Paiva Filho 19 de maio de 2016 09:44h

Em menos de 60 dias, o comércio do "Zé Agenor", localizado no mercadinho da Rua de Cima foi arrombado 2 vezes. O último arrombamento aconteceu na madrugada de terça-feira, dia 17/05.

Segundo "Zé Agenor", os bandidos levaram as bebidas mais caras (uísques, cervejas), 1 botijão de gás e 2 celulares. 

O prejuízo com mercadorias calculados é de quase 2 mil reais, sem falar nos gastos que ele vai ter com manutenção do teto.

O detalhe que chamou atenção e causou indignação ao comerciante, é que, além de roubarem, os bandidos ainda deixaram uma poça de "mijo", no pé do balcão.

O comerciante reclama por que no Mercadinho da Rua de Cima, não tem vigia, o que inibiria a ação de bandidos.

Mais arrombamentos:

a Unidade Básica de Saúde 06 no bairro São João foi arrombada. Ao chegarem para trabalhar, os funcionários viram um enorme buraco feito no forro de gesso.

Segundo funcionários, os ladrões levaram 2 computadores(gabinete, estabilizador, teclado e mouse), 1 bolsa de visita da enfermagem, 1 ventilador de coluna.

Um Boletim de Ocorrência foi feito, mas até agora nenhuma pista dos bandidos. O detalhe é que, não há vigias fazendo a segurança do local, facilitando a ação dos bandidos. A responsabilidade pela manutenção da Unidade Básica de Saúde é da prefeitura de Piripiri. Acesseagora.com

Palhaço Tio Caroço é assaltado.

Até o palhaço Tio Caroço, que já ganha a vida das suas poucas apresentações, foi assaltado próximo à praça do estádio. Dois elementos armados de revolver, levaram R$ 80 reais do Tio Caroço.  Aliás, quem quiser contratar o Palhaço para animar a sua festa de aniversário, colação de graus infantil, batizado e outras festas é só ligar: (86) 9 8862 3720/98841 3213/ 9 9509 1628.

Mais Arrombamentos:

O Mercadinho do Pote, também foi arrombado recentemente no Bairro Vista Alegre. Os elementos levaram bebidas, alimentos, dinheiro, pacotes de fumo e uma balança, um prejuízo de aproximadamente R$ 2.000. Nesse caso, a policia já recuperou os objetos subtraidos.

Mais..

Terça feira em plena três horas da tarde, elementos arrombaram uma residencia no  Morro da Ana e levaram celulares e cerca de R$ 400, 00 reais.

PERNAMBUCO: a maior quadrilha de assalto ativa no Norte-Nordeste

Denilton Araquan, líder do bando, foi morto em confronto com a Polícia

Polícia 18 de maio de 2016 16:35h

     

A Secretaria de Segurança do Piauí informou que o líder do bando, Denilton Araquan, foi morto na manhã desta sexta-feira (13), em confronto com a polícia. No total, cinco suspeitos da explosão ao banco de Curimatá foram mortos em confronto com a polícia. 

De acordo com nota divulgada, ele morreu após reagir contra a polícia. "Ele estava cercado por policiais militares do Piauí, Bahia e Pernambuco na na zona rural de Morro Cabeça no Tempo. Pelo menos outros três acusados seguem foragidos, mas em cerco montado na mata pelas forças de segurança", informou a nota. 

O gerente de policiamento do interior, delegado Willame Moraes, disse que Denilton é natural da Bahia e suspeito de matar um policial militar no referido estado. Com o suspeito morto foram apreendidas metralhadoras e um fuzil M-15. Ele destacou que na cidade de Curimatá foi montada uma espécie de quartel para auxiliar a polícia.

Os homens contam a ajuda de um helicóptero, dos policiais do Bope e grupos de ações da Bahia e de Pernambuco, além do Piauí. Devido à quantidade de suspeitos mortos em confronto, o IML permanece no local. Ao todo, a polícia acredita que havia 14 pessoas envolvidos no crime. 

Segurança identifica mortos no caso de Curimatá: 
1-Anaxandro Pereira Matias (Bahia); 
2-Edvan José dos Santos "Van Van Araquan"; 
3-Edenilton Aquino do Nascimento "Patrão, Denilton Araquan" (Bahia); 
4-Everton Diego Moreira "Tom, Cego, Ceguinho"; 
5-Cícero Augusto Freire Rodrigues (Pernambuco)

Matéria original

Policiais do Piauí, Maranhão e Pernambuco estão a caça ao restante do grupo criminoso suspeito de explodir o Banco do Brasil de Curimatá, a 775 km de Teresina, há uma semana.

