Educação

Estudantes e professores da Uespi em greve ocupam assembleia do Piauí

Governo afirma que passa por dificuldade financeira e que faz o que pode.

Educação Redação Piripiri 19 de maio de 2016 13:00h

Um grupo formado por estudantes, professores e técnicos da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) ocupou nesta quarta-feira (18) o plenarinho da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). Os docentes da instituição estão em greve há um mês e a ocupação tem como objetivo fazer o Governo do Piauí a negociar com os profissionais, que reivindicam aumento nos salários. Eles prometem dormir no local, caso não haja uma resposta da administração estadual.

Segundo a organização, cerca de 50 pessoas estão dentro do plenarinho e igual quantidade se manifesta do lado de fora com cartazes e palavras de ordem. Não foi permitida pela PM a entrada da reportagem do G1 no local ocupado pelo grupo.

A ocupação ocorreu após a realização de uma audiência pública realizado no plenarinho na manhã desta quarta. Segundo o diretor sindical da Associação dos Docentes do Ensino Superior da Uespi (Adescp), Sergiano  Araújo, o governo não tem mostrado interesse em evoluir com as negociações.

“O grupo fez isso para obrigar o governo do estado a ouvi-los. Se não chegar nenhum representante do governo para negociar com a gente, a pretensão é dormir no local até as reivindicações sejam ouvidas”, disse.

Vários policiais militares acompanham o ato e proibiram a entrada de água e comida nas dependências do plenarinho. A PM informou que o objetivo é forçar que o grupo saia do local sem que ocorra qualquer tipo de confronto.

Verônica Viana, aluna da História da Uespi, afirmou ter sido recebida com truculência pelos PMS. “Mais cedo tentamos entrar com quentinhas para os manifestantes, mas não deixaram usando de muita truculência. Nossa luta é justa, já que queremos melhorias para professores, técnicos e alunos”, disse.

O estudante de jornalismo Hélio Alvarenga , apontou que a universidade tem diversas deficiências. “A Uespi passa por sérios problemas: faltam de livros, que são materiais básicos para a nossa formação, faltam salas de aula adequadas, laboratórios dignos, além de bibliotecas. A quantidade de professores e técnicos é insuficiente”, contou.

O secretário de governo do Piauí, Merlong Solano, afirmou que o governo do Piauí está passando por dificuldades financeiras, mas que vai retomar promoções e investimentos na Uespi.
“O governo está oferecendo o que pode . Estamos evitando atrasar salários, como já houve no Rio de Janeiro. Estamos em um estado de aperto financeiro e governo não pode atender todos as reivindicações. Vamos retomar em breve as promoções na instituição, o plano de cargos, carreiras e salários e temos R$ 25 milhões para investir na Uespi”, disse.

Entenda o caso
Os professores da Uespi estão em greve desde o dia 18 de abril, devido à falta de abertura de diálogo por parte do governo do estado para debater a campanha salarial. Segundo a organização do movimento #SOSUespi, 100% dos campi no interior do estado estão parados.

G1.com/piaui

Cerca de 50 cursos na Uespi podem ser fechados por falta de professores efetivos

E a greve continua há quase um mês.

Educação Redação Piripiri 18 de maio de 2016 13:05h

Cerca de 50 ofertados pela Universidade Estadual do Piauí estão em situação irregular e podem ser fechados. As informações são da Associação de Docentes da Uespi (Adcesp) que destaca que a Universidade não cumpre a determinação do Conselho Estadual de Educação que prevê o número mínimo de cinco professores efetivos para cada curso. 

Ainda de acordo com a Adcesp, outros dez cursos tiveram o reconhecimento denegado pelo Conselho Estadual de Educação (CEE). Os representantes da Associação ressaltam ainda que a lei estadual nº 124/2009 determina que todos os professores da Uespi deveriam ser concursados efetivos em até quatro anos, ou seja, até 2013.
 
"A própria Uespi tem um programa de desenvolvimento institucional em andamento e acredito que a comunidade universitária vai saber aonde há déficit, cursos que são ineficientes e outros que são necessários. Reitores, professores, alunos e demais servidores da instituição irão apontar os rumos das Uespi", disse o secretário estadual de Administração, Franzé Silva. 

O diálogo entre a Adcesp e o Governo está sendo intermediado pelo Ministério Público. 

Em entrevista, o gestor comentou ainda sobre as propostas apresentadas aos docentes e técnicos da Uespi que estão em greve há quase um mês. Para os docentes, a divisão das promoções e progressões, anteriormente proposta em três parcelas, agora fica em duas, a serem realizadas em junho e outubro deste ano. Para os técnicos, o pagamento seria concluído em junho, sem a necessidade de parcelamento. Para os alunos, o Governo sinalizou investimentos no montante de R$ 15 milhões, a serem  aplicados em projetos apresentados pela própria comunidade acadêmica. 

