Cidade

A Rua Aureliano José de Melo, mais conhecida como Rua da Glória, é uma das favoritas a ganhar o concurso “Minha Rua é mais Brasil na Copa 2014” promovido pela Prefeitura Municipal de Piripiri, através da Secretaria de Esportes - SEJUCE, que dará R$ 1 mil reais para a rua de Piripiri mais enfeitada.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na sede da SEJUCE, na Praça de Eventos, no bairro Estação, no horário das 8h às 11h30 e das 14 às 17h.

Qualquer rua do município pode participar do concurso, basta que tenha um representante dos moradores, maior de 18 anos, munido da cópia de identidade e comprovante de endereço (que deverá ser da rua cadastrada no concurso).

A decoração deverá estar concluída até o dia 24 deste mês. A rua vencedora ganhará R$1 mil reais e a segunda colocada receberá R$ 500 reais.


O secretário municipal de saúde Wilson Andrade visitou na ultima quarta-feira (11) o povoado São Luis onde fez a marcação do terreno, que fica entre a escola municipal e o posto de saúde da comunidade, neste local será implantado uma academia de saúde popular para os moradores. O prefeito Odival Andrade irá assinar a ordem de serviço para o início desta construçãodurante a programação alusiva ao aniversário de Piripiri. 

O objetivo da academia é contribuir para a promoção da saúde de toda a população a partir da implantação de uma infra-estrutura adequada com equipamentos e quadro de pessoal qualificado visando a orientação de práticas corporais , atividade física e de lazer e modos de vida saudáveis. Um dos focos de atendimento destas academias populares está voltado para o público da terceira idadepodendo reduzir o risco de desenvolver doenças cardíacas, obesidade, altos índices de diabetes e colesterol, além de reduzir o estresse, diminuir as fraturas ósseas e melhorar a qualidade do sono, coordenação motora e a convivência social destas pessoas.


A Prefeitura de Piripiri, através da Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social - SETAS, está apoiando o Governo do Estado e Secretaria do Trabalho e Empreendedorismo - SETRE, na realização da III Conferência Territorial de Economia Solidária, nesta quinta-feira (05).

O evento será no auditório do Memorial Embaixador Espedito Rezende, no horário das 8h às 17h, e deverá reunir empreendedores que atuam com atividades econômicas solidárias, representantes de ONGs, profissionais liberais e a população em geral, para discutir temas importantes para a economia de Piripiri e para os territórios, Planície Litorânea, Carnaubais e Cocais.

A Economia Solidária vem se apresentando como inovadora alternativa de geração de trabalho e renda a favor da inclusão social. Compreende uma diversidade de práticas econômicas e sociais organizadas, sob a forma de cooperativas, associações e redes de cooperação que realizam atividades de produção de bens, prestação de serviços, finanças solidárias, trocas, comércio justo e consumo solidário.

“É um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é preciso para se viver, sem explorar os outros, sem querer levar vantagem e sem destruir o meio ambiente. Cooperando e fortalecendo o grupo, cada um pensando no bem de todos e no próprio bem”, destaca William Sousa, articulador da Prefeitura de Piripiri no evento.

A Prefeitura de Piripiri, através da Secretaria de Serviços Urbanos - SEDESP, está realizando durante toda esta semana, uma operação de limpeza no centro da cidade, inclusive as ruas e avenidas das proximidades. A meta é até o final deste mês, concluir 80% da limpeza no município, aproveitando a interrupção das chuvas.

O secretário da SEDESP, Valdinar Sales, disse que estão sendo realizadas ações simultâneas em vários pontos da cidade. “A retirada de lixo acumulado nas vias públicas é considerada essencial para evitar o transtorno das pessoas e veículos”, informou.

Valdinar Sales adiantou que os cronogramas de serviços com capinas e roçados estão sendo feitos, primeiro, no centro da cidade. Depois, o trabalho segue pelos bairros, em regime de mutirão para agilizar a limpeza das ruas.

