Polícia

Homem é morto a facadas na cidade de Lagoa de São Francisco

A vítima tentou separar uma briga e acabou sendo morto no local.

Polícia Redação Piripiri 07 de novembro de 2016 12:25h

Era por volta das 6h30min da manhã deste domingo (06/11), quando na localidade Mororó em Lagoa de São Francisco-PI foi registrado um crime de assassinato, um homem foi morto a golpes de faca ao retornar para sua casa. Narciso dos Santos Lima de 44 anos, casado, pai de 04 filhos, estava participando de um evento na comunidade. O fato aconteceu exatamente no momento em que a que a localidade festeja o seu o padroeira e era grande a movimentação de populares na comunidade.

Segundo informações de populares, durante o evento ocorreu uma confusão numa barraca e a vitima tentou apaziguar os ânimos , sendo possivelmente marcado por pessoas que se envolveram na briga. Quando Narciso já pela manhã foi para o estacionamento pegar sua moto para ir embora ,teria sido atacado com golpes de faca na região dos pescoço e das costas, vindo a óbito ainda no local.

A polícia foi acionada e após colher informações começou diligencias na tentativa de localizar o autor ou autores do crime. 

Ainda no domingo foram feitas várias diligencias onde toda a equipe comandada pela delegada de Pedro II Dra. Camila já com nomes de suspeitos fizeram buscas para prender os acusados do assassinato. O corpo de Narciso se encontrava até final da manhã desse domingo no necrotério  do hospital municipal aguardando o rabecão do IML para levar lo até Teresina onde será feito o laudo da perícia.

Ainda na noite de domingo um suspeito foi preso e está a disposição da justiça. Trata se de Jeferson Feitosa da Silva Sousa, 19 anos, o jovem é da comunidade Mororó e de acordo com a polícia é o principal suspeito do assassinato.  

Com informações da Imperial FM 

Adolescente de 14 anos é estuprada pelo 'amigo' no Piauí

O caso foi exibido pelo programa Cidade Alerta da rede Record.

Polícia Redação Piripiri 03 de novembro de 2016 09:47h

O caso de uma garota que teria sido estuprada pelo próprio 'amigo' no município de Buriti dos Lopes ganhou repercussão nesta quarta-feira(02/11) após exibição de uma reportagem no programa Cidade Alerta, da Rede Record.

O desenrolar da violência começou quando a adolescente de 14 anos de idade resolveu conversar pelas redes sociais com um amigo de infância, de 15 anos. A menina então pediu para a mãe deixar o amigo ficar conversando com ela em casa.

Segundo a vítima, o rapaz mal intencionado, e já sabendo que a mãe da menina saia para trabalhar e não ficava em casa durante período da noite, convidou a jovem de 14 anos para trás da casa e teria consumado o estupro.

A mãe da garota encontrou a filha jogada ao chão no fundo do quintal e elas procuraram a policia e foram ao Instituto Médico Legal. No IML, foi constatada a violência sexual. O menor então foi apreendido e passou a noite na delegacia de Buriti dos Lopes, onde no dia seguinte, foi ouvido pelo Ministério Público e liberado em seguida depois, de confessar o crime de estupro.


VÍDEO! Homem abastece carro e vai embora sem pagar em posto de Teresina.

O "esperto" só esqueceu das câmeras filmando a placa do veículo!

Polícia Redação Piripiri 01 de novembro de 2016 12:19h

Um vídeo que circula nas redes sociais esta causando revolta entre os internautas. Nele, um homem aparece abastecendo o seu carro e no momento em que o frentista termina de abastecer o veículo, o motorista sai em disparada sem pagar o combustível.

O posto de combustível onde o caso aconteceu fica localizado na Avenida Dom Severino, na Zona Leste de Teresina e as câmeras do estabelecimento gravaram toda a ação.

O homem teria abastecido R$ 100 e segundo informações da polícia a placa estava adulterada.

O veículo, um Siena de cor branca, já foi identificado pela polícia e uma audiência será realizada em breve com as partes. 


