Noticias Gerais

Pai grava assassinato dos filhos e manda vídeo para família

Ele drogou as crianças antes de mata-las a sangue frio.

Noticias Gerais Notícias Gerais 30 de setembro de 2016 09:45h

O zootecnista Hugo Imaizumi, de 41 anos, que matou os filhos de 3 e 4 anos e depois tentou o suicídio, gravou as cenas do crime e mandou as imagens para a família da mulher. A revelação foi feita nesta quarta-feira, 28, pela mãe das crianças, a fisioterapeuta Juliana Paes, de 39 anos. Segundo ela, as imagens mostram Imaizumi dando remédio para que os meninos dormissem e em, seguida, usando uma faca para tirar-lhes a vida. O vídeo foi mandado via WhatsApp para a mãe de Juliana, mas quem viu as imagens foi o irmão dela, que as apagou em seguida. O tio das crianças, segundo a mulher, ficou em estado de choque.

A tragédia aconteceu na madrugada de domingo, 25, na casa do casal, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Imaizumi era doutor em Ciência Animal pela Universidade de São Paulo (USP) e um pesquisador conceituado no setor de nutrição animal. Segundo Juliana, o marido era possessivo e ela havia pedido a separação, mas ele não se conformava. Para atingi-la, planejou a morte das crianças.

Na noite do crime, ela dormia com os filhos em um quarto separado. Quando acordou, os meninos não estavam na cama. Ela foi ao quarto do marido, mas a porta estava trancada. Juliana deu a volta por fora e abriu a janela, deparando-se com as duas crianças já sem vida, ao lado do marido, que tinha uma faca cravada no pescoço. As duas crianças foram mortas com um único golpe certeiro na jugular.

Segundo ela, o relacionamento entre eles havia acabado, mas o marido não aceitava. Como estava desempregado, o zootecnista ficava com as crianças enquanto ela trabalhava, por isso nunca imaginou que ele fosse capaz de fazer mal a elas. Imaizumi continua internado no Hospital de Base de Rio Preto. Ele passou por cirurgia e está em estado estável, mas é mantido sob escolta. Assim que receber alta, será preso.

mãe das crianças mortas

Casal abastece carro e tenta pagar gasolina com 'papel sagrado'; vídeo

Noticias Gerais Notícias Gerais 20 de setembro de 2016 09:38h

Um casal de religiosos tentou pagar um posto de gasolina com pedaços de papel em branco - no formato de cédulas de dinheiro. Segundo eles, o papel é sagrado e tem valor equivalente a dinheiro. O caso aconteceu em Caçapava, em São Paulo, após o veículo ser abastecido e a Polícia Militar foi acionada.

Em um vídeo que circula pelas redes sociais, um PM dialoga com o casal que fez o pagamento com as tiras de papel. O casal, aparentemente tranquilo, afirma que o papel é sagrado e tem valor equivalente ao do pagamento pelo combustível. O PM, então, afirma que eles não podem tentar enganar outras pessoas.

"Eu entendo a religião de vocês, mas vocês não podem tentar enganar outras pessoas assim", diz o policial.

Ele ainda afirma que levará o casal preso. "Eu levo vocês presos se esse pedaço de papel não virar R$ 100", diz.

O casal continua afirmando que os papeis têm valor. Ao fim das imagens, uma senhora que está no banco de trás é questionada pelos PMs. "Está tudo certinho com a sua vida? Tem documentos aí?", diz o policial. 

A mulher nega, mas abre a bolsa, mostrando inúmeras tiras de papel. O policial pergunta sobre a suposta quantia carregada pela mulher. "Quanto de dinheiro tem aí?" e ela responde "R$ 800".

Sem um acordo com o trio, o combustível foi retirado do veículo. Com isso, não foi registrado boletim de ocorrência e o grupo foi liberado.

Fonte: Extra


Casal sofre overdose e criança fica presa em carro

Noticias Gerais Notícias Gerais 13 de setembro de 2016 10:08h

Agentes do Departamento de Polícia da cidade de East Liverpool, em Ohio, nos Estados Unidos, usaram uma rede social para divulgar imagens chocantes que mostram uma criança de 4 anos presa dentro de um carro no qual sua mãe e o companheiro dela aparecem inconscientes após terem sofrido uma overdose de heroína. As fotos serviram de alerta sobre os riscos do uso de drogas. As informações são do jornal "Daily Mail".

As imagens que mostram o casal "apagado" nos bancos da frente do veículo enquanto a criança está na parte traseira já foram compartilhadas mais de 16 mil vezes.

"Estamos cientes que algumas pessoas podem se sentir ofendidas por essas imagens e, por isso, sentimos muitos. Mas é o momento de o público que não usa drogas ver com o que temos que lidar no nosso cotidiano", diz a publicação na rede social. 

"O veneno conhecido por heroína tem se espalhado por muitas comunidades, não só a nossa. A diferença é que estamos tentando lidar com esse problema até que ele desapareça. E se isso significa ofender algumas pessoas, estamos preparados para lidar com isso", completa a postagem.

As fotografias foram feitas nesta quinta-feira (8). Um policial notou quando o carro no qual o casal estava passou por ele de forma suspeita antes de parar abruptamente perto de um ponto de ônibus.