O prefeito Odival Andrade esteve acompanhando de perto os serviços dessa operação. “A ação, que consiste em capina, roçada, retirada de entulho e limpeza de meio fio, faz parte de um conjunto de medidas que a Prefeitura tem tomado em caráter preventivo após as chuvas”, frisou o gestor municipal.








A Prefeitura de Piripiri, através da Secretaria de Serviços Públicos e Desenvolvimento - SEDESP, entregou no último sábado (24), fardamento e equipamentos de proteção individual - EPIs aos servidores que trabalham na limpeza pública da cidade.

O prefeito Odival Andrade e o secretário de serviços urbanos, Valdinar Sales, participaram da entrega dos equipamentos que aconteceu na sede da SEDESP, no Morro da Saudade.

O gestor municipal destacou que está dando atenção especial ao serviço de limpeza devido à sua importância para a saúde do povo e para fazer de Piripiri uma cidade cada vez mais limpa e digna de se viver.

“Estamos equipando os servidores da limpeza pública para que tenham condições de trabalho digna, deixando-os valorizados e motivados para desempenharem suas funções com carinho e dedicação. Esse trabalho é relevante para a saúde da população”, afirmou o prefeito.

Os garis receberam fardamento (camisa e calça), calçados de segurança para proteção dos pés contra agentes cortantes, luvas de segurança para proteção das mãos contra agentes cortantes e perfurantes, e ainda, óculos de proteção incolor.

O secretário Valdinar Sales afirmou que com a entrega desses novos equipamentos, os garis vão poder exercer seu trabalho com mais dignidade. “A administração de Piripiri tem se esforçado no sentido de proporcionar aos nossos agentes de limpeza um trabalho mais humanizado e decente”, frisou o secretário.

A Prefeitura de Piripiri, através da Secretaria do Trabalho Assistência e Desenvolvimento Social (SETAS), realizará, na próxima sexta-feira, dia 30/05, uma grande festa para comemorar o dia das mães, com todas as mães que são assistidas pelas unidades no município.

A comemoração, que acontecerá no Parque de Vaquejada Cícero Barbosa, a partir das 19h00min, vai celebrar a data com várias atrações culturais, música ao vivo e dezenas de prêmios.

Segundo a secretária de assistência social, Clarinda Andrade a festa tem como objetivo proporcionar às mães uma noite de diversão, lazer e entretenimento onde as mulheres presentes receberão o valor e a atenção que merecem.

A correição de Piripiri é considerada a melhor em estrutura de alojamento de animais apreendidos nas rodovias e BR’s do Estado, segundo consta em depoimentos dos policiais rodoviários federais que trabalham na apreensão de animais, através de termo de cooperação técnica firmado entre governos federal, estadual e municipal.

A secretaria de saúde municipal inovou ao criar a primeira correição motorizada do Estado do Piauí, e agora parte para etapas de reestruturação do serviço dentro do município. Com fardamento novo e uma nova estrutura de reboque para animais, o serviço de correição do município entra numa fase de reconhecimento e apoio da população, que já liga pedindo a presença da correição nos bairros.

O serviço é complexo e melindroso. A secretaria tem que buscar animais e proprietários diariamente dentro do município numa guerra de estratégias. Alguns proprietários sabem que a correição não funciona finais de semana e soltam animais nas ruas. Sabendo disso, a Prefeitura dá folga aos laçadores no meio de semana e os convoca no final de semana para ações estratégicas.


A Prefeitura de Piripiri, através da Secretaria de Desenvolvimento e Serviços Públicos - SEDESP, está adquirindo sete novas roçadeiras para intensificar os trabalhos de limpeza nas ruas de Piripiri. Hoje, a SEDESP, possui 13 máquinas em funcionamento.

O prefeito Odival Andrade enfatizou que os novos equipamentos estão dentro da política de automação de serviço que tem como objetivo, além de conceder uma melhor qualidade de trabalho para os funcionários, também agilizar o serviço de limpeza.