Mãe e filha são vítimas de estupro dentro de casa durante assalto em Esperantina

Os suspeitos do crime ainda não foram identificados.

Polícia Redação Piripiri 31 de outubro de 2016 12:09h

Mãe e filha - de apenas 12 anos - foram vítimas de estupro durante um assalto na noite de ontem (30), em Esperantina (174 km de Teresina). Segundo o titular da delegacia da cidade, delegado Leonardo Martins, os suspeitos ainda não foram identificados e as vítimas serão ouvidas por ele. 

De acordo com ele, a informação dos policiais de plantão que atenderam à ocorrência é de que por volta das 19h dois homens invadiram a residência das vítimas e anunciaram um assalto. Ainda não há a confirmação de que os homens realmente levaram algum pertence das duas vítimas. 

"Não sabemos ainda se estavam armados, se já entraram com intenção do estupro e usaram o assalto apenas como pretexto, ou se entraram na casa para roubar e acabaram cometendo a violência sexual depois", disse. 

Ele destacou que mãe e filha ainda serão ouvidas, por estarem bastante abaladas com a situação. O delegado disse que a consumação da violência sexual já foi confirmada contra a criança. A violência sofrida pela mãe ainda será avaliada por exames, mas ele destacou que a tentativa já está caracterizada. 

"A confirmação de penetração deixa claro o estupro, mas esse crime também pode ser configurado de outra forma, com outro tipo de violência e abuso, não apenas com o ato consumado. Então precisamos apenas ouvir as vítimas e constatar por meio de exames o que aconteceu. Aos policiais ambas relataram o estupro", explicou. 

Segundo ele, ainda não há suspeitos do crime e o crime será devidamente investigado. 


Bebedeira termina com homem atingido por golpes de faca em Piripiri.

Polícia Redação Piripiri 31 de outubro de 2016 09:44h

Um homem ficou gravemente ferido depois de uma confusão na noite desta sexta-feira (29), no Bairro Floresta, em Piripiri.


Segundo a Polícia Militar, durante a confusão, Edmilson "Cabeção" tentou se defender de um golpe de facão que atingiria a sua cabeça e foi golpeado no braço, ferindo-o gravemente. A polícia está em diligencias na tentativa de localizar e prender o agressor. Segundo a PM, o motivo da briga pode ser desavenças antigas.

A vítima ainda perdeu muito sangue até ser socorrida pela viatura da PM e levado ao Hospital Regional Chagas Rodrigues e em seguida transferida para o HUT em Teresina.

Reporter10.com

Grupo armado faz arrastão e leva celulares de banhistas na praia da Pedra do Sal

O grupo realizava uma excursão ao litoral piauiense.

Polícia Redação Piripiri 28 de outubro de 2016 12:04h

Na manhã desta quinta-feira (27), um grupo de um colégio de Parnaíba que fazia parte de uma excursão na Pedra do Sal, litoral do Piauí, foi rendido por três homens armados que levaram cerca de seis telefones celulares.

O roubo ocorreu nas imediações das pedras, lugar muito frequentado por visitantes. As vítimas se deslocaram até a delegacia em Parnaíba para registrar queixa.

Duas viaturas da policia militar se deslocaram até a praia de Pedra do Sal, porém, ninguém chegou a seu preso. A guarnição continuava até o meio dia fazendo buscas aos suspeitos do roubo.

Segundo informações de testemunhas, os criminosos após praticarem o crime, esconderam-se entre as pedras.

Com informações do Folha de Parnaíba

Homem é amarrado em tronco após suspeita de ter estuprado um animal

O dono da propriedade desconfiou do comportamento estranho da bezerrinha.

Polícia Redação Piripiri 28 de outubro de 2016 08:55h

No município de Buriti dos Lopes um caso de abuso sexual contra um animal chocou população. Um homem foi ‘amarrado’ em um tronco após ter sido flagrado ‘estuprando’ uma bezerra, além de ser suspeito de furtar alguns pertences de uma família. O caso aconteceu durante a madrugada e o homem identificado como Cirilo, de 43 anos, foi denunciado à polícia.