"As categorias já conversaram comigo, com o secretário de Governo Merlong Solano e até mesmo com o governador Wellington Dias. A negociação está avançada e o Governo apresentou proposta bem clara. Essa mediação é importante porque é mais um canal de diálogo para se debater os problemas da Uespi. Dentro das possibilidades financeiras do Estado, o Governo já acenou concretamente sobre as propostas", disse Franzé Silva. 

Com informações do CidadeVerde.com

Enem 2016 alcança 4,7 milhões de inscrições; prazo vai até sexta

Neste ano, as provas serão realizadas nos dias 5 e 6 de novembro.

Educação Redação Piripiri 18 de maio de 2016 09:59h

Até a manhã desta terça-feira (17), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 havia recebido 4.746.521 inscrições após mais de uma semana de sistema aberto, segundo o Inep. Os interessados em participar do exame, marcado para novembro, podem se inscrever até sexta-feira (20).

As inscrições podem ser feitas pelo site do Enem ( http://enem.inep.gov.br ) até as 23h59 do dia 20 de maio. Para se inscrever, os candidatos precisam ter em mãos o RG e o CPF – menores de idade que ainda não tiverem os documentos precisarão providenciá-los. Também será obrigatório informar um endereço de e-mail e um celular, o município onde farão a prova e a língua estrangeira do teste de Linguagens (inglês ou espanhol).

No início das inscrições os estudantes reclamaram, nas redes sociais, de problemas no site do Inep. Além de lentidão no sistema, outra reclamação foi um aviso equivocado sobre faltas na edição do ano passado.

No Enem, há a possibilidade de declarar carência para pedir a isenção. Entretanto, quem declarou carência em 2015 e não compareceu às provas perde o direito neste ano. Uma das queixas do dia foi sobre erro no site do Inep que, segundo usuários, aponta como faltosos alunos que teriam feito o exame. De acordo com o Inep, os problemas foram resolvidos.

Outra reclamação foi a respeito da taxa de inscrição, que subiu de R$ 63 para R$ 68. Quem irá concluir o ensino médio em 2016 e estiver matriculado na rede pública terá direito à isenção automática da taxa de inscrição.

Provas 
Neste ano, as provas serão realizadas nos dias 5 e 6 de novembro. No primeiro dia, sábado, o candidato terá 4 horas e 30 minutos para responder questões de ciências humanas e de ciências da natureza. No domingo, ele terá 5 horas e 30 minutos para as perguntas de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e redação.

Os portões serão abertos às 12h e fechados às 13h, no horário de Brasília. As provas começarão, nos dois dias, às 13h30. Os gabaritos oficiais das questões objetivas serão divulgados pelo Inep até o dia 9 de novembro. Já os resultados ainda não têm data marcada para serem apresentados.

O Enem deste ano tem uma estimativa de 8 milhões de inscrições. Destas, 2,2 milhões são de estudantes que estão no último ano do ensino médio.


Após acampamento, governador recebe estudantes da Uespi no Karnak

A greve já dura quase um mês.

Educação Redação Piripiri 13 de maio de 2016 09:11h

O governador Wellington Dias (PT) recebeu, na tarde desta quinta-feira (12), estudantes, técnicos e professores da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) que formam o #SOSUespi. Eles estavam acampados no Palácio de Karnak desde o começo da tarde aguardando o retorno do petista de Brasília, onde acompanhou a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O grupo reivindica melhorias para Uespi, que vão desde benefícios aos técnicos e servidores, campanha salarial dos docentes para 2016 e melhoria na infraestrutura da universidade para os alunos. 

Na semana passada, os manifestantes também ocuparam o Karnak e só deixaram o local quando tiveram a garantia que iam ser recebidos por Wellington Dias.

Os manifestantes, que vêm também do interior do estado, cobram melhor estrutura, condições de trabalho e os professores exigem uma nova negociação no que diz respeito à campanha salarial. Wellington Dias, atendeu os manifestantes pessoalmente.

Ele fez uma nova proposta para que o grupo chegue a um acordo e declare o fim da greve. O comando levou a proposta do governador para o restante dos manifestantes e deve dar uma reposta ainda nesta sexta-feira (13/05).

"O pagamento das progressões em duas parcelas que havia ficado pra 2017, vamos encerrar em outubro de 2016. Em relação aos técnicos, vamos melhorar a tabela e fazer um plano de cargos e salários para 2017", afirmou à TV Cidade Verde.

Com informações do CidadeVerde.com

Governo adia reunião com docentes e greve na UESPI segue indefinida

A greve já dura 23 dias e segue prejudicando alunos e professores.

