Cada Falso

19/10: “Piauí terra querida”

"Filha do Sol do Equador" está comemorando só 192 anos?

Cada Falso Willekens Van Dorth 19 de outubro de 2014 09:45h


O PIAUÍ PODE SER MUITO MAIS VELHO, POSSUIR 256 ANOS, 50 MIL ANOS... OU MUITO MAIS!

Nosso Piauí, assim como o Brasil e até Piripiri, o mundo todo, aliás, estãos cheios de datas e fatos controversos sobre seus verdadeiros dias. A historiografia e os historiadores tem olhares diversos sobre isso.

Inicialmente, as terras do Piauí receberam a denominação Tupi de Piagüí, nome dado pelos indígenas locais. Mais tarde, Piagoí. Somente depois é que ficaram conhecidas por Piauí, que quer dizer "rio (i) de piaus (uma espécie de peixe de rios nordestinos). Piauí: “rio dos piaus”.


O Piauí foi povoado por muitas tribos indígenas antes da chegada dos portugueses ao Brasil, dentre elas, destacam-se os Tremembés, Tupis, Tapuias, Pimenteiras, Gueguês, Gamelas, Jenipapos, Guaranis, Cabuçus, Muipuras, Aitatus,  Amoipirás, Caraíbas, dentre outras. Há estimativa de que na época da colonização, existiam cerca de 150 tribos no território do Piauí. O extermínio dos índios é o grande obstáculo para que se possa afirmar com precisão quais eram essas tribos. Então, quantos anos tem o Piauí, de acordo com os verdadeiros moradores daqui?

Na região do Delta dominavam os Tremembés. Na Chapada das Mangabeiras e no Alto Parnaíba situavam-se os Aroaques, Carapotangas, Aroaguanguirras, Aranhezes, Aitatus e Corerás. Os Abetiras, os Beirtás, Coarás e Nongazes viviam no médio Parnaíba. Nas cabeceiras do rio Gurguéia viviam os Acoroás, os Rodeleiros e os Beiçudos. Na extenção do mesmo rio eram encontrados os Bocorreimas, os Corsias, os Lanceiros, Jaicós e Coroatizes. Os índios Aruazes, no riacho Sambito. Na Serra da Ibiapaba habitavam os Alongazes, os Anassus e os Tabajaras. Nas cabeceiras do Rio Piauí viviam os Acumês e os Arraiés. No Vale do Canindé viviam os Cupinharões. Nas margens do Uruçuí os Barbados e nos limites com o Pernambuco os Pimenteiras. Na região central do Estado, os Gueguês. Os Putins viviam na foz do rio Poty e os Aranhis e os Crateús nas cabeceiras.

Um bandeirante paulista, Domingos Jorge Velho, penetrou em terras piauienses. Ele desbravou o território, dizimou grande parte dos indígenas, cultivou a terra, construiu currais e criou gado. Continuou o seu caminho, desbravando novas regiões. Foi ele quem deu a atual denominação de Parnaíba ao rio que antes era conhecido como rio Grande dos Tapuias, Pará ou Punaré. Pouco depois da passagem de Domingos Jorge Velho, chegou Domingos Afonso Mafrense, o colonizador do estado e também grande matador de nossos índios. À margem do riacho Mocha, instalou a fazenda de Cabrobó, na qual residiu por algum tempo. Logo depois, formou-se um povoado, próximo a essa fazenda, com o mesmo nome, e mais tarde chamado Nossa Senhora da Vitória do Brejo da Mocha do Sertão do Piauí. Depois, Vila da Mocha e mais tarde, elevada à categoria de cidade, com o nome de Oeiras, primeira capital do Piauí.


El Matador

De sangue e de fogo
Se fez o nome.
No sangue e no fogo
Se desfaz a história
De muitas vidas

A sangue e fogo
A ferro e fogo
Um homem liquida
Seus semelhantes

No sangue
  A crueldade desnecessária
No sangue
  A violência contra os desarmados

Ao preço de tantas vidas
Sua vida se perde
Do consumo do tempo

Não matador de touros
Toureador da morte
Vencedor dos verões.
Matador de índios.