O dono dos animais e da propriedade onde ocorreu o caso, Edmar Miranda Rodrigues, relatou que por oito dias uma bezerra estaria apresentado comportamentos e sintomas estranhos, como sangramento na genitália e tremores. Ele afirmou ainda que o suspeito havia praticado alguns furtos em sua propriedade e estava sendo observado.

O Grupamento da Polícia Militar da cidade foi acionado e ao chegar ao local encontrou o homem já dominado e amarado ao tronco, quando foi preso em flagrante e o levado para delegacia.

No local foram encontrado um facão, uma sandália e várias cordas pertencentes do suspeito. Um boletim de ocorrência foi feito pelo dono da propriedade.


Com informações do Portal Litoral Notícias

Operação contra o tráfico cumpre 36 mandados em Piripiri e mais 5 cidades.

10 pessoas foram presas na operação da polícia denominada 'Sete Cidades'.

Polícia Redação Piripiri 27 de outubro de 2016 09:38h

Foi deflagrada na madrugada desta quinta-feira (27/10) a operação ‘Sete Cidades’, onde a Secretaria de Segurança através da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre) que cumpre mandados na região de Campo Maior, onde são cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão.

A operação foi presidida pelos delegados Mateus Zanata e Hildson Leal e em como objetivo o combate ao tráfico de entorpecentes nas cidades próximas a Campo Maior.

O secretário de Segurança Fábio Abreu deu orientações às equipes durante a madrugada e reiterou os cuidados necessários no cumprimento dos mandados.

“Nosso objetivo é finalizar uma operação que já está em andamento desde o ano passado, operações que a gente começou com interceptações, mas hoje a gente está procurando finalizar esta operação porque está com tanto tempo. O que já temos são as 10 pessoas já presas na cidade de Campo Maior, mas o objetivo não foi só Campo Maior, uma parte foi deflagrada em Teresina, Altos, Piripiri e Barras. São 36 mandados de busca e 11 mandados de prisão, além e alguns flagrantes que já foram constatados aqui, em função de localização de arma de fogo. Não era previsto no mandado de prisão, mas no local foi encontrada arma de fogo, então está sendo feito flagrante, então vai para 12 prisões por causa do flagrante”, disse o secretário.

Assessoria da Comunicação da Pol. Civil /180graus.com

Comandante esclarece dúvidas sobre os últimos casos policiais em Piripiri.

Muitas informações inverídicas circularam nas redes sociais.

Polícia Redação Piripiri 26 de outubro de 2016 13:34h

O comandante do 12º Batalhão da Policia Milita de Piripiri, Major Erisvaldo Viana convocou a imprensa nesta manhã de quarta feira, dia 26, para fala dos últimos acontecimento policiais em nossa cidade, inclusive, esclarecer alguns comentários sobre o assassinato do professor Luciano Fernandes, e no que diz respeito ao suposto envolvimento de um Policial Militar.

Ex-procurador-geral do Ministério Público do Piauí é preso por corrupção

Relatório apontou irregularidades na folha de pagamentos dos servidores.

Polícia Redação Piripiri 24 de outubro de 2016 09:44h

O ex-procurador-geral de Justiça do Piauí, Emir Martins Filho, foi preso na madrugada desta segunda-feira (24) em uma operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco),com a ajuda da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar. O ex-procurador está sendo investigado por peculato, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha ou bando.

Denominada Operação IL Capo, a ação é do próprio Ministério Público Estadual após relatório Processo de Controle Administrativo Lavrado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) em 2010.

O relatório do CNMP apontou que auditoria realizada na folha de pagamentos dos servidores públicos do MP identificou desvio de dinheiro público no período de gestão do ex-procurador-geral de Justiça do Piauí.

Segundo a PRF, o ex-procurador estava sendo monitorado pelas equipes quando foi flagrado em seu carro em uma avenida de Teresina. Uma vez abordado, foi encontrada em seu veículo uma mala com roupas e outros pertences pessoais.    