Educação Redação Piripiri 11 de maio de 2016 12:57h

O governador Wellington Dias adiou a reunião que teria ontem (10) com os docentes da Uespi, para tratar das questões salariais e da revogação da Lei de Enquadramento, que congela a progressão de carreira dos profissionais. A informação é da professora Lina Santana, presidente da Associação dos Docentes da Uespi (ADESPI). Um novo encontro foi marcado par amanhã (12) no Palácio de Karnak. O governador se encontra em Brasília.

Com o adiamento da reunião, onde professores e governo tentariam chegar a um acordo, a greve na Uespi segue sem previsão de encerramento. De acordo com a professora Lina Santana, na semana passada, Wellington Dias se reuniu com a reitoria da universidade para apresentar uma proposta de reajuste salarial, mas, até o momento, a categoria não foi informada oficialmente sobre o conteúdo de tal proposta.

“Nós não podemos nem dizer se isso sinalizaria o fim do movimento, porque só sabemos que houve a conversa, mas nada de concreto sobre o que foi discutido nos foi repassada. Vamos aguardar até a amanhã e esperar que, dessa vez, o governador realmente nos recebe, porque só ele pode resolver esse impasse”, explica a presidente da ADESPI.

Os professores da Uespi estão organizando uma manifestação para amanhã (12), com concentração da Praça do Fripisa, no Centro. De lá, os trabalhadores seguem em passeata pela Frei Serafim até o Palácio de Karnak, onde pretendem ficar acampados até serem recebidos pelo governador Wellington Dias.

Reivindicações

Em greve a há 23 dias, os docentes da Uespi pedem a revogação da Lei 6.772/2016, que congela a progressão de carreira dos profissionais da instituição, e o cumprimento da Lei Complementar 124/2009 , que estabelece um prazo limite para que o Governo efetive o quadro docente da Uespi.

Segundo a ADESPI, atualmente a Uespi possui 600 professores temporários lecionando nos campi da Capital e do interior. O quadro de professores temporários corresponderia a 45% do total de docentes da instituição, com contrato de um ano, podendo ser renovado por mais 12 meses


Corujas Pós e Concursos Consultoria

Vem ai o grande aulão de revisão para o Concurso de Piripiri, dia 27/08

Educação 10 de maio de 2016 17:44h

Vem aí o grande  aulão de revisão para o Concurso de Piripiri, dia 27/08.

Mais informações com o professor Allex Lima (86) 9 9961 0174, professora Sued Moreira (86) 9 9849 6838. e-mail: sued.moreira@ autlook.com

O Educandário Christus, Anexo Infantil, realizou na manhã desta segunda-feira a culminância da Semana de Mimos Alusiva ao Dia das Mães. A mesma ofereceu durante a última semana atividades em prol do reforço sobre a importância das mamães na vida dos filhos.

O evento teve várias apresentações direcionadas às mães, traduzindo-se em uma manhã de muita alegria e emoção.

Segundo a Coordenadora Profª. Dariely de Carvalho Monte Amaral esses momentos lúdicos são importantes à medida que fortalecem a valorização da família. O que é de extrema importância na construção sócio-cognitiva da criança.

Educandário Christus

A escola que cresce com você!

Fonte: Núcleo de Comunicação do Educandário Christus


Inscrições para o Enem 2016 começam hoje, dia 09; taxa custa R$ 68

A inscrição é feita pela internet, no site do Enem, e vai até o dia 20.

Educação Redação Piripiri 09 de maio de 2016 09:05h

Começam hoje (9) às 10h, no horário de Brasília, e terminam às 23h59 do dia 20 as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem),  As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro. A taxa de inscrição será de R$ 68. As informações estão no edital do exame. A inscrição é feita pela internet, no site do Enem.

O participante deve ter em mãos, no ato da inscrição, o CPF e o número do documento de identidade. Deve também informar um endereço de email. Só é possível fazer a inscrição por email, assim, cada estudante deverá ter email próprio. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, vai usar o endereço e o telefone celular informado para se comunicar com o participante.

É na hora da inscrição que o participante informa se necessita de algum atendimento específico ou especializado e se é sabatista - aqueles que, por convicção religiosa, guardam o sábado, reservando o dia para descanso e oração. Eles podem fazer o exame após o pôr do sol.

O atendimento especializado é oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia ou com outra condição especial. Já o atendimento específico é feito a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas.

É também na inscrição que o estudante informa se quer utilizar o resultado do Enem para certificação do ensino médio. Para isso, é preciso ter 18 anos completos até o primeiro dia de realização das provas do exame.

Confirmação

A inscrição só é confirmada após o pagamento da taxa de R$ 68. O prazo para que isso seja feito é até as 21h59, no horário de Brasília, do dia 25. São isentos da taxa os estudantes concluintes do ensino médio em escolas públicas e os participantes de baixa renda.

Uma das novidades deste ano é que o estudante poderá pagar a taxa de inscrição em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Até o ano passado, a inscrição era paga apenas nas agências do Banco do Brasil.