Ao abordar o condutor, James Acord, de 47 anos, o policial notou que o homem estava "intoxicado" e com o comportamento alterado. Ele disse que estava levando a companheira, Rhonda Pasek, de 50 anos, para um hospital. O motorista ainda tentou arrancar com o carro, mas foi impedido pelo agente, que tirou a chave da ignição. Foi quando ele notou o filho de Pasek, de 4 anos, no banco traseiro.

Paramédicos foram chamados e quando chegaram ao local tanto a mulher quanto o companheiro estavam inconscientes. Médicos usaram um medicamento anti-overdose e os levaram para um hospital local, onde eles foram tratados.

Ambos foram presos e depois liberados. A criança está agora sob tutela do governo.


Selfies aumentam infestação de piolhos em escolas, diz estudo

Noticias Gerais Notícias Gerais 29 de agosto de 2016 10:47h

A febre das selfies poderia estar por trás do aumento no número de piolhos entre os alunos do ensino médio da Holanda, revelou um estudo do Instituto Nacional de Saúde Pública e Meio Ambiente (RIVM) publicado nesta segunda-feira (29).

"Acredito que a razão é o comportamento dos estudantes do ensino médio. Há muitos abraços e, quando fazem selfies, o cabelo de um entra em contato com o dos demais e permite a transferência dos insetos", explicou a especialista Desiree Beaujean à TV holandesa "RTL".

Segundo o relatório, 28% de alunos do primário e 19% dos que estão no ensino médio na Holanda têm piolhos.

Devido ao aumento dessa praga na cabeça das crianças e adolescentes, o RIVM sugere modificar as campanhas de prevenção e conscientização.

"Os pais precisam saber que existem piolhos nas escolas do ensino médio", destacou Desiree.

O estudo, realizado com 2 mil voluntários, descobriu ainda que 3/4 das infecções acontecem nos cabelos das meninas, geralmente mais longos do que os dos meninos. Além disso, o RIVM detectou que um de cada dez adultos também tem piolho.


Mãe comunica sequestro, mas corpo de bebê é achado em panela de pressão.

Noticias Gerais Notícias Gerais 23 de agosto de 2016 08:52h

A babá Renata Cerqueira, que denunciou no sábado (20) o sequestro do próprio filho, em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, foi presa na segunda-feira (22) após confessar ter escondido o corpo do bebê de dois meses, horas depois de ele ter sido achado dentro de uma panela de pressão, na casa dela. Segundo a mãe, a criança morreu afogada em uma banheira.

A babá confessou ter inventado o sequestro após quatro horas de depoimento. Ela diz que o bebê morreu afogado durante banho em uma banheira, na tarde de sábado (20).

"Segundo Renata, mãe da criança, ela informa que a criança morreu de forma acidental, ela demonstra que não estava satisfeita com o relacionamento que ela mantinha com o pai da criança. Isso talvez possa ser o motivo da criança ter morrido. Ela não demonstra frieza, ela demonstra que não está muito bem das faculdades mentais", diz o delegado Delmar Bittencourt. Renata está detida na delegacia de Eunápolis.

Depois de dois dias de buscas, a criança foi achada morta. Segundo a polícia, o bebê foi achado morto em avançado estado de composição pela patroa de Renata, que tinha ido à casa da funcionária, por causa do desaparecimento do filho dela, na segunda-feira. Conforme Valéria Chaves, responsável pela 23° Coordenadoria Regional de Eunápolis, quando a mulher chegou na casa da funcionária, a porta estava encostada e, por isso, ela resolveu entrar.

"Ao chegar no imóvel que estava vazio e com a porta aberta, a patroa de Renata começou a sentir um mau cheiro e investigou de onde vinha o odor. Quando ela abriu a panela de pressão, viu o corpo de um bebê e chamou a polícia. A mãe não estava na casa, pois haveria um protesto na cidade por conta do desaparecimento da criança", relatou Valéria.

Sequestro


Segundo a Polícia Civil, quando denunciou o suposto sequestro do filho, ela contou que a criança estava na sala de casa, dormindo em um carrinho, quando foi levada. Testemunhas informaram à polícia que uma mulher saiu da casa com a criança e fugiu do local em um carro.

Segundo o delegado plantonista Wendel Ferreira, ela contou que estaria nos fundos da casa, lavando roupas, e por conta do barulho do som na casa dos vizinhos, só percebeu o crime quando a avó do bebê chegou na casa e procurou a criança.

De acordo com as testemunhas ouvidas pela polícia, a mulher que teria levado o bebê tinha estatura mediana, pele morena e cabelo preso em um coque.

A criança morava com a mãe. O pai do bebê mora em outro local e já foi ouvido pela polícia, que descartou a participação dele no crime. Imagens de câmeras de segurança da região serão solicitadas pela polícia para ajudar na investigação.

G1.com

Depois de levar o ouro, Neymar discute com torcedores no Maracanã

Noticias Gerais Notícias Gerais 22 de agosto de 2016 10:50h

Neymar ajudou a ganhar a tão sonhada medalha de ouro no futebol masculino, na vitória sobre a Alemanha, sábado, mas o que poderia ter sido só comemoração também teve momentos de estranhamento do ídolo com a torcida e seus críticos. O jogador, que já havia gritado no microfone do repórter a frase: “Vocês vão ter que me engolir”, também se envolveu em uma situação com torcedores que gritavam seu nome na arquibancada.