De acordo com o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), pelo menos 14 pessoas- sendo que seis já estão presas - participaram da tentativa de assalto. Quatro destes foram mortos em sucessivos confrontos com os policiais. 


O comandante de policiamento do interior, coronel Paulo de Tarso, explica que o líder do bando - identificando como Denilton Araquan, ainda não foi capturado e é um dos bandidos mais procurados da região Norte-Nordeste. Além dele, pelo menos mais três criminosos ainda estão escondidos na mata. 

"A quadrilha é natural de Pernambuco e seria a maior quadrilha de assalto ativa no Norte- Nordeste. Eles tem toda uma ramificação e know-how nessa modalidade de assalto, mas chegaram no Piauí e já conseguimos abater ou prender mais da metade dos suspeitos e nos próximos dias vamos prender o restante. Eles já estão bastante cansados. Vamos intensificar as buscar para capturar o mentor intelectual, o chefe, o patrão, o Denilton Arapuã, devido as ações ativas e ousadas que ele comanda", disse.

Durante a operação de captura, foram apreendidos quatro fuzis, uma pistola, uma metralhadora, colete e rádio. 

"Já são nove dias que a tropa está na mata e isso resultou em seis presos e quatro mortos. Ainda existem cerca de quatro escondidos no matagal, mas só iremos cessar as buscas quando todos foram presos", disse o comandante, em entrevista ao Notícia da Manhã, nesta sexta-feira (13).

A Polícia Civil do Piauí divulgou imagens de dois dos presos que participaram do crime. Um deles foi identificado como Rogério, é do interior da Bahia, e foi capturado ao buscar apoio; O outro ainda não teve a identidade confirmada e tem uma tatuagem na barriga. 

"Dos seis presos, um participou ativamente. Os outros cinco são da região e são de extrema importância, porque são eles que conhecem a região. Os assaltos só ocorrem porque existe quem planeja e quem dá o suporte", disse.

Fotos de dois dos mortos também foram divulgadas. Cicinho Cabroró- que morreu no primeiro dia de busca; e seu primo Diego Arapuã que morreu ontem (12).

O coronel Paulo de Tarso ressalta também que o bando não teve êxito no crime devido à rápida ação polícia. "Desde que assumimos o comando do CPI fizemos um mapeamento dos locais onde poderiam ocorrer assaltos. Em virtude disso, nossa tropa já se encontrava na região. O assalto ocorreu, mas devido a um trabalho muito forte das polícias do PI, MA e PE - tivemos que deslocar o Bope e equipes da Força Tática- eles não levaram grande quantidade de dinheiro", reitera. 

Graciane Sousa, Maria Romero e Yala Sena
cidadeverde.com

O suspeito de arrombamento e roubo, Valdinar Cardoso Santos, 37 anos, precisou da ajuda da polícia para ser resgatado noite desta segunda-feira (16). Ele tentou entrar em uma residência do Conjunto Lucídio Portela no Bairro Fripisa, mas ficou preso na estrutura de madeira do telhado. Valdinar foi preso. 

A polícia informou que o homem teria aproveitado que não havia ninguém na casa para praticar o roubo. Vizinhos escutaram o barulho do teto sendo destruído e chamaram a polícia. Ao chegar à residência, a polícia ajudou o homem a sair do teto, onde ficou preso.

Valdinar foi levado pela Força Tática para a delegacia, onde está preso. A casa é de propriedade do homem identificado como Francisco Lira, que chegou ao local logo após a prisão do suspeito. Ele teve apenas ferimentos leves e não precisou receber atendimento médico. Fonte: Campo Maior em Foco


Na tarde desta segunda-feira (16/05) detentos de pelo menos dois pavilhões da Casa de Custódia iniciaram um motim. Eles teriam ateado fogo em colchões e quebrado celas. Familiares dos detentos estão de lado de fora sem saber o que está acontecendo e qual a situação dos presos. Barulhos de explosões e tiros são escutados a todo o instante e o reforço policial é grande no local.

O motim teve início em represália à administração do presídio que teria cancelado as visitas dos familiares e também por conta da transferências de alguns detentos.

Policiais militares, Bope, Tropa de Choque e Rone estão dentro do presídio e tentam acalmar os detentos.

A informação do diretor do Sindicato dos Agentes Penitenciário do Piauí, Clayton Holanda é que todos os pavilhões estão participando do motim. Os presos colocaram fogo na entrada dos pavilhões para impedir a entrada da polícia.

Existe também a informação segundo familiares dos presos que dois detentos foram feridos com bala de borracha.