A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada por meio do programa Universidade para Todos (ProUni) e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e participar do programa Ciência sem Fronteiras. Para pessoas maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio.

Agência Brasil



Professores e alunos da Uespi ocupam Karnak e pedem reunião com o governador

Alunos de Piripiri também participam do movimento.

Educação Redação Piripiri 05 de maio de 2016 11:41h

Estudantes e professores da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) que forma o #SOSUespi ocuparam na manhã desta quinta-feira (5) o Palácio de Karnak, sede do governo estadual. Segundo uma das professoras a instituição, Janete Brito, o grupo chega a quase 2 mil pessoas e o objetivo é marcar uma reunião com o governador Wellington Dias. 

A menifestação dos docentes e dicentes teve início na Praça do Fripisa, no Centro, e seguiu até o Karnak. De acordo com a professora, o grupo só vai desocupar o Palácio depois que for definida uma data para a reunião com Wellington. 

"Há um grupo do lado de fora do Karnak e outra parte dentro, na entrada, aguardando os assessores do governador que nos informaram que vão marcar uma reunião com ele. Hoje ele não vai nos receber porque está em Brasília, mas queremos uma data para esse encontro", declarou. 

A professora informou que alunos e professores pretendem discutir a situação precária da Uespi, envolvendo benefícios aos técnicos e servidores, campanha salarial dos docentes para 2016 e melhoria na infraestrutura da universidade para os alunos. 

Janete declarou que estão presentes na manifestação alunos e professores dos campi de Campo Maior, Parnaíba, Picos, Floriano, Oeiras, São Raimundo Nonato e Piripiri. 


Com informações do CidadeVerde.com

O Governo do Estado informou que o secretário Franzé Silva, de Administração e Previdência, e o reitor da Uespi, Nouga Cardoso, estiveram reunidos nesta segunda-feira (2) para conversar sobre a situação dos servidores da Universidade Estadual do Piauí, que estão em greve há mais de uma semana.

O movimento, que conta com a adesão de professores e técnicos da instituição, teve início após o Governo do Estado enviar para a Assembleia Legislativa um projeto de lei que colocaria os servidores na lei do enquadramento, que trata da organização do quadro de pessoal dos órgãos e entidades ligadas ao Governo, e traz inúmeros pontos de retrocesso para os trabalhadores.

Por conta da péssima repercussão gerada, o Governo decidiu ceder, reconhecendo que a Uespi possui leis próprias que tratam dos seus servidores.

O gestor ressaltou que os salários dos servidores serão pagos em dia, mesmo em meio ao movimento grevista. "Não podemos atrapalhar o servidor atrasando salário porque isso não é problema do servidor e sim do Estado. Não podemos colocar em risco a estabilidade do Piauí com atraso de salário", afirmou Franzé.

O secretário afirma que as reivindicações dos trabalhadores precisam ser observadas pelo Governo. Porém, ele ressalta que isso deve ser feito de uma maneira que não impacte negativamente as finanças do Estado, o que poderia resultar inclusive no atraso dos salários. 

Ainda segundo Franzé, a reunião realizada nesta segunda com o reitor Nouga Cardoso foi bastante proveitosa. "Vamos continuar avançando, ouvi a proposta que foi elaborada pela reitoria e vou levar para a equipe econômica. Queremos encontrar uma solução", enfatiza.

O secretário afirma que, mesmo com a economia fragilizada, o Piauí consegue se destacar como um dos poucos Estados do Brasil que não está com salários atrasados. "Nós temos situações de Estados que estão pagando a metade do salário num mês e a outra metade no mês seguinte, como o Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul", afirma.

Na última quinta-feira, 28 de abril, os servidores realizaram uma assembleia geral e decidiram pela continuidade da greve. E, a despeito do discurso otimista de Franzé, os servidores afirmaram que o reitor Nouga Cardoso não possui legitimidade para representar os servidores nas negociações com o secretário de Administração.

Os líderes defendem que os professores, os demais servidores e os estudantes negociem diretamente com o Governo, em busca de uma proposta que seja verdadeiramente benéfica para os trabalhadores e para a instituição.

Dentre as deliberações tomadas na última assembleia, os trabalhadores decidiram exigir uma audiência com o governador Wellington Dias (PT) e pela elaboração de uma lista de demandas locais, específicas para cada campus.

Na próxima assembleia, marcada para o dia 5 de maio, às 9 horas, em frente ao Palácio de Karnak, os servidores também vão discutir o reajuste salarial das categorias.

A greve foi deflagrada no dia 18 de abril, por tempo indeterminado. Além de se posicionarem contra a lei estadual 6.772, os servidores em greve também protestam contra o Projeto de Lei Federal 257, que prevê congelamento de salários e desligamento voluntário de servidores públicos nos níveis federal, estadual e municipal. 