Ainda estão sendo cumpridos outros mandados de prisão e de busca e apreensão, em Teresina e em Picos, com o objetivo de combater crimes praticados pelo ex-procurador-geral de Justiça do Piauí. Ele esteve no cargo no período de novembro de 2004 a novembro de 2008.

Para o promotor de justiça Rômulo Cordão, Coordenador do Gaeco, a operação evidencia que CNMP e MP estão engajados no combate à corrupção e lavagem de dinheiro, preocupados com a boa gestão pública, servindo a sociedade com excelência e dedicação. A operação foi denominado "Il Capo"

A defesa do ex-procurador-geral de Justiça do Piauí Emir Martins Filho foi procurada, mas ainda não foi localizada para comentar o caso.

Com informações do G1.com

Veja também:


Ex-procurador desviou pelo menos R$ 8 milhões do Ministério Público, afirma Gaeco


Menino de dois anos morre após indícios de estupro e pai é suspeito

Após perícia do IML, foi constatado que a criança estava com sífilis.

Polícia Redação Piripiri 23 de outubro de 2016 10:54h

Um garoto de apenas dois anos morreu na última sexta-feira (21) na cidade de Parnaíba (318 km de Teresina), após apresentar fortes dores e ferimentos na região do ânus. O policial civil da cidade, Robson Castilho, disse que a suspeita é de que o menino tenha sido vítima de estupro e o pai, que já foi indiciado pelo mesmo crime, prestou depoimento à polícia.

Robson informou que o menino havia sido levado pela mãe por quatro vezes ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), de Parnaíba. A família e a criança são naturais e moram na cidade vizinha, Ilha Grande do Piauí. 

"Ele estava apresentando dores na região íntima e possuía ferimentos, deu entrada diversas vezes no hospital e na última, quando faleceu, uma pediatra colheu material da região machucada, constatou que o menino estava com sífilis. Ela então pediu que o IML fizesse uma perícia no corpo", disse. 

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível caracterizada por feridas nos órgãos genitais e no ânus e é transmitida por meio do contato com essas feridas. O resultado do exame feito pelo Instituto ainda não foi divulgado, informando com detalhes a causa da morte da criança. 

Segundo Robson, após a constatação de que a criança possuía uma DST e lesões compatíveis com estupro, o pai do menino foi ouvido. O policial disse que ele já respondeu por estupro depois que a enteada - que ainda mora com ele - informou que ele a havia assediado e observado ela tomando banho. 

"Ele foi indiciado por esse crime, então é o principal suspeito, mas ele nega. Foi ouvido na Central de Flagrantes de Parnaíba e chegou a pontar outras pessoas, como vizinhos da família, mas tudo isso ainda vai ser apurado e todos os possíveis autores do crime serão ouvidos", disse. 

O menino teve seu corpo velado na casa onde morava com a mãe, o pai e duas irmãs - as meninas são filhas de outro homem. Seu sepultamento aconteceu no cemitério da cidade de Ilha Grande.


Homem é preso após agredir fisicamente a própria mãe em Piripiri

Polícia Redação Piripiri 07 de outubro de 2016 12:51h

Um homem identificado como José Gonçalves dos Santos foi preso no final da noite desta quinta-feira (06) na cidade de Piripiri, após agredir fisicamente a própria mãe e alguns familiares, além de ameaçar policiais com uma arma de fogo. As informações são da Polícia Militar.

De acordo com o major Erisvaldo Viana, comandante do 12º Batalhão da PM, a polícia foi acionada por volta das 23h. “Ao chegar no local, os policiais constataram que ele havia agredido a mãe e os irmãos e ainda estava armado com uma espingarda de calibre 28”.

O acusado ameaçou atirar contra a polícia, que conseguiu imobilizá-lo depois de um tempo, após dialogar e utilizar manobras estratégicas. José Gonçalves foi detido e encaminhado à delegacia, onde foi autuado pelos crimes de lesão corporal e porte ilegal de arma de fogo.


Fraudes no INSS são descobertas no município de Piripiri e Pedro II.