Depois da vitória e da cerimônia do ouro, Neymar identificou alguns torcedores que teriam exigido mais “raça” durante o jogo. Ao passar por eles, não teve dúvida: achou que era hora de dar uma resposta à altura.

No vídeo, que circulou na imprensa e nas redes sociais, Neymar parece exaltado e é contido por jornalistas que estavam no local. Confira o vídeo abaixo:


Pastor que diz que Deus pune gays com desastres naturais tem casa inundada.

Noticias Gerais Notícias Gerais 19 de agosto de 2016 17:23h

Um pastor americano conhecido por afirmar que desastres naturais são enviados por Deus para punir gays teve a casa inundada por uma enchente, na Luisiana.

Tony Perkins contou que foi obrigado a deixar sua casa em uma canoa com sua família. Ele compartilhou fotos no Facebook e falou sobre o caso em um podcast.

“Isso é uma enchente de proporções quase bíblicas”, disse Perkins ao grupo cristão Family Research Council, polêmico por sua agenda anti-LGBT.

“Tivemos que escapar da nossa casa no sábado de canoa. Havia cerca de 3 metros de água na saída da garagem. Nossa casa encheu, nossos carros encheram”, disse.

Em 2015, ele entrevistou o pastor extremista messiânico judeu Jonathan Cahn, que lhe disse que o furacão Joaquin, em sua passagem pelo Havaí no ano passado, era um “sinal da ira de Deus”.

Na entrevista, Cahn disse que a tempestade era um sinal de que Deus estava bravo com a legalização do casamento gay e aborto e com a relação entre os Estados Unidos e Israel.

Perkins concordou, acrescentando que “Deus está tentando nos mandar uma mensagem”.

O pastor, que chegou a concorrer ao Senado americano, também já chamou a pedofilia de "um problema homossexual".

Enchentes
A Cruz Vermelha descreveu a enchente em Luisiana como o pior desastre natural nos EUA desde o furacão Sandy, em 2012.

Treze pessoas morreram nos EUA e milhares ficaram presas em suas casas e carros.

A cantora Taylor Swift doou US$ 1 milhão para as vítimas.

“O fato de tantas pessoas serem obrigadas a deixar suas casas nesta semana em Louisiana é que partir o coração”, disse ela.


VÍDEO! No Jornal da Globo, Cristiane Dias troca 'patadas' com Willian Waack.

Noticias Gerais Notícias Gerais 18 de agosto de 2016 11:54h

Esquentou o clima entre os apresentadores Cristiane Dias e William Waack do "Jornal da Globo". Durante a edição da madrugada desta quinta-feira (18), Cristiane perdeu a paciência e deixou escapar uma alfinetada no veterano.

"Boa noite a todos, agora finalmente ele me deu um oi, mas tudo bem o momento pedia pressa, a gente entende", disse criticando a atitude do apresentador que não a cumprimentou no início do jornal.

Cristiane continuou a apresentação dizendo que seria apresentada uma matéria sobre o vôlei quando foi interrompida por Waack. "Vamos falar de vôlei?", disse ele em tom irônico. Com um sorriso no rosto, Cristiane questionou: "Quer continuar?", Waack respondeu "não" de forma seca e fechou a cara.

No final do programa, foi a vez de William alfinetar a colega perguntando sua opinião após uma matéria sobre a ginástica olímpica. Cristiane foi concisa na resposta, tirando uma exclamação de William: "Só?". A jornalista devolveu: "Você quer que eu saia falando mesmo o que estou pensando?", disse visivelmente incomodada.

A situação ganhou os "Trending Topic" do Twitter e os internautas comentaram o clima pouco amigável entre eles.

"Nítido que este Willian Waack não gosta de dividir o Jornal da Globo com ninguém. Toda vez ele arranja briga. Cara estranho", opinou um internauta. "É notável que a Cris não ta suportando dividir espaço com ele na apresentação do Jornal da Globo", disse outro.

Mais tarde, a atriz Mônica Iozzi resolveu colocar mais lenha na fogueira e publicou uma foto da colega no Instagram com a legenda: "Cris Dias!!! Diva das Olimpíadas!".

Recentemente, o apresentador foi bastante criticado na internet durante uma entrevista com a cantora Anitta após a apresentação dela na abertura das Olimpíadas Rio 2016. Na opinião de vários internautas, o jornalista constrangeu a cantora.


Uma mãe acordou com os gritos desesperados de seu filho e o encontrou deitado em sua cama com uma grande cobra píton mordendo sua cabeça.

A mulher, que se chama, Tammy, contou que puxou a cobra de 3 metros para longe do filho, Tyler, ao ver a cena. O caso ocorreu em Macksville (Austrália).

Ela disse ainda que o menino dormia no topo de seu beliche quando o réptil deslizou por debaixo de seu lençol e o surpreendeu com uma mordida na mão, e depois tentou morder sua cabeça. Assustada, a mãe chamou um amigo, que foi até a casa e matou a cobra. O garoto passa bem.


Não foi somente o francês Renaud Lavillenie que andou disparando declarações polêmicas, após sua derrota para o brasileiro Thiago Braz na disputa do salto com vara, na noite desta segunda-feira, no Estádio Olímpico.