Portal O Dia

Fies muda regras para facilitar preenchimento de vagas e abre inscrições dia 14

Mais de 100 mil vagas remanescentes do 1º semestre serão novamente ofertadas

Educação Redação Piripiri 28 de abril de 2016 10:49h

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terá inscrições antecipadas e regras mais flexíveis para ajudar a preencher todas as vagas ofertadas. As mudanças foram anunciadas hoje (27)  pelo Ministério da Educação (MEC) e serão implementadas no segundo semestre. Segundo o ministro Aloizio Mercadante, a intenção é facilitar o preenchimento das vagas. No primeiro semestre, das 250 mil vagas com financiamento ofertadas, cerca da metade não foi preenchida.

As mais de 100 mil vagas remanescentes no processo seletivo do primeiro semestre que não forem preenchidas até o segundo semestre serão novamente ofertadas. A inscrição, que no ano passado ocorreu em agosto, será antecipada para o período de 14 a 17 de junho deste ano.

No dia 31 de maio, serão divulgadas as vagas selecionadas pelo MEC. O resultado do processo seletivo regular será divulgado no dia 20 de junho. O Rio de Janeiro terá, no entanto, calendário diferenciado devido aos Jogos Olímpicos. As datas serão divulgadas posteriormente.

"Vamos ter uma importante flexibilização no sistema e vários novos estímulos para que mais estudantes possam acessar o Fies", disse Mercadante. Ainda não há previsão de quantas vagas serão ofertadas, Segundo Mercadante, serão mais que as 314 mil ofertadas no ano passado, e os recursos para o programa já estão assegurados.

Novas regras

As novas regras incluem a ampliação do prazo para conclusão da inscrição de cinco dias corridos para cinco dias úteis e maior autonomia para a instituição confirmar a matrícula do estudante, por meio da Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA). Haverá também redução do patamar mínimo de prestação do Fies de R$ 100 para R$ 50. As mudaças valerão para os contratos firmados no segundo semestre.

O MEC também flexibilizou a oferta de cursos prioritários. Até o último processo seletivo, 70% das vagas eram ofertadas em saúde, engenharias e licenciaturas e pedagogia. Agora serão 60% para essas áreas. De acordo com Mercadante, o remanejamento segue a demanda por esses cursos. Saúde terá metade das vagas nas áreas prioritárias, engenharia, 40%, e cursos para a formação de novos professores, 10%.

As vagas que não forem preenchidas no processo seletivo regular serão ofertadas novamente, com prazo específico para alunos inscritos que não foram aprovados. Está prevista também etapa para que os estudantes que não foram aprovados no Fies do primeiro semestre concorram às vagas remanescentes. As que sobrarem poderão também ser ofertadas em outros cursos da mesma mantenedora de ensino.

O MEC mantém a exigência de o estudante tirar pelo menos 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para concorrer às vagas e de renda familiar de até 2,5 salários mínimos por pessoa. "Essa é a nota [no Enem] que exigimos para o participante ter certificação do ensino médio. Não podemos dar uma bolsa subsidiada para estudante que tira nota abaixo da que deveria tirar para concluir o ensino médio. Isso seria rebaixar a qualidade. Não faremos isso", afirmou o ministro.

Sobre o patamar da renda, Mercadante disse que existe uma demanda para que seja alterada para até 3,5 salários mínimos para que mais pessoas possam participar do programa, mas ressaltou que a questão ainda está sendo discutida.

Agencia Brasil

Sua oportunidade chegou: CURSO DE EXTENSÃO LIBRAS 60 HORAS

Educação Paiva Filho 20 de abril de 2016 17:21h

TEMA: LIBRAS: LINGUA BRASILEIRA DE SINAIS.

E GESTÃO SOCIAL CIDADANIA E SOLIDARIEDADE.

OS DOIS SÁBADO  DIA 23.

CIDADE: PIRIPIRI NO DIA 23 DE ABRIL (50,00)

ESSE É EM PIRIPIRI NA E. A .FERREIRA NETO AO LADO DO PARAÍBA.

  HORÁRIO: SÁBADO DIA  23 MANHÃ E TARDE , ENCERRAMENTO COM ENTREGA DE CERTIFICADOS E COQUETEL. 

LIGUE: 9-9943-5156/ 98103-5511 WHAT/ 99565-5520 FALAR COM A COORDENADORA GORETE REZENDE, OU MARIA DOS REMÉDIOS 99912-1753.

TEMOS ESPECIALIZAÇÕES EM SUA ÁREA PELA A FACULDADE ISEPRO E IESM RECONHECIDA PELO O MEC ...SAÚDE DA FAMÍLA, SAÚDE PÚBLICA, URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR,POLÍTICAS PÚBLICAS, EDUCAÇÃO INFANTIL, PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA E OUTRAS, DOU BOLSA PARA QUEM AJUDAR FORMAR.