Os golpes eram feitos com a elaboração de certidões de nascimento falsas.

Polícia Redação Piripiri 07 de outubro de 2016 12:08h

Deflagrada nesta quinta-feira (06) pela Polícia Federal em vários Estados, a “Operação Imperador” conseguiu apurar que as fraudes contra o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) tiveram início no Piauí e Maranhão. Em Piripiri e Pedro II foram cumpridos 4 mandados de busca e apreensão e, segundo a PF, nessas cidades eram onde originavam os golpes com a elaboração de certidões de nascimento falsas.

De acordo com a PF, a organização criminosa agia em todo o país e pode ter causado um prejuízo atual para os cofres da Previdência Social de aproximadamente R$2.3 milhões (considerando 62 benefícios analisados), e no prejuízo evitado de aproximadamente R$ 9.3 milhões (considerando a expectativa de vida das pessoas, de acordo com o índice do IBGE).

De acordo com a delegada Marcela Rodrigues de Siqueira Vicente, chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários da PF de Goiás, os membros da quadrilha utilizavam registros de nascimentos e identidades falsas com dados inexistentes para instruir os processos de concessão de benefícios assistenciais e previdenciários que eram aprovados em agências do INSS no estado de Goiás e no Distrito Federal.

Com a documentação falsa, o grupo conseguia obter vantagens em cerca de 62 benefícios que vão desde aposentadoria a seguro desemprego. “Identificamos o uso de várias identidades.

Foram descobertos através de um sistema novo, que rastreia através da biometria e usa banco de dados de biometria de suspeitos. O banco permite que seja possível apontar se o suspeito de uma determinada biometria foi preso em outro estado”, explica.

No Piauí, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, sendo dois nas cidades de Piripiri e outros dois em Pedro II. Segundo a delegada, eram nessas cidades onde o crime começava, pois com as certidões de nascimento falsas – com vários nomes diferentes -emitidas em cartórios inexistentes, eles começavam a retirar os demais documentos, mas ambos com a mesma biometria.

“Eles falsificavam certidões de nascimento do Piauí e Maranhão. Nesses estados foi constatada a falsidade material, identificou que o cartório não existia, talvez por que a maioria sejam oriundos de lá [das cidades piauienses]”, explica a delegada Marcela.

Não foram registradas prisões no Piauí e Maranhão e, segundo a delegada, os benefícios eram distribuídos entre os próprios suspeitos, que até agora totalizam 12, que tinham uma vida dupla. “Eles tinham trabalho, mas tinham essa ‘renda extra’”, finaliza.

O nome da operação faz alusão ao município de Pedro II, no Estado do Piauí, onde foi apresentado um grande número de certidões de nascimento falsas nos requerimentos junto à Previdência Social.

Veja também:

Piauienses falsificavam certidões e RGs para fraudar INSS


PF deflagra operação e desarticula organização criminosa que fraudava INSS no PI

Os agentes estão atuando na cidade de Pedro II no momento.

Polícia Redação Piripiri 06 de outubro de 2016 11:37h

A Polícia Federal, em força-tarefa conjunta com a Assessoria de Pesquisa Estratégica da Previdência, deflagrou hoje (06) a operação Imperador, com o objetivo de desarticular organização criminosa que estaria atuando em fraudes contra o INSS em todo território nacional. A PF cumpre 22 mandados judiciais, no Piauí, Goiás e Distrito Federal.

O nome da operação faz alusão ao município de Pedro II, no Estado do Piauí, onde foi apresentado um grande número de certidões de nascimento falsas nos requerimentos junto à Previdência Social.

Cerca de 60 policiais federais estão cumprindo 22 mandados judiciais, sendo 11 de prisão preventiva, um de prisão temporária, dois de condução coercitiva e oito de busca e apreensão. As medidas estão sendo acompanhadas por seis servidores da Previdência Social.

A investigação, que teve início há cerca de três anos, identificou um enorme esquema de recebimento irregular de benefícios assistenciais – LOAS e previdenciários – em diferentes estados, a partir de documentação falsa originária dos Estados do Piauí e Maranhão.