Ele assinalou que as máquinas trazem uma nova tecnologia para a cidade e que serão utilizadas assim que chegarem. “São novos equipamentos para corte de grama alta e baixa. A partir da chegada estarão a serviço da população”, disse o prefeito.

O secretário de Serviços Urbanos, Valdinar Sales, informou que o trabalho de varrição, capina e coleta de lixo está concentrado nesta semana, na região da Rua de Cima, zona norte da cidade.

Valdinar lembra que os trabalhos obedecem a um cronograma da SEDESP para manter a cidade limpa e que varia, conforme as condições dos locais, como praças e canteiros, ruas e avenidas, no centro da cidade, que demandam maior frequência de roço.

A vice-prefeita de Piripiri, Socorro Mesquita, enquanto esteve à frente da Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social, trabalhou incansavelmente junto com profissionais multi-disciplinares (psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, professores, terapeutas ocupacionais, médicos, enfermeiros, técnicos, advogados), Grupo de Escoteiros, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Comerciantes, Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente, igrejas, associações de moradores, estudantes e comunidade para garantir a integridade física e psicológica de nossas crianças e adolescentes e combater o abuso sexual. Seja no trabalho diário, acompanhamentos, encaminhamentos, conscientização, palestras e eventos. A caminhada do 18 de maio realizada na gestão de Socorro Mesquita, foi a maior que já aconteceu em nossa cidade e contou com o maior números de instituições, profissionais e artistas, onde foram distribuídos a os participantes blusas da campanha, material informativo, transporte, água mineral, seguindo a preocupação com a inclusão, o reconhecimento, a motivação e o bem-estar de todos. Para Socorro Mesquita, “essa data é importante para não esquecermos um crime bárbaro que aconteceu há vinte anos contra uma criança de oito anos de idade, fazendo com que a sociedade se mobilizasse para garantirmos proteção a nossas crianças, para que elas tenham infância e futuro dignos”. (fonte: Assessoria) História Em 1973 um crime bárbaro chocou o Brasil. Seu desfecho escandaloso seria um símbolo de toda a violência que se comete contra as crianças. Com apenas oito anos de idade, Araceli Cabrera Sanches foi sequestrada em 18 de maio de 1973. Ela foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. O caso foi tomando espaço na mídia. Mesmo com o trágico aparecimento de seu corpo, desfigurado por ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória (ES), poucos foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos. Os acusados, Paulo Helal e Dante de Brito Michelini, eram conhecidos na cidade pelas festas que promoviam em seus apartamentos e em um lugar, na praia de Canto, chamado Jardim dos Anjos. Também era conhecida a atração que nutriam por drogar e violentar meninas durante as festas. Paulo e Dantinho, como eram mais conhecidos, lideravam um grupo de viciados que costumava percorrer os colégios da cidade em busca de novas vítimas. A capital do estado era uma cidade marcada pela impunidade e pela corrupção. Ao contrário do que se esperava, a família da menina silenciou diante do crime. Sua mãe foi acusada de fornecer a droga para pessoas influentes da região, inclusive para os próprios assassinos. Apesar da cobertura da mídia e do especial empenho de alguns jornalistas, o caso ficou impune. Araceli só foi sepultada três anos depois. Sua morte ainda causa indignação e revolta. Mobilização para a data O dia 18 de maio foi instituído em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. O evento foi organizado pelo Centro de Defesa de Crianças e Adolescentes (CEDECA/BA), representante oficial do Ecpat, organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia. O encontro reuniu entidades de todo o país. Foi nessa oportunidade que surgiu a ideia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil. De autoria da então deputada federal Rita Camata (PMDB/ES) - presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente do Congresso Nacional -, o projeto foi sancionado em maio de 2000. Desde então, a sociedade civil em Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes promovem atividades em todo o país para conscientizar a sociedade e as autoridades sobre a gravidade da violência sexual. O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vem manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas Aracelis. Símbolo A campanha tem como símbolo uma flor, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação junto à sociedade, proximidade e identificação com a causa. Esse símbolo surge durante a mobilização do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes de 2009. Porém, o que era para ser apenas uma campanha se tornou o símbolo da causa, a partir de 2010. Para alcançar esse objetivo, é necessário que a sociedade em geral Faça Bonito na proteção de nossas crianças e adolescentes. Chamada O slogan Faça Bonito - Proteja nossas crianças e adolescente quer chamar a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no Brasil. Lei Lei 9.970 – Institui o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil Art. 1º. Fica instituído o dia 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. (fonte:www.mds.gov.br).