Alunos da Chrisfapi promovem solenidade para a outorga da I Honraria Acadêmica

Do curso de Administração

Educação Paiva Filho 20 de abril de 2016 17:16h

Discentes do curso de Administração do 8º período da Faculdade Chrisfapi realizaram, neste último sábado, na Clínica Escola Chrisfapi solenidade para a outorga da I Honraria Acadêmica do curso de Administração. A mesma tem a finalidade de homenagear aqueles que, honrosamente, com seu desempenho pessoal e/ou profissional, contribuíram para a formação acadêmica em determinada área de conhecimento.

Durante o evento foram homenageadas instituições, além de coordenadores, professores e funcionários da IES, sendo em um primeiro momento realizado a entrega da honraria reservada aos funcionários e ao corpo administrativo. Os homenageados nas respectivas categorias foram Patrícia Maria da Silva (Funcionário Homenageado), Rodrigo Amaral Rodrigues (Coordenador do Curso de Administração), Ivonalda Almeida (Diretoria de Ensino) e Maria do Carmo Amaral Brito (Diretoria Geral). O SEBRAE, CAAD e CRA fizeram parte da categoria Parceria Especial.

Seguindo com a solenidade foram agraciados também nas categorias: Mestre Homenageado; Lucidelva Marques, Hermínio Damasceno, Marcilene Ibiapina, Gilseane Urquiza e Anderson Lopes. A categoria Mestre Safira ficou com Ronielle Medeiros. Para Mestre Amigo foi escolhido Davi Carvalho. O Prof. Samuel Silva ocupou a categoria Mestre Saudoso. Já para juramentista da turma foi eleita Heleomar Lustosa e orador o formando Luciano Sancho. Finalizando, na categoria Patrono o Prof. Rodrigo Amaral e Prof. Dorgilan Cruz com o título de paraninfo.

Ao final foi oferecido pela turma um coffe break aos presentes, momento em que o coordenador, professor e homenageado Rodrigo Amaral, relatou tratar-se de um projeto importante e inovador, a medida que valoriza tanto os profissionais docentes quanto aqueles que fazem parte da vida acadêmica e da formação de cada um dos envolvidos no processo educacional.

Hora do Enem: estudantes sem internet têm até hoje para pedir vaga em simulado

O primeiro simulado on-line será realizado já no próximo dia 30.

Educação Redação Piripiri 20 de abril de 2016 10:34h

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até esta quarta-feira (20) para fazer o cadastro na Plataforma Hora do Enem, ferramenta inédita e gratuita de preparação para as provas do exame, lançada pelo Governo Federal. A iniciativa reúne na internet um conjunto de ações, como simulados e videoaulas, para auxiliar na preparação dos estudantes.

Ao usar um computador, tablet ou celular para acessar a plataforma, o estudante marca o curso em que quer passar e quanto tempo tem para estudar por dia para o Enem. A partir desse diagnóstico, a plataforma oferece um plano de estudo com pontos fortes e fracos na medida do participante, com exercícios, resumos e videoaulas direcionados. Hora do Enem é uma parceria entre o Ministério da Educação e o Serviço Social da Indústria (SESI), além da TV Escola, canal público do MEC.

Simulado

O primeiro simulado on-line será realizado já no próximo dia 30 para os 2,2 milhões de estudantes do último ano do ensino médio das redes pública e particular. Caso o estudante não tenha condições de realizar o simulado em computador próprio, o Ministério da Educação oferecerá 120 mil acessos por meio de universidades e institutos federais, instituições particulares e comunitárias e escolas estaduais de ensino médio. Esses estudantes precisam fazer inscrição para os locais de prova de 11 a 15 de abril, por meio da plataforma Hora do Enem.

Ainda estão previstos mais três simulados: dias 25 de junho, 13 de agosto e 8 e 9 de outubro. Os simulados seguirão o mesmo formato das questões do Enem. Com isso, as avaliações serão capazes de estimar uma nota no Enem, com o objetivo de preparar os estudantes para as provas.

MECFlix

Com apenas alguns cliques, o estudante tem à sua disposição vídeos de conteúdos para treino conforme suas necessidades, o MECFlix. O ambiente interativo tem estreia prevista para 30 de abril e traz ainda notícias atualizadas sobre o Enem, um programa diário produzido pela TV Escola e também com acesso gratuito a uma plataforma de estudo personalizado de preparação para o Enem.

Programa 

Com estreia prevista para maio, o novo programa da grade da TV Escola, Hora do Enem, ajudará na preparação dos estudantes interessados em fazer o Enem este ano com dicas de especialistas, vídeo resoluções realizados por parceiros do setor educacional, comentários de professores experientes e muito mais.