Sua glória triste
Pesa sobre nós
Sobre a sua memória
Pesa a morte inglória
Das nações Tapuias

Tenente coronel dos auxiliares
João do Rego Castelo Branco
Chefe da tropa
Senhor dos trabalhos
Castigos e desgostosos
Matador de índios

Sem firmeza
Nos ajustes de paz
Firme na guerra
A todos os índios.

Rápido na guerra
Lança os proclamas
As derramas
De gente
Farinha
Cavalos e bois

Índios e ouro
Seu sonho execrando
A lagoa dourada
O rio do Sono
Se resolve em sangue
A sede de ouro

Os corpos no campo
Para os pastos das feras
Passados à espada
  Acoroazis
  Pimenteiras
  Gueguezes

Raça estinta
Lembrança extinta
Nomes nações
Apagados
No próprio sangue

Matador de índios
A fúria de seu nome
Sua memória em sangue
Se repete.

H. Dobal


A data oficial considerada pelo Governo do Estado como o Dia do Piauí, é 19 de Outubro de 1822. Data em que a Câmara da Vila de São João da Parnaíba proclamou sua emancipação em relação a Portugal, marcando a adesão do Piauí à independência do Brasil. A data foi oficializada por Lei estadual nº 176, de 30 de agosto de 1937, apresentada pelo deputado estadual José Auto de Abreu e sancionada pelo governador em exercício, Anfrísio Lobão Veras Filho. O Piauí, então, completa 192 anos.

Mas antes, o Dia do Piauí era comemorado em 24 de janeiro, em alusão à aclamação da independência em 1823, na então capital da Província, Oeiras, pelo brigadeiro Manoel de Sousa Martins. Assim nosso Piauí teria 191 anos.

Em Piracuruca, no dia 22 de janeiro de 1823, o destacamento que Fidié ali deixara foi preso e assim se proclamou, em frente à Igreja de Nossa Senhora do Carmo, a independência do Brasil. Foi lá também, que em 10 de março de 1823, às margens da Lagoa do Jacaré, que se deu o primeiro ataque contra as tropas portuguesas e o Piauí venceu. O rio Piracuruca banha a cidade que lhe empresta o nome. Na língua Tupi significa “peixe que ronca” e vem de “pirá” = peixe e “curuca” = roncar ou resmungar. A freguesia de Nossa Senhora do Monte do Carmo nasceu em em razão do desmembramento da Freguesia do Surubim (Campo Maior). Tornou-se vila de Nossa Senhora do Carmo da Piracuruca e depois, Piracuruca.

Outra data considerada pelos historiadores é o dia 13 de março de 1823, quando houve a Batalha do Jenipapo, em Campo Maior. O 13 de março de 1823 é, por sinal, a data que está na Bandeira do Piauí. O Piauí teria comemorado 191 anos.

A Capitania de São José do Piauí, foi criada em 1718 (296 anos?), embora só venha a ser instaurada definitivamente em 1758. Por essa razão, o Piauí pode ser muito mais velho: em 29 de junho de 1758, numa Provisão das Cortes de Lisboa, sob inspiração de Joaquim José de Carvalho e Melo, o Conde de Oeiras, depois Marquês de Pombal, determina que o Piauí passe a província autônoma. Inclusive a capital da Província do Piauí ganhou o nome de Oeiras em homenagem ao Marquês. Antes, a capital era conhecida como Vila da Mocha. Em 31 de julho do mesmo ano, por determinação de Marquês de Pombal, decreto das Cortes nomeia o primeiro governador da Província do Piauí, João Pereira Caldas. Nosso Piauí, então, teria 256 anos.