Ao jornal francês "Le Monde", Philippe d'Encausse, técnico de Renaud, colocou em xeque o ouro de Thiago, com direito a questionamento levantado pela publicação sobre a competência do brasileiro ter sido influenciado por "forças místicas".

"O Brasil é um país bizarro", teria dito Philippe a um repórter do jornal francês. Neste momento de desabafo, o treinador talvez estivesse tomado "por forças místicas do candomblé", diz Anthony Hernandez, jornalista do "Le Monde" que assina a reportagem sobre a derrota de Renaud.

Renaud faz menção ao nazismo, mas recua

Medalha de prata na competição que consagrou Thiago Braz, o francês Renaud Lavillenie parece não ter digerido muito bem a derrota para o brasileiro na competição de salto com vara na Rio-2016.

Logo após a derrota, Renaud deu uma infeliz declaração à imprensa em que mencionou o regime nazista para criticar o comportamento da torcida brasileira e suas vaias.

— Em 1936, o público estava contra Jesse Owens. Não víamos algo assim desde então. Temos que lidar com isso - disse Lavillenie, referindo-se ao atleta negro americano vencedor dos 100 e 200m rasos e do revezamento 4x100m, além do salto em distância, nos Jogos de Berlim, sob o olhar de Hitler.

Posteriormente, mais calmo e com a cabeça fria, Renaud decidiu recuar de seu comentário inicial. Na coletiva de imprensa, o atleta reconheceu seu exagero ao comparar a torcida do Rio com a de Berlim na era nazista, mas manteve o teor crítico de sua fala.

— É a primeira vez que vejo esse tipo de público. Eu já competi em muitos, muitos campeonatos, em muitos países e é a primeira vez que todo mundo está não só contra mim, mas contra todos os saltadores, exceto o brasileiro. Isso (as vaias) são para o futebol, não pro atletismo. Não há respeito. Não há fair play. É uma vergonha! Se não temos respeito nas Olimpíadas, onde vamos ter? Foi uma péssima imagem para as Olimpíadas. Eu não fiz nada para os brasileiros. Estou muito, muito triste e desapontado com o público brasileiro que estava no estádio hoje — desabafou Renaud, que buscava o bi olímpico, após levar o ouro, há quatro anos, em Londres.


Eduardo Cunha reclama de abandono e faz ameaças a Michel Temer

Noticias Gerais Notícias Gerais 15 de agosto de 2016 12:50h

Ainda pendente de um processo de cassação de mandato parlamentar previsto para ser votado em setembro na Câmara, o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) não desistiu de salvar o cargo e continua pensando em estratégias para não perder a imunidade parlamentar e suas denúncias na Lava Jato caírem nas mãos do juiz federal Sérgio Moro.

De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, no Globo deste domingo (14), Cunha enviou um mensageiro ao Palácio do Jaburu para conversar com Michel Temer.

O emissário transmitiu o recado do deputado afastado em forma de parábola e em tom de ameaça. Cunha mandou dizer que “era uma vez cinco amigos que faziam tudo junto, viajavam, faziam negócios…. então, um virou presidente, três viraram ministros e o último foi abandonado”. Seu mensageiro complementou que “isso não vai ficar assim”.

Em resposta, Temer teria dito que “está tentando ajudar” Eduardo Cunha, segundo relatos do próprio ex-presidente da Câmara. Nos últimos meses, proliferaram especulações contraditórias de que Michel Temer estaria disposto a salvar o mandato de Cunha e que a perda de poder do deputado seria um alívio para o Palácio do Planalto, caso o impeachment da presidente Dilma Rousseff seja aprovado e Temer governo até 2018.

Fonte: Jornal do Brasil


Ex-bispo afirma que Igreja Universal mantinha esquema ilegal no exterior

Noticias Gerais Notícias Gerais 15 de agosto de 2016 09:56h

Um ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus afirma que a entidade mantinha um esquema ilegal para operar milhões de dólares no exterior por pelo menos sete anos.

Alfredo Paulo Filho, 49, afirma ter sido responsável pela Universal em Portugal entre 2002 e 2009 e um dos principais auxiliares do bispo Edir Macedo, fundador da igreja, por mais de dez anos. Antes disso, diz que coordenou trabalhos da igreja em Estados como São Paulo, Rio, Minas e Rio Grande do Sul.

Segundo conta o ex-bispo, o esquema ilegal teria sido utilizado para financiar a instituição e sua emissora de TV, a Rede Record, na Europa. A cúpula da Universal teria criado uma rota para fazer remessas ilegais de dinheiro, ao menos duas vezes por ano, da África para a Europa.

Os dólares, diz, vinham da 'Fogueira Santa', uma campanha da igreja em Angola, e cerca de US$ 5 milhões eram despachados por viagem.

Ao dar detalhes, o ex-bispo relata que participou do esquema e afirma que que os milhões de dólares chegavam à Europa em um jato particular, depois de terem sido levados, de carro, de Angola até a África do Sul.

Já na Europa, em Portugal, conta ele, os dólares eram trocados por euros e depositados em uma conta no banco BCP como dízimos da igreja. A partir daí, afirma, eram transferidos para outros países europeus.

"A igreja em Portugal sustentava outras igrejas na Europa", diz Paulo Filho, sobre o motivo da operação.

O dinheiro proveniente de Angola, diz, ficava em sua própria casa em Portugal até ser depositado na conta da igreja, segundo informações da Folha de S. Paulo.