A secretaria de Justiça informou em nota que o motim no pavilhão F foi controlado e os presos já estão dentro das celas. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) está na unidade para, junto com os agentes penitenciários e policiais militares, controlarem a situação nos pavilhões H e C.

Os agentes das Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) também estão no local, dando suporte, juntamente com a Diretoria de Administração Penitenciária e Diretoria de Inteligência e Proteção Externa da Secretaria de Justiça. A Sejus está investigando o que motivou os presos a se amotinarem.

No caso, os motins haviam se espalhado pelos demais pavilhões, mas o Bope entrou mais cedo e controlou efetivamente os pavilhões B, C e F e segue nos demais, entrando e colocando os presos em área de contenção. 180graus.com



Jovem é estuprada e morta; mãe é esfaqueada ao tentar proteger a filha

Tudo isso no dia do seu aniversário.

Polícia Redação Piripiri 16 de maio de 2016 12:55h

A jovem Maria Anielly da Silva Carvalho, 22 anos, e sua mãe, Elizabete da Silva Carvalho, 37 anos, foram gravemente agredidas na noite desse domingo (15). Maria Aniely foi estuprada e morta e sua mãe ficou ferida durante uma tentativa de assalto no bairro Parque Alvorada, em Timon (MA). A informação do delegado Rodrigo Freire, da delegacia de homicídios de Timon, é de que um homem tentou assaltar as duas, estuprou a moça e em seguida esfaqueou mãe e filha. A jovem morreu no local e a mãe foi encaminhada ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 

De acordo com o delegado, a moça estava fazendo aniversário neste domingo e, por volta das 23h de ontem, saiu para procurar o pai, que não esteve presente na festa. No caminho, as duas foram abordadas por um homem armado com uma faca que tentou assaltá-las. 

"Quando ele viu que elas não tinham nenhum pertence, ele forçou a jovem a fazer sexo oral nele. Depois, ele teria pedido para ela se despir, ela obedeceu. Tudo isso aconteceu na rua, próximo à agência dos Correios da cidade. Nesse momento, ela teria tentado chutar a faca da mão dele, para a mãe pegar, mas ele foi mais rápido. A mãe tentou proteger a filha, mas ele ainda coseguiu atingir as duas", informou. 

Anielly foi ferida com quatro facadas na região do peito e a mãe recebeu golpes no rosto e também no tórax. 

Segundo o escrivão Severino Neto, da delegacia do 2º distrito, os familiares da vítima ainda não foram ouvidos e não há muitos detalhes sobre o suspeito. A única informação fornecida pela mãe é de que o autor do crime mora na região e ela já teria visto o homem pelo bairro, mas não sabe seu nome. 

Parentes da vítima estiveram no IML na manhã desta segunda-feira (16), aguardando a liberação do corpo da jovem. 

O autor responderá por homicídio, tentativa de homicídio e estupro, descrito no artigo 213 do código penal como "constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso".

"Ele não satisfeito em ceder aos instintos sexuais, ainda matou a moça, foi um crime bárbaro e cruel", declarou o delegado. 

Com informações do CidadeVerde.com

PRF prende 3 pessoas na BR-343 e apreende ônibus de Piripiri

Veículo estava com placas clonadas

Polícia 14 de maio de 2016 00:54h

                        

Caso 01: A Polícia Rodoviária Federal prendeu, nesta sexta-feira (13), três pessoas na BR-343 e realizou apreensões, dentre elas uma motosserra. O equipamento estava com um homem de iniciais F.O.C, 37 anos, que conduzia um veículo Mercedes Benz, de placas GOV-2401. Por não ter licença ou registro, o motorista  foi multado em R$ 1.000,00.

Caso 02: De acordo com a PRF, no final da manhã, em Teresina, L.F.S, 23 anos, foi preso quando conduzia o caminhão Ford Cargo de placas NIK-8866, transportando pedra sem licença do IBAMA, DNMP ou SEMAR. Ele foi detido por suposto cometimento do crime de usurpação de bem ou matéria-prima da União, previsto na Lei 8.176/1991, que define os crimes contra a ordem econômica e cuja pena é de 1 a 5 anos de detenção, além de multa.

Caso 03: Já por volta de meio-dia, no Km 333 da BR 343, em Teresina, a PRF flagrou J.P.C, 29 anos, condutor do caminhão VW de placas PIP-4078, transportando GLP (gás liquefeito de petróleo) sem licença ambiental, crime previsto no artigo 56 da Lei 9.605/1998, com pena de 1 a 4 anos de reclusão, e multa.