SERRA DA CAPIVARA

No sul do Piauí foram encontrados sítios arqueológicos, com fósseis humanos com idade aproximada de 20 mil anos. Entre os sinais que os homens mais antigos das américas deixaram, os arqueólogos identificaram mais de 25 mil pinturas rupestres, em mais de 200 abrigos. Foram encontrados, ainda, fragmentos de fogueiras, machados, facas e raspadores. Estes vestígios foram datados em 50 mil anos de idade. Dado a importância da grande concentração de sítios arqueológicos da Serra da Capivara, situada na região de São Raimundo Nonato, foi criado o Parque Nacional da Serra da Capivara, pelo Decreto Federal no 83.548/79. Em 1991, a área foi transformada pela Unesco (Organização para Educação, Ciência e Cultura da ONU) em Patrimônio Cultural da Humanidade.

Visando preservar os sítios arqueológicos e garantir a integridade total do Parque Nacional, a equipe de pesquisadores da Missão científica Franco-Brasileira conduzida pela arqueóloga Niéde Guidon, criou a Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM).

Willekens Van Dorth

W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
_______________________________

"O Piauí é aqui"... o piauiense é do mundo!


HINO DO PIAUÍ


Letra por Antônio Francisco da Costa e Silva
Melodia por Firmina Sobreira Cardoso e Leopoldo Damascena Ferreira
Aprovado pela lei nº 1.078 de 18 de julho de 1923.


Salve terra que ao céu arrebatas
Nossas almas nos dons que possuis
A esperança nos verdes das matas
A saudade das serras azuis

Piauí terra querida
Filha do Sol do Equador,
Pertencem-te a nossa vida,
Nosso sonho, nosso amor!
As águas do Parnaíba,

Rio abaixo, rio arriba,
Espalham pelo sertão
E levam pelas quebradas,
Pelas várzeas e chapadas
Teu canto de exaltação.

Desbravando-te os campos distantes
Na missão do trabalho e da paz,
A aventura de dois bandeirantes
A semente da pátria nos traz.

Sob o céu de imortal claridade
Nosso sangue vertemos por ti;
Vendo a pátria pedir liberdade,
O primeiro que luta é o Piauí.

Possas tu no trabalho fecundo
E com fé, fazer sempre melhor
Para que no concerto do mundo
O Brasil seja ainda maior.

Possas tu conservando a pureza
Do teu povo leal progredir
Envolvendo na mesma grandeza
O passado, o presente e o porvir!


BANDEIRA DO PIAUÍ

É um dos símbolos oficiais do estado. Foi adotada oficialmente através da Lei 1.050 (promulgada em 24 de julho de 1922). Seu desenho tem o formato de um retângulo traçado na proporção 7:3 (base x altura) e dividido em treze listas horizontais, de mesma largura, verde e amarelo, intercaladas. Na parte superior direita há um cantão na cor azul com largura igual à de cinco linhas horizontais, tendo uma estrela ao centro. Em 17 de novembro de 2005, a bandeira foi alterada pela Lei Ordinária 5.507, recebendo, abaixo da estrela branca, também em letras brancas, a inscrição: 13 de MARÇO de 1823", dia da Batalha do Jenipapo, em Campo Maior, momento de luta do Piauí pela independência do Brasil.

As cores da bandeira do Piauí são as mesmas da bandeira do Brasil e assim representam a integração do estado à pátria brasileira. Individualmente, cada cor tem um significado específico: o Amarelo representa a riqueza mineral e o verde significa o sentimento vivo da esperança. A estrela de cinco pontas (estrela Antares) presente na bandeira do estado é a mesma referência da representação do Piauí na bandeira do Brasil.


ANTARES

É uma estrela gigante vermelha, localizada na constelação de Scorpius (escorpião), com um raio aproximadamente 800 vezes o raio do Sol. Antares está a 600 anos-luz da Terra, quer dizer, para alguém chegar até lá teria que viajar durante 600 anos a uma velocidade próxima de 300 mil quilômetros por segundo. A luminosidade total de Antares é 65 mil vezes a solar e sua massa equivale entre 15 a 18 massas solares. A melhor época do ano para visualizar Antares é no dia 31 de maio, quando a estrela está em oposição com o Sol. Nesse dia torna-se visível a noite inteira.