"Eu que ia pegar o dinheiro. Sabia que era ilegal", diz. O ex-bispo garante que Edir Macedo sabia de tudo.

Há pouco mais de um mês, Paulo Filho passou a postar vídeos na internet com as acusações e o caso foi divulgado pela mídia angolana.

O ex-bispo recebeu a Folha de S. Paulo em sua casa no Rio e mostrou, além de fotos com o Macedo, papéis a respeito de sua relação com a Universal, mas diz não ter provas do que relata.

"Minha prova sou eu. Participei e vi", diz. "O bispo Edir Macedo já falou em reunião de pastores que, para a obra de Deus, vale até gol de mão."

Paulo Filho deixou em 2013 a igreja, conta, depois de trair sua mulher. A informação chegou à cúpula da igreja e ele foi rebaixado para funções administrativas.

A Igreja Universal do Reino de Deus afirmou, por sua vez, por meio da assessoria, que "prepara um processo judicial contra o ex-bispo" Alfredo Paulo Filho por calúnia e difamação.

"Portanto, não se pronunciará sobre o assunto fora dos tribunais", afirmou.


Grávida de 14 anos morre queimada pela família do marido

O crime aconteceu no Afeganistão e comoveu toda a população local

Noticias Gerais Notícias Gerais 12 de agosto de 2016 09:09h

Uma adolescente de 14 anos morreu queimada viva, na última quarta-feira (10/08), por membros da família de seu marido que não aceitaram um acordo que não deu certo. O crime aconteceu no Afeganistão.

A morte, que teria sido por vingança, chocou a capital Cabul, principalmente por detalhes cruéis, como o fato dela ter sido torturada antes de ser assassinada.

Os "crimes de honra", como são conhecidos, ainda são muito comuns no Afeganistão, que se mantem preso a condutas tradicionais, especialmente àquelas relacionadas com acordos de casamento.

A jovem não morreu no momento em que foi queimada, mas ainda sobreviveu, indo a óbito no caminho para o hospital.


Mãe e pastora são presas por manter menina de 7 anos em cativeiro.

Noticias Gerais Notícias Gerais 11 de agosto de 2016 12:39h

Duas mulheres foram presas em flagrante nesta sexta-feira (6) em Ceilândia, no Distrito Federal, suspeitas de maltratar uma criança de 7 anos. De acordo com a Polícia Militar, a menina foi encontrada em um quarto escuro, trancada a cadeado, com ferimentos no rosto. Ela estava deitada no chão, sem colchão ou coberta, e sem forças para se levantar.

Uma das mulheres, de 45 anos, é mãe da criança. A outra tem 44 anos e, segundo a polícia, é uma pastora evangélica amiga da família. A criança recebeu atendimento do Samu e foi encaminhada ao Hospital Regional de Ceilândia, com quadro de desnutrição e desidratação. Segundo a ocorrência, ela também reclamava de dores pelo corpo.

A denúncia foi feita à PM por conselheiros tutelares da região. Segundo o órgão, a mãe trancava a própria filha por orientação da pastora, que dizia ver "indícios de possessão" na menina. A informação não consta na ocorrência divulgada pela Polícia Civil.

De acordo com um dos militares responsáveis pela ocorrência, a menina era mantida no cômodo há cerca de dois meses. Ela não frequenta a escola e, segundo o policial, sofria maus-tratos desde o início do ano.

As mulheres foram levadas à 23ª Delegacia de Polícia e, em seguida, transferidas para o Presídio Feminino do DF (Colmeia). Elas vão responder pelo crime de tortura, que é inafiançável e tem pena de 2 a 8 anos de prisão. A punição pode aumentada em um terço quando a vítima é uma criança, segundo a lei.


VÍDEO! Macaca mexe em celular com filhote no colo e cena viraliza; confira!

Noticias Gerais Notícias Gerais 11 de agosto de 2016 08:58h

Este vídeo que mostra uma cena improvável de macaca com seu filhote no colo enquanto mexe em um smartphone está se tornando viral.

Nas imagens que foram gravadas na China é possível ver a mãe e seu filhote, vestidos com roupas de criança, concentrados sem tirar os olhos do aparelho.

O vídeo foi compartilhado no Facebook no domingo (7), e já ultrapassou 750 mil visualizações.


Criança de 9 anos morre afogada ao tentar capturar pokémons

Noticias Gerais Notícias Gerais 09 de agosto de 2016 09:27h

O corpo de um menino de 9 anos foi localizado na noite de segunda-feira (8), no rio Tramandaí, na cidade de Imbé, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Conforme a polícia, a criança caiu na água ao tentar caçar pokémons do jogo Pokémon Go com um amigo, que conseguiu se salvar. A vítima foi identificada como Arthur Bobsin.

Segundo informações da Brigada Militar repassadas à Polícia Civil, por volta das 15h os dois jovens foram até um um terreno baldio próximo à casa onde um deles vivia para pegar um barco de fibra usado por pescadores da região.

Eles tentaram levar o barco até as águas do Rio Tramandaí, mas o barco virou logo em seguida. Os dois caíram na água, mas uma das crianças desapareceu. Ainda de acordo com a polícia, os relatos iniciais apontam que os dois não estavam acompanhados de nenhum adulto.