Os integrantes da organização criminosa utilizavam registros de nascimentos e identidades falsas com dados inexistentes. Esses documentos serviam para instruir os processos de concessão de benefícios assistenciais e previdenciários que eram aprovados em agências do INSS no estado de Goiás e no Distrito Federal.

A PF também identificou que os investigados estariam atuando em fraudes para obtenção de seguro desemprego, a partir da inserção de vínculos laborais fictícios.

Tais práticas delituosas resultaram no prejuízo atual para os cofres da Previdência Social de aproximadamente R$2.300.000,00 (considerando 62 benefícios analisados), e no prejuízo evitado de aproximadamente R$ 9.300.00,00 (considerando a expectativa de vida das pessoas, de acordo com o índice do IBGE).

Prefeito e família são amarrados e feitos reféns em assalto

Eles foram amarrados e deixados dentro do mato por dois criminosos armados.

Polícia Redação Piripiri 05 de outubro de 2016 12:43h

O prefeito de Simplício Mendes, Dr Heli (PSD), a primeira-dama Maria do Céo, a filha do casal Janine, e o motorista da família foram mantidos reféns em um assalto no início da manhã desta quarta-feira (05/10). Na ação, eles foram amarrados e deixados dentro do mato por dois criminosos armados, que levaram o veículo, uma Hilux, de propriedade da empresa BR Locadora.

Eles foram abordados na Localidade Castanheiro, trecho da rodovia PI-143 que liga o município de Simplício Mendes a Oeiras, quando seguiam para Teresina, onde tinham compromisso no dia de hoje. Eles tiveram o veículo ultrapassado e interceptado pelos bandidos, que aparentemente não sabiam que se tratava da família do prefeito. Um deles entrou no carro, armado com um revólver, e ordenou que o motorista seguisse.

Dois quilômetros adiante entraram em uma estrada vicinal, onde as vítimas foram deixadas amarradas. Na fuga, um dos bandidos assumiu a direção da Hilux, e o outro permaneceu na Ranger prata, com placa final 9078.

Segundo Antilhon Rodrigues, secretário de Administração licenciado, a filha do prefeito foi quem primeiro conseguiu se libertar das amarras, voltou para a rodovia, e pediu ajuda a um motorista que passou na hora.

Tudo ocorreu por volta de 6h, e a família chegou a permanecer por quase uma hora em poder dos criminosos, que ainda procuraram um local específico para deixá-los amarrados. "O prefeito acredita que eles são profissionais, e que não sejam da região. Foram educados o tempo todo, não ameaçaram ninguém de morte e diziam apenas que queriam o carro. Perguntaram ao motorista se o carro estava abastecido, se tinha rastreador", disse por telefone.

Ainda de acordo com o secretário, Janine já foi assaltada e manteve a calma o tempo todo, ajudando inclusive a negociar com os bandidos. Toda família já está em casa.

O fato já foi comunicado ao secretário de Segurança Fábio Abreu e ao gerente de polícia do interior, delegado Willame Moraes. A Hilux, de placa LVH-9673, ainda não foi recuperada.


Câmeras flagram mulheres furtando bebidas entre as pernas em posto

A rapidez da ação impressiona!

Polícia Redação Piripiri 30 de setembro de 2016 09:24h


Câmeras de segurança de uma loja de conveniência flagraram a forma inusitada como duas mulheres furtaram duas garrafas de Whisky do Posto 10, lozalizado no km 10 da BR 343, com direção a Altos. De acordo com o proprietário do posto, que preferiu não se identificar, as imagens foram divulgadas para que a população possa ajudar a localizar as suspeitas. 

No vídeo é possível ver que as mulheres se aproximam de uma das prateleiras, a primeira, rapidamente coloca a bebida debaixo da saia e sai, a segunda esconde a garrafa na prateleira, sai e depois volta. Em seguida, ela esconde a garrafa rapidamente entre as pernas e deixa o local andando naturalmente.