BRASÃO do PIAUÍ.

Adotado a partir do governador João Luiz Ferreira (1922), o brasão é um emblema, um selo obrigatório em todos os documentos oficiais do estado. Entre seus elementos mais destacados estão as três palmeiras nativas do Piauí, da direita para a esquerda: carnaúba, buriti e babaçu. Os três peixes prateados, da espécie piau, representam os três maiores rios do estado: Parnaíba, Canindé e Poti. As sete linhas azuis verticais, fazem referência aos maiores afluentes da margem direita do Parnaíba  (Gurgueia, Uruçuí-Preto, Canindé, Poti e Longá). A estrela de prata significa a aspiração pelo progresso e o par de ramos representam o algodão (direita) e cana-de-açúcar (esquerda). A frase em latim Impavidum ferient ruinae (O desafio não nos amedronta) foi extraída de uma das Odes do poeta e filósofo romano Horácio. O 24 de Janeiro de 1823 é a data da Independência do estado proclamada em Oeiras.


18/10: dia do Médico

Parabéns a todos os profissionais em nome do Dr. Pinto

Cada Falso Willekens Van Dorth 18 de outubro de 2014 10:10h


Felicito todos os Médicos, na pessoa do Dr. Pinto, que exerce sua profissão todos os dias de todos os anos, o dia todo. Parabéns!

Willekens Van Dorth

W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
_______________________________

PAZ E BEM: Frei Fernandes de Parabéns

Festejos da nossa Padroeira foram muito bem conduzidos

Cada Falso Willekens Van Dorth 17 de outubro de 2014 12:08h


Desde que chegou em Piripiri no Anno Domini de 2010, e tomou posse em 28 de fevereiro como o 26º pároco da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, Frei Fernandes Henrique de Morais Barros vem fortalecendo cada vez mais a presença Franciscana em todo o município, nas zonas urbanas e rurais. Seja em ações religiosas e sociais, seja na construção de capelas e outras tantas em reformas.


Frei Fernandes é um empreendedor da Fé: conduziu brilhantemente o Ano Jubilar de nossa Paróquia, no seu sesquicentenário, 150 anos (1864-2014), e por último os Festejos de Nossa Senhora dos Remédios, Padroeira de Piripiri, que tem sido o ponto culminante da Fé Católica Cristã em nosso município. Reconhecendo, inclusive, a importância do fundador de Nossa cidade, Padre Freitas, fato até então raro para a Igreja local.


Está em andamento as obras do Portal em homenagem aos 150 anos da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, um projeto do arquiteto Cristhian Matos, no canteiro central da avenida Tomaz Rebelo. Projeto da vereadora Jôve Oliveira, recepcionado pelos demais Edis e pelo Prefeito, em sessão solene na Câmara dos Vereadores no dia 15 de maio deste, em homenagem ao sesquicentenário da Paróquia, tombou bens imateriais e materiais arquitetônicos, como a Igreja Matriz, capelas e a imagem da Padroeira de Piripiri, no Morro da Saudade.


Nosso Pároco também tem conseguido, com seu trabalho comunitário, aglutinar apoio de todos os segmentos da sociedade, instituições, poderes públicos e empresariado, nas ações religiosas, sociais e na construção e reformas de capelas em comunidades urbanas e rurais, como a belíssima Capela do Frei Galvão no Matadouro, a Capela da Formosa, Capela do Rosário e a climatização da Igreja Matriz.

Outro ponto alto da administração do nosso pároco, foi a restauração e revitalização do Salão Santa Clara, que hoje é um espaço importante para a arquitetura, a cultura e a fé dos piripirienses bem como a participação da Paróquia no Centenário de Piripiri (1910-2010).


Em seu incansável trabalho e determinação, Frei Fernandes mobilizou e empoderou as Pastorais, a Renovação Carismática Católica - RCC, Conselhos Econômico e Paroquial, equipe de Liturgia, Casais Encontristas, demais grupos e movimentos da Igreja em prol de um objetivo comum: Paz e Bem!