Caso 04: Durante a tarde, também na BR 343, na entrada da capital, foi abordado um ônibus com placas clonadas. O condutor C.M.O, 34 anos, foi preso por adulteração de sinal identificador de veículo automotor (artigo 311 do Código Penal Brasileiro), cuja pena é de reclusão, de 3 a 6 anos, e multa.

Caso 05: Já no início da noite, de acordo com a PRF, no mesmo local, foi recuperada a motocicleta Yamaha Factor de placa NIK-4841. O veículo estava abandonado e após consultas e vistorias, constatou-se que havia sido objeto de roubo e agora poderá ser restituída ao seu proprietário.

Fonte: cidadeverde.com

Fugitivo do sistema prisional de Piripiri é recapturado

A prisão foi possível após uma denúncia anônima.

Polícia Redação Piripiri 06 de maio de 2016 11:33h

Um grupamento da Polícia Militar capturou, na tarde desta quinta-feira (05), o presidiário José Augusto, 28 anos, que havia fugido do Sistema Prisional de Piripiri na madrugada da última terça-feira (03).

De acordo com o tenente Edson, da Polícia Militar de Piripiri, o preso foi encontrado pela polícia por volta das 15h, nas proximidades da comunidade Chão de Baixo, após denúncia anônima por telefone.

José Augusto, que estava preso desde março por violência doméstica, fugiu da prisão juntamente com Anderson, conhecido como “Jacaré”, preso por furto, que ainda não foi encontrado pela polícia. Os dois teriam serrado as grades da cela e pulado o muro da unidade prisional.

Hacker invade sistema e faz compra de R$ 240 mil em nome da Construtora Sucesso

A mercadoria foi retirada repetidas vezes no mesmo dia.

Polícia Redação Piripiri 06 de maio de 2016 11:29h

O delegado João Jose Pereira Filho, conhecido “JJ”, da Polícia Civil do Piauí, está investigando a invasão do sistema eletrônico de pedidos da empresa Votorantim Cimentos S/A, localizada em Sobral-CE, que recebeu, entre os dias 04 de dezembro de 2015 a 12 de dezembro de 2015, por mais de vinte vezes, pedidos de cimentos nos quais foram utilizados os dados da Construtora Sucesso S/A, mas que não foram realizados pelos computadores da empresa. 

A mercadoria foi retirada repetidas vezes no mesmo dia, sendo incompatível a possibilidade de viajar de Sobral a Teresina, passar pelas barreiras fiscais e retornar para buscar mais mercadorias. O valor do furto através de fraude em sistema de internet pelas mercadorias entregues atinge a quantia de R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais). 

O delegado investiga de qual “IP” foram realizados os pedidos. A investigação está em curso na Delegacia Especializada de Crimes contra a Ordem Tributária, Econômica e Contra as Relações de Consumo (Deccortec). Nenhuma das notas emitidas passaram pelo posto fiscal da Secretaria da Fazenda do Piauí. 

GP1.com

PM começa a mudar comandos para descentralizar policiamento

O 12º Batalhão de Piripiri está agora sob o comando do coronel Márcio Oliveira.

Polícia Redação Piripiri 03 de maio de 2016 12:31h

A Polícia Militar começa, amanhã (04), as trocas de comandos de policiamento na Capital, em decorrências das mudanças anunciadas na semana passada pelo Comando Geral da Corporação. De acordo com a nova medida, Teresina passa a ter duas grandes áreas de operação, diferente do que acontecia antes, quando contava com apenas um comando de policiamento, responsável por todos os batalhões da região metropolitana.

Nos outros municípios, também haverá mudanças com a descentralização do Comando de Policiamento do Interior em três grandes comandos: Policiamento do Semiárido, Policiamento Norte, e Policiamento Sul.

A primeira troca de comando para adaptação à nova estrutura acontece amanhã (04), com a saída do tenente-coronel Rodrigues do comando do 1º BPM. Ele deixa o posto para assumir o Comando de Policiamento do Semiárido e, em seu lugar em Teresina, assume a tenente-coronel Elza. A informação é do porta-voz da PM, major John Feitosa. De acordo com ele, outras trocas de mudanças estão previstas para as próximas semanas, mas sem data definida ainda.

Entenda a nova estrutura

A nova estrutura da PM do Piauí tem por objetivo ampliar as áreas de coberturas dos batalhões e melhorar o planejamento de operações conjuntas. Na semana passada, o Comando da Corporação anunciou a descentralização dos dois grandes comandos (Capital e Interior) em zonas de atuação menores. Com isso, os policiais vão poder atuar conforme as especificidades e demandas de cada área.