As buscas por Arthur, de 9 anos, iniciaram ainda pela tarde, mas foram suspensas no começo da noite de segunda. O corpo da criança foi encontrado por volta das 20h por funcionários da Transpetro que auxiliaram nas buscas.

O amigo que estava com Artur, que conseguiu se salvar, relatou à Brigada Militar que os dois tinham tentado entrar no rio para caçar pokémons.

O caso foi encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento de Tramandaí, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, e a investigação será conduzida pela Polícia Civil de Imbé.



Se vale um conselho, manda o Feliciano aquietar o pintinho dele , guardar o pintinho dele”

“Eu não sou uma menina burra. Eu tenho provas, tenho conversas, que saíram do telefone dele”

“Provavelmente eu não fui a primeira, e não sou a última. Eu serei a primeira que vai falar! Eu não aceito nada em troca. O que ele fez foi impagável”.

“Ele não me deixou sair ( do apartamento ), fez coisas à força, eu tenho a mensagem dele: ‘Feliciano, a minha boca ficou roxa’. Ele ri”

“Se você conhece o Marco Feliciano e trabalha com ele, você com certeza deve saber da conduta dele, da índole dele. Não sejamos hipócritas”.

“Eu corri atrás de todos os pastores para pedir ajuda e não posso sair prejudicada. Porque se eu sair prejudicada, eu vou à delegacia”.

* * *

“Eu não levei à delegacia ainda porque eu sou cristã, eu amo a minha igreja! (.. ) eu não fui para a delegacia porque eu sei que isso vai prejudicar não só a igreja, não é só o ministério do Feliciano, mas todo o evangelho. Eu amo a igreja”.

“Você está fazendo um bem, de você perdoar, e posso pedir para você por uma pedra em cima? O partido vai continuar tudo igual para você” (voz atribuída a chefe de gabinete de Feliciano)


A polêmica começa quando a Coluna solta uma nota sobre assédio sexual de um deputado federal a uma jovem de Brasília – caso que se revelou muito mais grave, após ela relatar pessoalmente, diante de duas testemunhas, o que houve. Ela procurou este repórter pelo whatsapp, número passado por um amigo em comum, com a mensagem: “Oi. Preciso de ajuda”. Era dia 24 de julho.

Desde então o repórter passou a trocar mensagens de whatsapp com a mulher de 22 anos que acusou de agressão e assédio sexual o pastor Marco Feliciano, deputado federal, líder do PSC e do Ministério do Avivamento, um braço evangélico que criou. A Coluna tem as evidências de provas passadas pela menina – na troca de mensagens repete que faria o B.O. na polícia – e numa reunião. Diante de um jornalista paulista e do advogado da Coluna, ela confirmou tudo. Ontem, a Coluna revelou o caso.

A menina que se diz vítima entregou os prints das trocas de mensagem que atribui a Feliciano – confirmamos em áudio com dois funcionários do PSC que se tratava do telefone pessoal dele – e também um áudio, o qual revelamos agora. Nele, a jovem diz que se reúne com o chefe de gabinete de Feliciano, Talma Bauer, em Brasília – e na conversa confirma tudo o que denunciou ao repórter e o que foi publicado.

A garota está fora de Brasília, sem os pais. Bauer confirma que esteve com a jovem, ‘numa conversa como de pai para filha’, para orientá-la, mas sobre o áudio, apesar de não ter ouvido, diz que pode ser montagem. (Detalhe, as vozes coincidem, a garota confirmou para o repórter e testemunhas que o gravou, e enviou o áudio por whatsapp para a Coluna. Não há indícios de montagem e não há qualquer interrupção no mesmo. Vamos publicar os primeiros 28 minutos dos 57 minutos da conversa reveladora).

Após sair de Brasília, misteriosamente a garota mudou toda a versão, apesar das provas entregues à Coluna e das testemunhas. Ela gravou vídeo para o youtube chamando Feliciano de ‘bacana ( confrontada por este, ela o retirou do ar ).  E agora espalha que foi usada e o repórter mente. Gravou outro vídeo que circula agora pelo whatsapp, dizendo ser ‘coisa da esquerda’, e ao lado de quem? Do querido novo amigo Bauer, alvo dessa gravação e a quem deu seguidos recados de que não poderia ficar abandonada.

Isso é só parte da verdadeira história.

Com os leitores, a prova da denúncia. Parte da transcrição abaixo, e parte no canal da Coluna Esplanada no Youtube:

Homem – Sou chefe de gabinete do Feliciano, sou um conselheiro dele. Eu pediria a você para dirimir qualquer dúvida.

Mulher – Se você conhece o Marco Feliciano e trabalha com ele, você com certeza deve saber da conduta dele, da índole dele. Não sejamos hipócritas. Não estou aqui para ganhar nada de ninguém. você não é a primeira pessoa que me procurou.

(..)

Conheci o Feliciano dentro da Câmara. Ele simplesmente chega nas pessoas e usa o que ele tem. Todo mundo erra, mas uma coisa é você ser hipócrita.. eu só perco e me exponho, eu não sou uma menina burra. Eu tenho provas, tenho conversas, que saíram do telefone dele.

Homem – Sim, eu etendo. Você se sentiu prejudicada.

Mulher – Lógico que me senti.

Homem – Qual o dano que te causou?

Mulher – Moral. Ele falou para muita gente. (..) Eu me considero uma pessoa honesta, e não estou mentindo.