Com duração de meia hora, o Hora do Enem será exibido todos os dias às 18h, com reprises às 7h, 13h e no fim de semana. Mais de 40 canais de todo o Brasil, entre TVs universitárias e canais estaduais, vão reproduzir o programa em suas grades.

Plataforma 

A plataforma Hora do Enem é um aplicativo disponível para web e android que reúne centenas de videoaulas e milhares de exercícios abrangendo toda a matriz de conteúdo do Enem. Permitirá um diagnóstico individual e um plano de estudos personalizado para cada estudante, com base no curso desejado e nas necessidades específicas. O aplicativo ainda permitirá que os gestores das redes públicas e o Ministério da Educação acompanhem o progresso dos alunos até a realização do Enem. Os dados poderão ser utilizados para aprimorar o ensino e direcionar medidas de melhoria na educação pública.

Enem

O exame é a segunda maior avaliação de estudantes do mundo e registrou mais de 6 milhões de participantes na última edição. A nota do Enem é utilizada como critério de acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Também é a porta de entrada para estudantes em cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Maiores de 18 anos podem, ainda, obter a certificação do ensino médio por meio do exame.

Serviço:

Ministério da Educação

Colégio Frei Francisco desenvolve Projeto “Lobato no PULP”

Colégio Frei Francisco – Excelência na Educação

Educação Paiva Filho 18 de abril de 2016 17:46h

Nesta segunda-feira (18.04), os alunos do Ensino Fundamental do CFF vivenciaram um dia com Monteiro Lobato. Em ocasião da data comemorativa que homenageia o “Pai da Literatura Infantil”, os alunos e professores fizeram apresentações, recitaram poesias, caracterizaram-se conforme os personagens criados pelo escritor e, além disso, realizaram diversas ações voltadas para a leitura e escrita dentro do PULP(Plano Unificado da Língua Portuguesa).


Docentes e técnicos da Uespi aprovam greve por tempo indeterminado

Atualmente, a instituição conta com 600 professores temporários

Educação Redação Piripiri 18 de abril de 2016 15:14h

Os professores e técnicos administrativos da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira (18) em todos os campi do Estado. Na assembleia, que aconteceu no Palácio Pirajá, em Teresina, a categoria aprovou ainda uma paralisação de 20 dias nos campi do interior. Amanhã será feita nova reunião para definir os encaminhamentos do movimento.

A categoria pede, dentre outros, a abertura, por parte do Governo, de uma mesa de negociação para discutir a campanha salarial dos técnicos e professores em 2016; a revogação da Lei 6.772/2016, que congela a progressão de carreira dos docentes da Uespi, e o cumprimento da Lei Complementar 124/2009, que estabelece um prazo limite para que o Governo efetive todo o quadro docente da universidade.
De acordo com Associação dos Docentes da Uespi (ADCESP), atualmente, a instituição conta com 600 professores temporários lecionando nos campi da Capital e do interior. O quadro de professores temporários corresponderia a 45% do total de docentes da instituição, com um contrato de um ano, podendo ser revogado por mais 12 meses.

“Nós temos 140 profissionais com portaria de mudança de nível, mas, até o momento, o Governo não se pronunciou quanto às promoções”, afirmou professor Daniel Solon, representante da Associação dos Docentes da Uespi.

Cronograma

Amanhã (19), os professores e técnicos da Uespi terão uma reunião na Assembleia Legislativa para discutir a revogação da lei de congelamento dos salários e progressão de nível profissional. Na quarta-feira (20) haverá paralisação de todas as atividades nos campo do interior e de Teresina. 

Resposta

Em nota, a administração superior da UESPI informou que até o presente momento não foi notificada pela ADESPI e pelo SINTUESPI sobre os encaminhamentos que motivam a greve de professores e técnicos administrativos. "Na manhã desta segunda-feira (18), as duas categorias estiveram reunidas em Assembleia com professores, técnicos administrativos e alunos dos campi de Teresina, Campo Maior, Floriano, Oeiras e Picos", diz a nota.

Portal O Dia

Educandário Christus, sempre buscando o melhor para seu filho!

Projeto Educando com a Música

Educação Paiva Filho 17 de abril de 2016 08:48h

O Educandário Christus, sabedor da importância da música como algo singular na vida do individuo, haja vista a presença constante dos ritmos modernos, misturados ou clássicos que se manifestam diariamente, promove semanalmente um encontro com os alunos através do Projeto Educando com a Música, sendo coordenado e ministrado pela Profª. Remédios.

O mesmo envolve alunos do Ensino fundamental, sendo trabalhado durante a aula conteúdos inerentes a música, envolvendo a teoria e prática. O que leva os alunos a uma harmoniosa melodia semanalmente, marcando presença cativa durante muitos eventos da escola.

