Geral

Em sua página no facebook, o prefeito Luiz Menezes fala, de forma resumida, de como sua gestão recebeu a Prefeitura Municipal de Piripiri. Confira!

Boa tarde amigos e amigas! 

Estamos chegando ao fim da primeira semana de trabalho. Agora a corrida é contra o tempo para tirar o município da inadimplência, do atraso e da corrupção.
Já imaginávamos encontrar nossa cidade numa situação difícil, por tudo o que está à vista de todos. Mas, infelizmente, a realidade é ainda mais grave, pois recebemos o município sem a devida transição, apesar de garantida por Lei, que foi sonegada pelo ex-gestor e este, certamente haverá de ajustar contas com o povo e com a Justiça mais uma vez. 
Resumidamente, encontramos Piripiri submetida às seguintes condições:

1. Desvio no fundo de previdência do servidor público, que supera a casa dos R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais);
2. Salários e decimo terceiro em atraso;
3. Sistema de coleta de lixo desativado e toneladas de entulho acumuladas nas ruas, riachos e logradouros públicos;
4. Prédios Públicos, praças, rodoviárias, mercado, estádio e quadras esportivas deteriorados, depredados e abandonados;
5. Frota de veículos desmanchada, sucateada e reduzida (até mesmo as máquinas do PAC foram devolvidas de propósito pelo ex-gestor ao DER, após a eleição, apenas com o intuito de dificultar e prejudicar a gestão que ora inicia);
6. Salários dos servidores desconfigurados, sem qualquer isonomia, com profissionais concursados humilhados e cargos fantasmas para marajás, com valores astronômicos;
7. Limite de gastos com folha de pagamento de pessoal completamente estourado, exageradamente incompatível com a Lei de Responsabilidade Fiscal;
8. Atraso nos repasses dos parcelamentos obrigatórios junto aos órgãos federais, principalmente o INSS;
9. Ausência completa de equipamentos necessários para o funcionamento básico das repartições públicas, onde sequer uma impressora funciona na sede da prefeitura para produzir um simples documento ( a maioria dos equipamentos não existe, sumiu ou foram retirados após as eleições). Até mesmo os computadores da sede da prefeitura e gabinete do prefeito foram levados;
10. Apropriação pessoal e através de "laranjas" de imóveis públicos, terrenos na realidade pertencentes ao município e à União;
11. Fabricação de documentos para forçar a "legalização" de loteamento urbano, em desrespeito à lei federal e à Constituição;
12. Retiradas e ordem de pagamentos com novos e grosseiros indícios de mais desvios, utilizando os recursos da repatriação, após as eleições de outubro;
13. Prédio da UPA desativado, com toda instalação elétrica furtada e equipamentos abandonados;
14. Bens públicos jogados sem qualquer procedimento de controle, inventário e conservação;
15. Falta de medicamentos, material hospitalar e equipamentos nos postos e unidades de saúde;
16. Livros didáticos jogados como lixo em prédios abandonados pelo ex-gestor, no Centro Administrativo;
Além desses, outros fatos serão devidamente comprovados através de auditorias, vídeos, fotografias e análises técnicas, a fim de que os responsáveis respondam pelos crimes cometidos e pelos prejuízos causados ao povo piripiriense.
No mais, contem com o nosso empenho para devolver a gestão pública de volta para o interesse coletivo, objetivo que norteou e continuará guiando a nossa caminhada. Juntos, vamos conseguir!

Um bom fim de semana a todos!