Homem – É quando a gente conversa assim olho no olho a gente não mente.

Mulher – Eu não tô aqui para falar de você. Tô aqui para falar do Feliciano. (..) Ele usou de um cargo público para se aproximar, tenho provas, são provas concretas, com base. não quero prejudicar ninguém, mas não quero sair prejudica.

Homem – Eu tô com você em gênero, número e grau.

Mulher – A primeira coisa que não tô mentindo é que procurei pastores, não tô mentindo, se estivesse mentindo não chegaria aonde eu cheguei. O que coloco é o seguinte: Marco Feliciano errou, Marco Feliciano continua errando. O senhor está com ele há quantos anos?

Homem – Quinze anos.

Mulher – Então o senhor sabe o que ele faz. Eu estou falando em questão de mulheres. Custo acreditar que não saiba. Por mais que seja uma relação profissional. (..) Provavelmente eu não fui a primeira, e não sou a última. Eu serei a primeira que vai falar! Eu não aceito nada em troca. O que ele fez foi impagável.

(..) Ele usou um cargo de influência, de deputado e de pastor, para aproximar. Ele abusa desse cargo para chegar e ele veio conversando comigo de formas estranhas, colocando ‘a gente poderia se encontrar’. Não é cantando, é descaradamente dando em cima.

Homem – eu sou homem, tenho minhas vontades. tenho que ser sutil. (..)

Mulher – É por isso que a gente não tá aqui falando de você. Você tem noção. Quer entender com todas as letras o que aconteceu? Ele deu em cima de mim de forma descarada, tá bom?, Me levou a fazer coisas à força – tenho a prova disso. Dentro da casa dele. Falou que estava tendo reunião da UNE, eu fui para lá e não estava tendo, ele não me deixou sair, fez coisas a força eu tenho a mensagem ‘Feliciano, a minha boca ficou roxa’. Ele ri. Sim, aonde eu falo ‘a minha boca ficou roxa’, saiu do número dele, cujo qual ele usava, não sei se usa mais; Ele fala ‘ah, passa um batom por cima’. Eu tenho todas essas provas, o que estou falando consigo sentar com o senhor e provar.

Homem – Mas ninguém está duvidando de você;

Mulher – (..) Quando a gente fala uma coisa, principalmente quando a gente está incriminando alguém, por eu estudar direito eu sei que a gente tem que ter provas. E eu tenho todas as provas. A maior prova que eu tenho até o momento é que o Feliciano está preocupado..

Homem – Isso fica, eu estou preocupado!

Mulher – Mas ele está a ponto de ligar para as pessoas, e inventar histórias que não existem. Olha para mim, você sabe quem o Feliciano é? Então você sabe o que o Feliciano faz.

Homem – Às vezes pelo fato .. você tem uma beleza diferente.

Mulher – Mas senhor.. isso não justifica! eu tô falando de uma pessoa que é casado, deputado, pai de três filhos. Eu poderia ser a Gisele Bündchen.

Homem – Eu te asseguro (..) que eu, o que te prejudicou eu conserto. No partido, quem ficou triste com você, eu conserto.

Mulher – No partido está todo mundo sabendo da história!

Homem – Pra você, estou pedindo desculpa em nome da família.

Mulher – Eu não levei à delegacia ainda porque eu sou cristã, eu amo a minha igreja! (.. ) eu não fui para a delegacia porque eu sei que isso vai prejudicar não só a igreja, não é só o ministério do Feliciano, mas todo o evangelho. eu amo a igreja. (..) Eu corri atrás de todos os pastores para pedir ajuda e não posso sair prejudicada. Porque se eu sair prejudicada, eu vou à delegacia.

Homem – Você está com meu telefone, ele fica ligado dia e noite, vou seguir sua orientação para consertar. Por exemplo, no partido você vai ter acesso direto e reto, você vai ter espaço..

Mulher – Se vale um conselho, manda o Feliciano aquietar o pintinho dele, é guardar o pintinho dele. Eu não estou fazendo favor a ninguém.

Homem – Você falou a verdade, não está fazendo favor a ninguém, você está fazendo um bem, de você perdoar, e posso pedir para você por uma pedra em cima? O partido vai continuar tudo igual para você, e para melhor. (..) está pior para ele do que para o partido.

Mulher – A partir do momento que eu ver que não vou mais ser prejudicada – eu não estou falando mais em nome do Feliciano não, em nome da igreja, em nome da bandeira que defendo. Pensa bem se levo isso para uma delegacia, com que cara vou chegar numa comissão?


Com informações da Coluna Esplanada Brasília

Professora do Piauí apresenta projeto 'inusitado' no programa 'Encontro'

Noticias Gerais Notícias Gerais 02 de agosto de 2016 08:48h

professora piauiense Lessandra Ribeiro, participou do Programa Encontro com Fátima Bernardes, na Rede Globo, na manhã desta segunda-feira (1°/08) para falar de um projeto inusitado, implantado no Centro Interescolar Prefeito João Mendes Olímpio de Melo (Premen Norte), em Teresina, que mobilizou toda a comunidade acadêmica para a prevenção da gravidez precoce e doenças sexualmente transmissíveis.