Segundo a professora, o sucesso do projeto é em decorrência do apoio total que a escola oferece, não medindo esforços para que a aprendizagem aconteça. Resultando no que inicialmente representam sons improvisados ou ritmos diversificados em melodias maravilhosas, colaborando assim para o crescimento cógnito do aluno.

Educandário Christus

A escola que cresce com você!


Enem 2016: MEC publica edital com as novas regras

As inscrições do exame começam às 10h de 9 de maio e vão até as 23h59 do dia 20

Educação Redação Piripiri 15 de abril de 2016 09:49h

Foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (15) o edital com as novas regras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. As inscrições do exame começam às 10h de 9 de maio e vão até as 23h59 do dia 20 do mesmo mês. As provas serão aplicadas em 5 e 6 de novembro. As datas foram anunciadas na quinta-feira (14) pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, em Brasília.

A taxa de inscrição subiu de R$ 65 para R$ 68 e poderá ser paga até as 21h59 do dia 25 de maio com uma guia de recolhimento da União (GRU). O pagamento agora pode ser feito em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios.
Uma das novidades deste ano é que como estratégia de segurança, além do uso de porta-objetos lacrados para eletrônicos e detectores de metais, o Inep coletará dados biométricos (impressão digital) em algum momento do exame, ainda não determinado.

O Enem é o principal acesso para as universidades públicas brasileiras. Também serve de seleção para programas do governo como o Prouni, que oferece bolsas para instituições particulares e o Fies, que disponibiliza financiamento com juros baixos a alunos carentes. No ano passado, 5,8 milhões de candidatos fizeram o exame. A expectativa do governo deste ano é chegar aos 8 milhões.

Será isento da taxa o estudante que concluir o ensino médio no ano de 2016 e estiver matriculado em escola pública, ou o estudante que se declarar carente. Participantes que obtiveram isenção no ano passado, mas não compareceram à prova, perdem esse direito na edição deste ano. Ele pode apresentar uma justificativa "de força maior" para justificar a ausência, mas o MEC vai analisar caso a caso e poderá negar o recurso.

Data da prova do Enem
No dia 5 de novembro, um sábado, os estudantes fazem as provas de ciências humanas e ciências da natureza. No dia 6, domingo, a prova terá linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática.

Segundo Mercadante, o exame foi adiado para novembro por causa das eleições, para que as provas sejam realizadas em um "clima de tranquilidade". Nos dois dias, os portões serão abertos às 12h e se fecham às 13h. O início das provas é às 13h30. Como nos anos anteriores, o primeiro dia de prova dura 4 horas e 30 minutos e o segundo, 5 horas e 30 minutos.

Os sabatistas, estudantes que guardam o dia de sábado em função da religião, farão as provas às 19h no horário local - Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima respeitarão o fuso diferenciado em relação a Brasília.
Para autismo, dislexia, discalculia, deficiência intelectual, déficit de atenção e algumas outras situações, listadas pelo Código Internacional de Doenças (CID), é preciso que o aluno apresente um parecer assinado por um médico da área. 

Condições que são identificáveis clinicamente, como a cegueira, não requerem o laudo. Quem já apresentou o documento em anos anteriores não precisa repetir o procedimento.

Participantes que desejarem tratamento pelo nome social deverão enviar documento de identificação entre os dias 1º e 8 de junho. Os cartões de confirmação, mais uma vez, estarão disponíveis pela internet e não serão enviados pelos Correios. Segundo Mercadante, a experiência do ano anterior deu certo e está "consolidada".

Segurança e tecnologia
O intervalo de 30 minutos entre o fechamento dos portões e o início das provas, para dificultar vazamentos de questões, será mantido.

Em 2015, o MEC diz ter identificado 1.570 ocorrências de maior ou menor porte, incluindo "algumas tentativas de fraude bem sofisticadas". Entre os casos, também havia pessoas se passando pelos estudantes inscritos para fazer a prova em nome de outra pessoa. Com o registro biométrico, o MEC espera evitar esse tipo de infração.

O MEC também criou um aplicativo "Enem 2016" para que o participante acompanhe o cronograma e os avisos feitos pelo ministério. O app é gratuito e estará disponível para iOS, Android. Os dados de inscrição e senha poderão ser armazenados no próprio aplicativo, para evitar perda. Não foi divulgado quando o sistema vai estar disponível para download.


Frei Francisco parabeniza alunos campeões do Torneio Programa Aabb Comununidade

Colégio Frei Francisco – Valorizando talentos

Educação Paiva Filho 14 de abril de 2016 17:07h

Nesta quinta-feira (14.04), alunos do CFF participaram do Torneio de Futsal desenvolvido pelo Programa A.A.B.B.Comunidade a convite do professor Darlynson Fabrício. Na ocasião, foram campeões os alunos da categoria 09/10/11 anos e vice-campeões os da categoria 12/13/14 anos Parabéns mais uma vez aos atletas!