Por todo esse trabalho, Frei Fernandes recebeu o título de Cidadão Piripiriense da Câmara Municipal, em um projeto apresentando pelo vereador Domingos Carvalho,  “Domingão”. E dos piripirienses, recebe, o carinho, a atenção, o respeito e o reconhecimento. Coincidência ou não, nosso pároco aniversaria em outubro, dia 29.  “Senhor fazei de mim um instrumento de vossa paz.” (São Francisco de Assis)

Willekens Van Dorth

W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
_______________________________

Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta.” (Tiago, 2, 17)


APAGÕES: energia de Piripiri não suporta FESTEJOS

A cidade tem enfrentado quedas de luz várias vezes por noite

Cada Falso Willekens Van Dorth 15 de outubro de 2014 20:16h


O piripiriense tem convivido nessas últimas noites, com apagões sucessivos, atrapalhando, inclusive, as celebrações religiosas em homenagem à Padroeira da cidade que atraem fiéis de muitos lugares, como aconteceu, com a total paralisação da Missa Campal.

É comum o aumento do consumo de energia elétrica nessa época do ano, seja pelo forte calor que obriga o uso de ventiladores e condicionadores de ar, seja pelos Festejos de Nossa Senhora dos Remédios: a iluminação reforçada na Missa Campal, na Praça da Bandeira e na Praça de Eventos, o uso de eletroeletrônicos, o consumo nos quiosques, nas palhoças e aparelhagens de som ajudam no alto consumo e portanto, na queda de luz em uma rede elétrica obsoleta.

Eventos desse porte, sejam religiosos, festivos e shows empresariais deveriam fazer uso de geradores autônomos de energia, o que quase nunca acontece, causando prejuízos a todos. Também é fato que a qualidade da distribuição de energia elétrica é muito questionável.

Cabe às autoridades, principalmente aos legítimos representantes do povo, os vereadores, cobrarem uma melhor prestação de serviços da Eletrobrás, investimentos na distribuição de energia e na subestação de Piripiri, bem como legislação específica para uso de geradores em eventos de grande porte, para proteger a cidade e os cidadãos, garantindo a continuidade desse serviço tão essencial à vida, como é a energia elétrica.

Uma cidade do porte e da importância de Piripiri, que é um centro econômico, turístico, de saúde e prestação de serviços, não pode ficar às margens do progresso.

Willekens Van Dorth

W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
_______________________________

O Progresso, ao invés de nos libertar, traz benefícios que nos fazem cada vez mais reféns.

FERIADÃO só para piripirienses

Na Capital do Mundo, folga nesta quarta, feriado na quinta... e enforca a sexta

Cada Falso Willekens Van Dorth 15 de outubro de 2014 12:01h


Por conta do feriado municipal destinado à Padroeira de Piripiri, Nossa Senhora dos Remédios, que acontece nesta quinta, 16/10, muitos piripirienses vivem um verdadeiro feriadão, a contar desta quarta, 19, que é dia do Professor, e o famoso "enforcamento" da sexta-feira. Juntando-se ao sábado e domingo, temos cinco dias de folga para muitas categorias. Vale a pena fazer uma boa programação!

E esse "feriadão" poderia ser maior, se o Dia do Piauí, 19/10, que esse ano será no domingo, "caísse" na segunda-feira, como será em 2015.


W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
________________________________

Há poucos dias tão produtivos quanto feriadões prolongados... (Willekens Van Dorth)



PROFESSOR: dia do profissional dos profissionais

“Todo bom começo tem um bom professor”

Cada Falso Willekens Van Dorth 15 de outubro de 2014 06:49h


O Dia do Professor é comemorado em 15 de outubro, sendo feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963, mas esta data foi criada por Professores, muitos anos antes.