Ao iniciar o quadro 'Professora Criativa', a apresentadora Fátima Bernardes falou que em 2014, 18% das jovens entre 15 e 19 anos engravidaram. No Piauí essa taxa ainda está em cerca de 20%.

"A Lessandra criou um projeto muito bacana para tentar ajudar o estado e o Brasil como um todo para baixar esse número", disse Fátima ao chamar a docente e apresentar uma reportagem feita pelo jornalista Renan Nunes, da TV Clube, feita em Teresina, que mostrou como funciona o projeto.

O ator Caio Blat também participou do quadro e comentou a questão. "Dá para perceber que no final das contas você é responsável por outra vida e é muito delicado, precisa de maturidade e preparação. Namorar é gostoso, mas fazer filho é para quando estiver pronto", disse.

SOBRE O PROJETO
Os estudantes do 1º ano do ensino médio participaram de palestras sobre o tema e foram divididos em casais e receberam um pintinho para cuidar, como se fosse um filho. O objetivo é fazer com que os jovens sintam na prática a responsabilidade de cuidar de um bebê.

Além da prevenção à gravidez precoce, o Premen Norte trabalha outros temas, como o projeto Metamorfose do Lixo, iniciativa de reaproveitamento do lixo para a confecção de objetos decorativos. A ideia rendeu à escola o Prêmio "Professores do Brasil" na etapa estadual, no ano passado.

A frente desses projetos, a professora Lessandra Ribeiro explica que tudo é pensado e executado com o apoio dos alunos do 3º ano do ensino médio, por meio da Empresa Júnior da escola, que trabalha temáticas voltadas ao empreendedorismo social.

ASSISTA AO VÍDEO CLICANDO AQUI

Com informações do Gshow

Cuidado: O que não fazer quando está em uma rede de Wi-Fi pública

Noticias Gerais Notícias Gerais 01 de agosto de 2016 12:14h

As redes de Wi-Fi públicas sempre quebram um galho. Cafés, aeroportos e hotéis com redes de Wi-Fi disponíveis são convenientes pela facilidade para comunicar, para além de não gastar dados móveis. Mas elas também representam perigos.

Se você costuma utilizar redes de Wi-Fi públicas, não veja o seu e-mail ou contas bancárias. Saiba que a sua conta de email pode ter o mesmo efeito perigoso, uma vez que a conta pode ser usada para fazer reset a todos os serviços que usa.

Ao usar uma destas redes públicas, convém desligar as funcionalidades de compartilhamento e o ‘network discovery’, prevenindo, assim, que outras pessoas vejam o seu dispositivo, sendo menos provável de se tornar um alvo.

As conexões trocam grandes quantidades de informações, o que significa que é possível entrar no seu negócio, por exemplo. Como tal, tenha a certeza que os sites que visita usam protocolos de segurança, como https.

Por fim, tente não utilizar aplicativos. Os browsers têm várias funcionalidades de segurança por causa de e-Commerce e, ainda que possível, estão menos sujeitos a serem hackeados.


Sob o argumento de que o Brasil é um Estado laico, o Itamaraty decidiu suspender a concessão de passaportes diplomáticos a líderes religiosos. Com isso, o Ministério das Relações Exteriores derruba uma tradição que vem da época do Império, época em que a religião oficial do país era o catolicismo.

A decisão foi tomada após uma consulta feita pelo Itamaraty à Advocacia Geral da União (AGU). Pela legislação em vigor, o governo brasileiro dá passaporte diplomático em casos excepcionais, sendo um deles interesses de Estado.

- A AGU disse que o Estado é laico e, portanto, não tem interesses religiosos - disse uma fonte da área diplomática.

Embora a tradição na concessão de passaportes diplomáticos beneficiasse integrantes da Igreja Católica, houve flexibilização desse paradigma para pastores evangélicos, "em obediência ao princípio da isonomia". Mas essa prática começou a ser questionada por setores da sociedade civil.

O passaporte diplomático é um documento de viagem concedido gratuitamente a diplomatas e aos cidadãos que se encaixem no que determina o artigo 6º do anexo ao Decreto 5.978, de 2006. A posse do documento não confere qualquer imunidade dentro do Brasil e tampouco quando este está sendo usado pelo portador em viagem de férias.

Quem tem passaporte diplomático recebe privilégio nos aeroportos em filas e até no despacho de bagagens. Em alguns casos e dependendo do país, até o visto é dispensado.

Há cerca de 15 dias, mesmo com pareceres técnicos contrários, o Itamaraty renovou a concessão de passaporte diplomático ao pastor Samuel Cássio Ferreira e à mulher do religioso, Keila Campos Ferreira. Uma semana antes, a Justiça Federal em São Paulo determinou liminarmente a suspensão dos passaportes diplomáticos concedidos ao pastor R. R. Soares e a sua mulher Maria Magdalena Ribeiro Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus, também concedidos pelo Ministério das Relações Exteriores. O próprio juiz usou o argumentou do Estado laico.

“Na Ordem Constitucional vigente o Estado é laico, há separação plena entre Igreja e Estado, de forma que é efetivamente incompatível com a Constituição que líder religioso, nesta condição e no interesse de sua instituição religiosa, seja representante dos interesses estatais brasileiros no exterior”, destacou o magistrado.

Outro caso ocorreu com o filho do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Seu filho, Felipe, também teve seu passaporte suspenso pela Justiça de São Paulo.

Fonte: O Globo