Polícia

Pastor Malafaia é apontado em investigação de corrupção na compra de royalties

O pastor foi alvo de condução coercitiva nesta operação.

Polícia Redação Piripiri 16 de dezembro de 2016 09:43h

A operação Timóteo que teve como alvo a corrupção na cobrança de royalties, onde segundo a polícia federal, mais de 300 policiais federais foram destacados para a realização da mesma.

As provas colhidas devem detalhar o funcionamento do esquema e como os criminosos agiam, já que os royalties muitas vezes eram repassados pela própria justiça, o que só agrava a situação.

O pastor Silas Malafaia foi alvo de condução coercitiva nesta operação. O que intriga a imprensa em geral é o fato de o mesmo defender a bandeira do combate à corrupção e precisar ser conduzido coercitivamente para prestar esclarecimentos sobre seu envolvimento ou não no esquema.