No dia 15 de outubro de 1827, quando D. Pedro I, Imperador do Brasil, baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Por esse  decreto, "todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras". E ainda mais: descentralizava o ensino, tratava do salário dos professores, das matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia inovadora e revolucionária, porém, não foi cumprida.


Somente em 1947, 120 anos após o referido Decreto Imperial, que ocorreu a primeira comemoração de um dia efetivamente dedicado ao professor: começou em São Paulo, em uma pequena escola na Rua Augusta, número 1520, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como "Caetaninho". Como o longo período letivo do segundo semestre ia de primeiro de junho a quinze de dezembro, com apenas dez dias de férias, quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.


O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça, inclusive dos pais. O discurso do professor Becker, além de ratificar a ideia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase "Professor é profissão. Educador é missão". A idéia estava lançada.


O Decreto Federal que instituiu do Dia do Professor, definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".


W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E

_______________________________

Professor: O único profissional que forma todos os outros profissionais. Parabéns por vocês existirem!

(MEC, wikipedia, brasilescola, bussolaescolar)


ELIANA TELES: homenagem no dia do PROFESSOR

Para quem sempre lutou pela Educação

Cada Falso Willekens Van Dorth 14 de outubro de 2014 22:30h


Nesta quarta, dia do Professor, 15/10, às 6h da manhã, haverá a Missa de 7º dia de falecimento da Educadora Eliana Teles, na Igreja Matriz de Piripiri. Familiares e Amigos agradecem o comparecimento.

Eliana Teles ocupava o cargo de secretária municipal de Educação de Piripiri e faleceu na última quinta-feira, 09/10.

W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
_______________________________


JORNALISMO: nem sempre agrada a tod@s

O que tem que agradar é a Publicidade

Cada Falso Willekens Van Dorth 14 de outubro de 2014 22:01h

Jornalismo se não for assim, é Publicidade de alguma forma: empresarial, política, institucional, corporativa, governamental, de serviço, de produtos, de varejo, de promoção, social, de promoção pessoal, auto-promoção.

A publicidade vende (algo ou alguém). O Jornalismo dá (a informação). E um uso o outro para se pagar e se divulgar, preenchendo as suas próprias necessidades e suas deficiências, para sobrevivência de ambas. Tudo é Comunicação: por isso vivemos em uma "Information Society".


W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
_______________________________

"Quando se descobriu que a informação é um negócio, a verdade deixou de ser importante." (Ryszard K. - Periodista)


13 DE OUTUBRO: dia do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional

"Movimento é tudo, até para escrever esta mensagem. Parabéns pelo seu dia!"

Cada Falso Willekens Van Dorth 13 de outubro de 2014 15:01h

O Fisioterapeuta é o profissional da área da saúde que auxilia na recuperação física do corpo humano. Além disso, ajuda a prevenir doenças musculares e ósseas, com massagens e exercícios localizados, por exemplo.

A data foi criada pelo Decreto-Lei federal nº 938, de 13 de Outubro de 1969, que regulamenta a atividade desses profissionais no Brasil. Em 1975 foi decretada a Lei federal nº 6.316, que define todos os direitos e deveres que os fisioterapeutas possuem em território nacional. 

O Terapeuta Ocupacional busca, através de atividades físicas ou artísticas, a recuperação de indivíduos que apresentem limitações cognitivas, afetivas, perceptivas e psico-motoras, sejam decorrentes de distúrbios genéticos, traumas ou doenças adquiridas. A Terapia Ocupacional não serve para preencher o tempo vago das pessoas: a função dessa importante área da saúde é devolver a capacidade das pessoas realizarem suas atividades diárias. O Terapeuta Ocupacional é um profissional de nível superior,cuja formação se dá nas áreas da Saúde, Ciências Sociais e Humanas.

O Dia do Terapeuta Ocupacional, comemorado em 13 de outubro, representa a data da regulamentação do Decreto-Lei federal nº 938 do ano de 1969, que estabelece o código de ética desses profissionais.

W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
_______________________________

"Quem conhece tão bem a anatomia humana, sabe que todos os seres humanos são iguais! Parabéns pelo seu dia!"