Nesta quinta-feira (15), mais duas palestras foram realizadas - uma pela manhã, na Unidade Escolar Cassiana Rocha e, na parte da tarde, na Unidade Escolar Judith Santana, com a equipe de técnicos do CRAS II -, desenvolvendo as ações da campanha “Faça Bonito” que teve como foco inicial uma o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O publico alvo destas palestras foram os alunos e educadores das duas escolas do município. A palestrante foi a pedagoga do CRAS II, Socorro Silva, que teve como principal objetivo falar sobre a violência sexual e, principalmente, orientar esses profissionais sobre como identificar dentro do contexto escolar crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual.

Segundo a coordenadora do CRAS II, Ana Valéria, a intenção da palestra é identificar o problema e encorajar os profissionais a denunciarem situações de violência sexual.

"A ideia de realizar um trabalho voltado para as escolas é fazer a informação e mobilização de todos na sociedade sobre a importância da denúncia e como o olhar atento da escola é importante na contribuição para amenizar, ou até mesmo diminuir, os casos de violência contra crianças e adolescentes", pontuou a coordenadora Valéria.

Ainda na tarde desta quinta-feira o CRAS I, tendo à frente a pedagoga Valdeniza Silva, realizou uma atividade com as crianças através de uma caminhada pelas principais ruas do bairro germano e adjacências, com cartazes e faixas confeccionados pelas próprias crianças a fim de desenvolver atenção delas para o assunto com uma atividade salutar.

Outro ponto alto e importante desta campanha, que é coordenada pela SETAS, acontece no Instituto Federal de Educação (IFPI), que realiza palestra informativa para seus alunos com a psicóloga Cristiana Galeno, Coordenadora de Extensão do Campus de Piripiri, mostra de vídeo com os alunos do segundo ano da noite e debate com júri no pátio da instituição, nos intervalos das aulas.  

Atendendo a uma reivindicação antiga da população do bairro Flor dos Campos, a prefeitura de Piripiri iniciou, na manhã desta quarta-feira (14), a pavimentação poliédrica da Rua Luiz Felinto de Melo, principal via de acesso à capela Santa Rosa de Lima e ao Centro Educativo Municipal Isis Cavalcante. A obra é um sonho antigo dos moradores da região.

Dona Ireuda que, mora na rua contemplada pelos serviços, fala emocionada da obra.“Só acredito porque estou vendo de perto o início da obra”. Já para Dona Rita, moradora local, são 13 anos de espera e incansáveis pedidos através de ofícios ao poder público municipal. “A gente não acreditava mais nas promessas. Mas esse prefeito nos ouviu”, disse.

O prefeito Odival Andrade prometeu em campanha o calçamento e, por ocasião do último programa “A Prefeitura até você”, realizado no bairro, ouviu os pedidos da população e iniciou imediatamente a obra.

Estiveram presentes visitando o início dos trabalhos no bairro Flor do Campo o secretário de Cultura, Menandro Brito, os vereadores Valdivielso Monteiro, Abraão Trindade e o novo Secretário da Seinfra, José Moraes.

O prefeito Odival Andrade anunciou outros bairros da cidade que também receberão calçamento em suas vias, como é o caso do Santa Maria, Vista Alegre, Matadouro, Conjunto Abdias Monteiro Alves, além de outros que serão contemplados dentro em breve.

As obras de calçamento, que estão sendo realizadas pela empresa Gonçalves & Silva Construções, que ganhou a licitação, serão pagas com recursos próprios do município.


