Noticias Gerais

Casal sofre overdose e criança fica presa em carro

Noticias Gerais Notícias Gerais 13 de setembro de 2016 10:08h

Agentes do Departamento de Polícia da cidade de East Liverpool, em Ohio, nos Estados Unidos, usaram uma rede social para divulgar imagens chocantes que mostram uma criança de 4 anos presa dentro de um carro no qual sua mãe e o companheiro dela aparecem inconscientes após terem sofrido uma overdose de heroína. As fotos serviram de alerta sobre os riscos do uso de drogas. As informações são do jornal "Daily Mail".

As imagens que mostram o casal "apagado" nos bancos da frente do veículo enquanto a criança está na parte traseira já foram compartilhadas mais de 16 mil vezes.

"Estamos cientes que algumas pessoas podem se sentir ofendidas por essas imagens e, por isso, sentimos muitos. Mas é o momento de o público que não usa drogas ver com o que temos que lidar no nosso cotidiano", diz a publicação na rede social. 

"O veneno conhecido por heroína tem se espalhado por muitas comunidades, não só a nossa. A diferença é que estamos tentando lidar com esse problema até que ele desapareça. E se isso significa ofender algumas pessoas, estamos preparados para lidar com isso", completa a postagem.

As fotografias foram feitas nesta quinta-feira (8). Um policial notou quando o carro no qual o casal estava passou por ele de forma suspeita antes de parar abruptamente perto de um ponto de ônibus.

Ao abordar o condutor, James Acord, de 47 anos, o policial notou que o homem estava "intoxicado" e com o comportamento alterado. Ele disse que estava levando a companheira, Rhonda Pasek, de 50 anos, para um hospital. O motorista ainda tentou arrancar com o carro, mas foi impedido pelo agente, que tirou a chave da ignição. Foi quando ele notou o filho de Pasek, de 4 anos, no banco traseiro.

Paramédicos foram chamados e quando chegaram ao local tanto a mulher quanto o companheiro estavam inconscientes. Médicos usaram um medicamento anti-overdose e os levaram para um hospital local, onde eles foram tratados.

Ambos foram presos e depois liberados. A criança está agora sob tutela do governo.