PESSOAS: até quando vamos tê-las conosco?

Ninguém sabe nem de nós! Então vamos desfazer os nós!

Cada Falso Willekens Van Dorth 13 de outubro de 2014 12:13h


Não perdemos as pessoas que estão próximas da gente: ganhamos de presente por um tempo enquanto estão conosco. Então por que não aproveitar esse momento enquanto não se transforma em saudade? Porque não ter bons sentimentos? Por que não demonstrar a efetividade do afeto? Depois o choro, que pensamos ser saudades, pode ser apenas remorso. E isso nos consome. O dia de Finados está chegando... Mas não precisamos esperar essa data para demonstrar afeto, gratidão, carinho. Todo dia é dia de ser feliz e fazer feliz o próximo!

W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
________________________________

"Me dê as flores em vida, o carinho, a mão amiga, para aliviar meus ais. Depois que eu me chamar saudade não preciso de vaidade, quero preces e nada mais." (Nelson Cavaquinho)


FERIADOS 2015: maioria será às segundas, terças e sextas

#somosbrasileirostrabalhoediversãotudojuntoemisturado

Cada Falso Willekens Van Dorth 12 de outubro de 2014 16:47h

Diferentemente deste ano que se registrou muitos feriados nos finais de semana, para a alegria da maioria dos brasileiros, os feriados e pontos facultativos do próximo ano são registrados durante a semana (dias úteis), com maior incidência nas segundas, sextas e... terças, que sugere os famosos feriadões, quando se "enforca" um dia de trabalho. A Seguir, feriados nacionais, estaduais e do município de Piripiri.

W1₤₤3K3И$ √4И D0Я7h ® │ ││▌▌▌▌▌
J O R N A L I S M O.....T E M....N O M E
________________________________


JANEIRO
01 (Quinta) – Confraternização Universal
FEVEREIRO
17 (Terça) – Carnaval
MARÇO
13 (Sexta) – Batalha do Jenipapo (Feriado Estadual/PI)
ABRIL
03 (Sexta) – Paixão de Cristo
21 (Terça) – Tiradentes
MAIO
01 (Sexta) – Dia do Trabalho
JUNHO
...


JULHO
04 (Sábado) – Aniversário de Piripiri - PI (Feriado Municipal)
AGOSTO
11 (Terça) – Dia do Advogado
11 (Terça) – Dia do Estudante
16 (Domingo) – Aniversário de Teresina - PI (Feriado Municipal)
SETEMBRO
07 (Segunda) – Independência do Brasil
OUTUBRO
12 (Segunda) – N.Sra. Aparecida, Padroeira do Brasil
15 (Quinta) – Dia do Professor
16 (Sexta) – N.Sra.dos Remédios, Padroeira de Piripiri - PI (Feriado Municipal)
19 (Segunda) – Dia do Piauí (Feriado Estadual/PI)
28 (Quarta) – Dia do Servidor Público
NOVEMBRO
02 (Segunda) – Finados
15 (Domingo) – Proclamação da República
DEZEMBRO
08 (Terça) – N.Sra. da Conceição
08 (Terça) – Dia da Justiça
25 (Sexta) – Natal



Jornalista Willekens Van Dorth retorna ao Piripiri40graus

Cada Falso Willekens Van Dorth 12 de outubro de 2014 12:12h


Depois de uma temporada afastado do portal mais acessado e mais acreditado de Piripiri e região norte do Piauí, o jornalista Willekens Van Dorth retorna com a coluna Cadafalso, onde se juntará à nossa equipe de profissionais de peso.

A coluna Cadafalso, a ser assinada pelo jornalista, terá sua marca registrada, que são temas polêmicos, com um enfoque fortes e palavras cortantes sobre o que está à nossa volta, em nossas vidas.

A equipe do piripiri40graus, na pessoa do Diretor-presidente Paiva Filho, dá as boas-vindas ao colega que já foi nosso parceiro e sempre esteve conosco.