A rapidez da ação impressionou até o empresário, que publicou o vídeo em sua rede social com o comentário: "Ninjas". Os dois litros da bebida estão avaliado em quase R$ 200.

As mulheres chegaram em um veículo modelo Fiat Uno de cor branca acompanhadas de mais uma mulher e outro homem. O furto ocorreu por volta das 10 da manhã do último sábado (24), mas o proprietário do posto só descobriu o furto, ao consultar as imagens das câmeras, depois de perceber o desfalque das bebidas.

O caso foi denunciado a Polícia na tarde desta quinta-feira (29).

Com informações da PM / Vídeo: CidadeVerde.com

Cinco detentos fogem da penitenciária de Esperantina

Tentaram fuga no último dia 19 de setembro

Polícia 25 de setembro de 2016 11:03h

Cinco detentos empreenderam fuga por volta das 20h deste sábado (24/09), da Penitenciária Regional Luiz Gonzaga Rebelo, em Esperantina.

De acordo com o diretor do presídio, Agnaldo Lima, os detentos estavam na cela da “Triagem A”, onde conseguiram cavar um buraco e fugiram pela parte lateral da penitenciária.

Os fugitivos foram identificados como:

BRENO DE ARAUJO, Teresina, responde por receptação e formação de quadrilha;
ELIZEU RODRIGUES NASCIMENTO, Teresina, responde por 157;
DALEY DA SILVA, União, responde por 157;
EDIMAR SOUSA SANTOS, Teresina, responde por 121 – homicídio;

Segundo o diretor do presídio, o detento JOÃO FRANCISCO DA SILVA MOURA, conhecido popularmente como “Macaxeira”, também tentou fugir com os demais, mas foi baleado na perna pelos agentes penitenciários e logo foi levado para o setor de urgência do Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman, mas não corre risco de morrer. “Macaxeira” é natural de Esperantina e foi condenado a 21 (vinte e um) anos por homicídio, roubo e tráfico de drogas.

O diretor explicou que os detentos que fugiram, tentaram fuga no último dia 19 de setembro, mas foi impedida pelos agentes penitenciários. Fonte: portalaz

VÍDEO! Idoso é encontrado amarrado nu após ter casa invadida em assalto

O assaltante era conhecido da vítima e sabia que ele estava sozinho em casa.

Polícia Redação Piripiri 23 de setembro de 2016 09:14h

Nesta quinta-feira (22/09), um adolescente foi apreendido após invadir a casa de um idoso e realizar um assalto no bairro Pedra Mole, na zona Leste. Na ação, o menor deixou o a vítima amarrada e despida dentro de casa.

“O Copom passou essa ocorrência para impedir um suspeito que estava passando na ponte que dá acesso a Santa Maria da Codipi, fizemos a perseguição, ele saiu na contramão mas conseguimos realizar a detenção do veículo e conseguimos recuperar vários objetos que ele tinha roubado de dentro da residência do cidadão. Ele foi apreendido, passou o endereço de onde tinha feito esse assalto, nós fomos até lá, entramos na casa e encontramos o cidadão com mais de 70 anos amarrado, nu, dentro de casa, foi uma cena triste”, falou o comandante.

Segundo o policial, o menor afirmou que realizou toda a ação sozinho porque já conhecia a casa da vítima e sabia que ele morava sozinho. “Ele disse que fez tudo só, isso para mim não pode ser chamado de cidadão. O idoso mora sozinho, os familiares moram na zona rural, se a polícia não chegasse ele não ia conseguir sobreviver. Nós apreendemos o carro que ele andava também”, detalhou.

O adolescente foi conduzido para a Central de Flagrantes.

Com informações do Portal Meio Norte

"Nenem Charuto", suspeito de matar o próprio pai é preso na cidade de Barras

O crime aconteceu em 2013 supostamente motivado por vingança.

Polícia Redação Piripiri 20 de setembro de 2016 10:15h

Charuto atingido na Praça de Eventos

A Polícia Militar prendeu nessa segunda-feira (19), em Barras, um homem identificado como Jeferson de Carvalho de Mendes, mais conhecido como ‘Neném charuto’, acusado de duplo homicídio na cidade de Piripiri.