Na ultima quarta-feira (14), foi intensificada, na BR – 343, no posto da Policia Rodoviária, em Piripiri, a campanha contra o abuso contra crianças e adolescentes, aproveitando o dia 18 de maio, data que ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000.

A SETAS, através do Serviço de Fortalecimento de Vínculos e a Policia Rodoviária Federal de Piripiri realizaram distribuição de panfletos sobre pedofilia para todos os motoristas de automóveis e caminhões. A intenção é mobilizar o condutor contra a violência sexual nas BR’s e nos postos de gasolina cometida contra crianças e adolescentes, e sobre a importância de denunciar esses crimes.

“É importante contar com cada motorista e incentivar a denúncia, pois o abuso e a exploração de menores ainda é uma triste realidade nas BR’s do nosso país e em nosso município”, afirmou a coordenadora do Serviço de convivência e fortalecimento de Vínculos, Diva Damasceno.

As denúncias podem ser feitas às delegacias comuns ou especializadas em crimes contra crianças e adolescentes, Disque 100, Polícia Militar, Polícia Federal ou Rodoviária Federal, Ministério Público, Conselho Tutelar do município e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

“As denúncias são totalmente seguras e sigilosas. Através desta campanha queremos chamar atenção de toda região para a importância de proteger nossas crianças e adolescentes porque eles são seres em formação. Infelizmente, a maioria dos abusadores são pessoas próximas da vítima”, explica Diva Damasceno.







Prefeitura de Piripiri leva palestra sobre bullying para as mães de alunos...

...do Serviço de Convivência

Cidade Paiva Filho 14 de maio de 2014 10:20h

Nesta terça-feira (13), às 15h, na sede do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, aconteceu mais uma palestra na programação da semana de atividades da campanha municipal contra a exploração sexual infantil. "Como lidar com o bullying” foi a temática da palestra proferida pela psicóloga Ane Heracléia, chefe do Departamento de Promoção a Cidadania na SETAS, que conduziu sua fala de maneira provocativa e questionadora, possibilitando as mães tirar suas próprias conclusões.

Cerca de 40 mães compareceram à palestra e tiveram a oportunidade de entender o que é o bullying. Elas foram recebidas no Serviço de Convivência pela coordenadora Diva Damasceno e sua equipe.

"Todos nós devemos prestar atenção ao que acontece com os filhos no dia-a-dia. Não existe uma fórmula pronta para lidar com o problema. O que tem que haver é uma atuação junto ao Serviço de Convivência para identificar os casos", disse Anne Heracléia

Na oportunidade, a palestrante também relacionou os principais tipos de bullying registrados com mais frequência. Entre eles estão os apelidos vexatórios, agressão física ou verbal, difamação e ameaças, apropriação de pertences, entre outros.

Comunicado importante!

Cidade Paiva Filho 13 de maio de 2014 09:08h

A SESAM - Secretaria de Saúde Municipal de piripiri - comunica que, por motivo de manutenção em nosso carro do Odontomóvel, ficam suspensas, por esta semana, as visitas que estavam agendadas para a unidade móvel.

Informamos ainda que, a partir da próxima semana, os serviços do Odontomóvel serão restabelecidos. 

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) está a um passo de fechar. Estudantes de diversos cursos de toda a universidade estão decidindo por uma longa paralisação das atividades acadêmicas da instituição. Eles cobram professores para 401 disciplinas, correndo o risco de perderem o período. 

Para o reitor Nouga Cardoso (foto), a crise deve-se a uma expansão de cursos sem que houvesse estrutura para tal. “Começaram os cursos sem ter professores para ministrar as diciplinas, a falta desses docentes poderá refletir no número de vagas ofertadas no próximo vestibular”, afirma o reitor.

Nouga tem apelado para o governador Zé Filho (PMDB) a resolução do problema que ele reconhece ter sido criado nem pela autual reitoria, nem pelo governador, mas que ambos buscam resolver.