O Comando de Policiamento da Capital (CPC), que era responsável por seis batalhões, agora está dividido em Comando Norte-Sul e Comando Leste-Sudeste. O CPC Norte-Sul ficará sob responsabilidade do coronel Paulo de Tarso (ex-comandante do Interior). Sua zona de atuação compreende o 9º BPM (zona Norte), 1º BPM (Centro), 6º BPM (zona Sul), e Companhia do Promorar.

Já o CPC Leste-Sudeste ficará sob comando do coronel Wagner Torres (ex-comandante da Capital), e será responsável por coordenar as ações do 13º BPM (área da Santa Maria da Codipi), 5º BPM (zona Leste), 8º BPM (zona Sudeste) e a Companhia de José de Freitas.

Interior

O Comando de Policiamento do Interior (CPI) está, agora, dividido em Comando Norte, Comando Sul e Comando do Semiárido. O CPI Norte se estende de Campo Maior a Juazeiro do Norte, compreendendo o 2º BPM (Parnaíba), o 15º BPM (Campo Maior), o 12º BPM (Piripiri), e a Companhia de Policiamento Turístico (Ciptur). Este comando está sob responsabilidade do coronel Márcio Oliveira.

Já o CPI Sul, sob comando do coronel Edson, compreende a região de Floriano a Corrente, abrangendo o 3º BPM (Floriano), o 10º BPM (Uruçuí), o 14º BPM (Oeiras), o 7º BPM (Corrente), e a Companhia de Paulistana. Os municípios localizados na macrorregião de Picos compreendem a área de atuação do CPI do Semiárido, sob responsabilidade do coronel Rodrigues.

Batalhões não sofrem alteração em sua estrutura

O porta-voz da PM, major John Feitosa, explicou que a descentralização dos grandes comandos do Estado não altera a estrutura funcional dos batalhões de Polícias Militar. “Cada BPM vai continuar com seu comandante, como era antes. A única diferença é que eles agora são subordinados aos comandos de acordo com sua localização geográfica, e não mais a um grande comando responsável por todo o interior ou por toda a Capital”, explica.

Para a PM, a descentralização facilita a comunicação entre os batalhões e, consequentemente, melhora o policiamento ostensivo do Estado.

Portal O Dia


Morreu na noite desta segunda-feira (02), a travesti Pâmella Beatriz Leão, de 23 anos, atingida com um tiro na cabeça durante o Corso de Teresina, no fim do mês de janeiro. A jovem permaneceu internada por mais de três meses no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e, inicialmente, reagia bem ao tratamento, mas teve complicações, inclusive uma hidrocefalia, e teve que ser submetida a algumas cirurgias. 

Até o momento, o autor dos disparo não foi preso, nem apreendido. Uma adolescente de 17 anos foi apontada como responsável por efetuar o disparo. Ainda no mês de fevereiro, a amiga- que também é travesti- prestou depoimento no 12º DP, e disse que estava dançando com grupo de amigas a música “Paredão Metralhadora” com a arma na mão quando o disparo acidental ocorreu. 

A pistola .40 já foi identificada e seria de um policial que também já foi ouvido pela polícia e estava de plantão no evento. No depoimento, o policial alegou que foi trabalhar sem a arma porque teria sido furtada da sua casa no dia do evento, mas não comunicou ao superior e nem registrou Boletim de Ocorrência. 

A causa da morte de Pâmella Beatriz ainda não foi divulgada. O corpo foi liberado durante a madrugada para familiares providenciarem o velório.


A Polícia Civil, através da 4a Delegacia Regional de Piripiri apreendeu neste fim de semana menores responsáveis pela prática de assaltos na cidade.

Segundo o Delegado Regional, Dr. Jorge Terceiro, os adolescentes apreendidos, de iniciais F.D.S.S. e I.G.S. já haviam praticado diversos atos infracionais equiparados a roubo em Piripiri, tendo como alvo preferencial mulheres e como principal objetivo a subtração de aparelhos celulares e em alguns casos, motos usadas pelas vítimas.

"Mais da metade das ocorrências de assalto em Piripiri, cuja autoria é esclarecida, os autores são adolescentes que se utilizam em grande parte de réplicas de armas de fogo para amedrontar as vítimas. Normalmente esses adolescentes infratores preferem vítimas mulheres e agir durante a noite, pois facilita a ação e aumenta o temor das vítimas." Afirma o Delegado Regional.

A equipe da Polícia Civil exibiu alguns simulacros de armas dos tipos normalmente utilizados por adolescentes.