De acordo o comandante do 12º batalhão de Piripiri, major Erisvaldo Viana, contra o suspeito havia um mandado de prisão preventiva e, durante os trabalhos, os policiais tomaram conhecimento que Jéferson estava vivendo na cidade de Barras. “Nós ficamos sabendo que ele estava trabalhando para um político em Barras e diligenciamos para lá. Entramos em contato com a polícia da cidade e conseguimos efetuar a prisão dele”, explicou.

Jeferson de Carvalho de Mendes é acusado de matar o pai no ano de 2013. “Além desse crime, ele cometeu um homicídio no ano passado e tentou matar outra pessoa. O mandado de prisão expedido pelo juiz de Piripiri foi cumprido e ele não ofereceu resistência na hora da abordagem”, pontuou.

RELEMBRE O CASO:

Na noite do dia 14 de Outubro de 2013, durante os festejos da cidade de Piripiri,  Francisco das Chagas Mendes conhecido como "Charuto" foi executado a tiros pelo seu filho, Jéferson de Carvalho de Mendes o "Neném Charuto".

O crime teria sido motivado por vingança visto que no ano de 2005 Charuto assassinou brutalmente sua esposa e mãe de Neném a degolando na frente dos filhos. Charuto foi condenado a 14 anos de prisão em regime semi aberto pela morte da esposa e cumpria pena na penitenciária de Parnaíba. Na época do crime ele estava em regime semi aberto e retornava ao presídio apenas à noite. 


Mãe é suspeita de assassinar o filho após suposta briga por política em Boa Hora

Essa é o segundo caso do tipo no Piauí.

Polícia Redação Piripiri 19 de setembro de 2016 09:11h

Uma mãe é suspeita de assassinar o próprio filho, identificado como Idelfonso, no município de Boa Hora, ao Norte do Piauí. O crime teria motivações políticas. O filho apoiava o candidato a prefeito que concorre à reeleição, enquanto a mãe, um candidato da oposição. 

De acordo com vizinhos, a vítima teria chegado em casa sob efeito de bebida alcoólica e os dois iniciaram uma briga.

O crime ocorreu na tarde deste domingo (18). O jovem ainda chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos. 

Ainda de acordo com vizinhos, a mãe do suspeito fazia uso de medicação controlada. 

A mulher, identificada como Celeste, foi presa e encaminhada para a Delegacia de Barras. De acordo com o agente de polícia Francisco das Chagas Oliveira Bonfim, ela está detida e será autuada em flagrante. 

“Ela chegou sem documentos. Perguntei o que tinha acontecido e ela disse que o filho tinha derrubado ela no chão e ela tinha batido com um pau na cabeça dele. E perguntei sobre a faca e ela disse que não sabia de faca. Ela toma medicamento controlado e já tem passagens pelo Hospital Areolino de Abreu”, afirmou o agente de polícia. 

A polícia civil aguarda a faca apreendida pela PM do município e o marido da suspeita que vai comparecer à delegacia depois do enterro do filho. 

ESSA É A 2ª MORTE POR BRIGA POLÍTICA
Período eleitoral no Piauí é uma época em que muitos eleitores fazem de tudo para defenderem um candidato. As tradicionais conversas em bares e na porta de casa podem virar verdadeiras confusões quando há atrito de opiniões ou dois lados resolvem discutir quem é melhor que o outro. Tem cidade que o simples fato de usar uma roupa que seja da mesma cor usada na campanha de um adversário, já é motivo de confusão. Pior ainda é quando na mesma casa alguém não resolve seguir o mesmo grupo político da família. Já houve casos até de expulsão.

Quando as brigas políticas não passam da barreira das discussões e debates, não há com o que se preocupar. O problema é quando partem para as agressões físicas, ameaças e até assassinato. No Piauí já há uma série de casos em que os posicionamentos políticos partiram para lesões corporais graves e até morte.