Caso não seja resolvido, os estudantes serão obrigados a entrar com ação coletiva contra o Estado, pela descontinuidade do serviço público, já que o grande prejudicado é o aluno. 

Essa situação está forçando a convocação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, integrante do Conselho Universitário, para decidir pelo cancelamento das disciplinas, algumas que são pré-requisito para seguir o curso, podendo por tanto, em casos mais graves, o aluno ter o curso trancado.


Veja abaixo o quadro atualizado da carência de professores e quantidade de disciplinas em aberto por campus e curso da Uespi.

Com informações do Veja Piripiri

A Prefeitura de Piripiri, através de uma equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Serviços Públicos – SEDESP, esteve, na última quinta, dia 08, no povoado Buriti Grande e região para vistoriar a construção de 75 banheiros, os chamados módulos sanitários domiciliares (MSD).

O benefício está chegando aos povoados Buriti Grande (8 Módulos), Açude da Baixa (52 Módulos) e Morro Grande (16 Módulos) e representa um investimento de cerca de R$ 450 mil, recursos do governo federal e do tesouro estadual, reivindicados pelo prefeito de Piripiri, Odival Andrade.

A obra vai mudar a vida de famílias beneficiadas que ainda usam banheiros simples, abertos e feitos de palha, e que não possuem fossas sépticas, aumentando o risco de contaminação em contato com as água servidas e sem destino correto dos dejetos. Já o Módulo Sanitário Domiciliar possui vaso sanitário, fossa séptica e uma pia para lavar as mãos com água encanada.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Urbano, Valdinar Sales, as obras são promessas feitas pelo prefeito Odival Andrade quando este esteve na região, viu a dificuldade da população e lutou para trazer os benefícios.

“O Odival (Andrade) teve essa preocupação, e junto ao governo federal, conseguiu vários módulos. São obras que nós já demos início, e vamos concluir em um prazo bem rápido, porque é uma necessidade urgente”, ressaltou Valdinar.

O superintendente de Desenvolvimento Rural - SDR, Jessé Barros, informou que o projeto de construção dos módulos será aditivado para beneficiar mais famílias na região. “É impressionante quando a gente chega e vê a alegria das pessoas que moram aqui no Buriti Grande, porque vão receber uma obra que valoriza muito a saúde do cidadão da zona rural”, frisou.

Antonio Magalhães, morador do povoado Buriti Grande, foi um dos ganhadores de um módulo sanitário e também um dos operários que ajudaram a construir a obra.

“Pra nós aqui, da comunidade, é um benefício muito grande. A gente precisa muito. É um trabalho muito importante pra nós, e ajuda também as pessoas da comunidade na área de serviços. Quem trabalha e precisa ganhar uma diária, é uma ajuda muito boa”, disse.

Outra obra que já está autorizada na região e será concluída até o final do mês é a reforma de uma passagem molhada no povoado Olho D’água de João Domingos.


Pelo segundo ano consecutivo, a Prefeitura Municipal de Piripiri realizará, nesta quinta-feira (1), uma grande programação festiva em homenagem ao Dia do Trabalhador em Piripiri.

O Prefeito Odival Andrade já autorizou o Secretário da Sejuce, Menandro Brito, a elaborar uma programação especial para este dia, que contará com a final da Copa do Trabalhador, Passeio Ciclístico e Festa na Praça de Eventos.

A equipe de trabalho da Secretaria de Juventude, Cultura, Esporte e Turismo – Sejuce – já definiu a seguinte programação para este 1º de maio, quinta-feira:

16h – Final da Copa do Trabalhador no campo da CHESF

17h – Passeio Ciclístico com saída e chegada na Praça de Eventos, percorrendo as principais ruas e avenidas da cidade, com sorteio de brindes para quem se inscrever. O Sorteio será no final do Passeio Ciclístico e as inscrições estão abertas na Praça de Eventos das 08h as 12h e das 14h às 17h.

20h – Festa do Trabalhador com as bandas Forró da Patroa e Hot Style, na Praça de Eventos.

Para o Prefeito Odival Andrade, O Dia do Trabalhador é uma data importante que não pode passar em branco. “Como representante do poder público municipal estamos fazendo a nossa parte, pelo segundo ano consecutivo, homenageando e valorizando nossos trabalhadores e trabalhadoras, seja servidor público ou do comércio local nesta data importante”, afirma o Prefeito Odival Andrade.

Colégio Frei Francisco: Presença certa em eventos religiosos

participaram representantes de escolas estaduais, municipais e particulares

Cidade Paiva Filho 28 de abril de 2014 10:46h

Na noite desta quarta-feira (23.04), alunos, professores, pais, amigos e funcionários do Colégio Frei Francisco fizeram-se presentes na Missa de Páscoa das Escolas Piripirienses.

Na ocasião, participaram ainda representantes de escolas estaduais, municipais e particulares da cidade, com destaque para a entrada das mesmas, a qual Frei Fernandes, pároco de Piripiri, denominou de Bandeirada.

Mais uma vez o CFF fez a sua parte e renovou na fé e na união a parceria entre família e escola, haja vista a quantidade e o comportamento dos participantes.

No dia 26 de abril, acontece a 21ª edição da Ação Global Nacional em 26 cidades de todos os estados e no Distrito Federal. No Piauí o evento será realizado na cidade de Angical, das 9h às 17h. A “Ação Global Mulheres. Qualidade de vida para a família!” oferecerá dezenas de serviços nas áreas de cidadania, educação, saúde e lazer para a população carente tanto de Angical como de cidades circunvizinhas.

Entre os diversos serviços oferecidos constam consultoria jurídica na área previdenciária; atendimento com abertura de processos de assistência jurídica, casamento comunitário, expedição de carteira de identidade, carteira profissional, certidão de nascimento e CPF; orientação sobre preservação do meio ambiente, e empreendedorismo individual.

Oficinas de leitura; atendimentos de aferição de pressão arterial, glicemia capilar, vacinação contra gripe (influenza), hepatite B e sarampo; práticas esportivas como futebol, vôlei e aulão de ginástica, além de apresentações artísticas, culturais e outras atividades também fazem parte deste grande “Dia de Cidadania”. 

Esta é a segunda vez que o projeto tem a mulher como tema, escolhido para ampliar as discussões iniciadas em 2013. A iniciativa foi motivada pelos números. São elas que compõem 70% da audiência de todas as edições do evento, além de atuarem como importantes agentes de mobilização social em seus núcleos familiares, levando filhos e maridos.

Uma parceria entre a Globo e o SESI, a Ação Global foi criada há 21 anos. Desde a primeira realização, o projeto se voltou para a promoção da inclusão social e da cidadania. No ano passado, a edição nacional contou com 32 mil voluntários e realizou mais de 1,5 milhão de atendimentos pelo país.

Prefeitura de Piripiri realiza leilão de veículos

Cidade Paiva Filho 23 de abril de 2014 08:34h

A Comissão de Licitação da Prefeitura Municipal de Piripiri realiza, nesta quarta-feira (23), às 9 horas da manhã, na sala de licitação da prefeitura, um leilão público para venda de bens considerados inservíveis ou de recuperação antieconômica, pertencentes ao patrimônio do município.

São veículos considerados sucata, que serão alienados através de leilão, e serão arrematados por quem fizer a melhor oferta por lote igual ou superior ao valor de avaliação de cada bem.

São quatro veículos: um automóvel Fiat Pálio 2001, pelo valor mínimo de 6 mil reais; Um Gol ano 2007, com lance inicial de sete mil reais; um caminhão Volkswagem 14-150, ano 1998, cujo valor mínimo de oferta de 35 mil reais e uma motoniveladora Patrol HWB 130, avaliada em 30 mil reais.

Os bens podem ser visitados e vistoriados na garagem da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Serviços Públicos- SEDESP - na Avenida Raimundo Holanda, e será permitida, exclusivamente, a avaliação visual dos veículos, não sendo permitido o manuseio ou experimentações.